,

Acidente de moto em Vitória – ES

Curta nossa página no Facebook para mais notícias bizarras:

Olá, você que pensou que o peido não ia fazer barulho mas ele pareceu o escape de uma DT 180cc 2 tempos queridos leitores! A dica de hoje é do leitor Carlos Júnior, via email.

No último dia 30, por volta das 8h da manhã, um jovem policial de 23 anos trafegava pela avenida Nossa Senhora da Penha, próximo a ponte da passagem em Vitória – ES, horário de fluxo intenso. Uma mulher atravessa a avenida fora da faixa de pedestres, e com o trânsito liberado para carros, o rapaz da moto freou para tentar desviar dela, mas perdeu o controle, bateu no poste do semáforo, deu um duplo twist carpado ao som de brasileirinho no cavaquinho girou no ar, bateu no portão de uma empresa e por fim em um caminhão estacionado em frente a empresa.  Morreu na hora e a mulher foi atendida pelo Samu, pois desmaiou (provavelmente de remorso) após ver o acidente que ela causou.

IMG-20150130-WA0014

IMG-20150130-WA0003

IMG-20150130-WA0030

IMG-20150130-WA0012

IMG-20150130-WA0015

IMG-20150130-WA0013

IMG-20150130-WA0002

Vídeo original AQUI.

Filho da mãe conseguiu mitar… morreu, perdeu o braço, mas ficou dando o dedo pra infeliz da mulher que se atravessou na frente, como se fosse “Ahh, vai tomar no cu, tia”! O.o

E por hoje é só.

Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda. :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários