, ,

Conflito de terras acaba em 6 assassinatos + Cabeça esmagada por ônibus

Olá, você que agarrou um mulherão durante as festividades, e quando levou pro quarto achou a tromba queridos leitores! Não… o Isso é Bizarro não encerrou suas atividades. Não sei quanto aos demais autores… mas falando por mim, acho que falo por todos ao dizer que essa parada que demos foi devido a correria do carnaval. Eu, pelo menos, trabalhei todos os dias (tocando). O restante, deve ter aproveitado para descansar, ou para encher a cara de cachaça. Hahahahahahaha. Mas vamos ao que interessa… os materiais de hoje foram enviados por minha chata amada Thatá (mais uma vez), via WhatsApp.

Uma família inteira de colonos foi brutalmente assassinada com golpes de foice, na madrugada desta terça-feira (17) durante uma invasão na região da colônia Estiva, zona rural de Conceição do Araguaia – PA por disputas pelas posses de terra. De acordo com informações, a família morta invadiu uma terra nesta colônia, no último domingo (15) e o  proprietário da terra, identificado como Oziel, foi até eles e os ameaçou, caso não saíssem do local. Os casais Washington e Leidiane não tiveram chance de defesa, e durante a  madrugada foram assassinados com os filhos Júlio César, de 15 anos, Wesley, de 9 anos, Sâmia, de apenas 13 anos. Também foi morto o sobrinho Mateus Soares, de 15 anos. Todos foram levados para a beira do rio Estiva e executados. As vítimas tiveram que andar cerca de cinco quilômetros até ao rio, onde aconteceu a chacina. Os corpos foram localizados pelos Bombeiros com a ajuda de um helicóptero da Polícia Militar e deverão passar por perícia ainda esta semana. A polícia investiga o caso. De acordo com o delegado Antônio Miranda Neto, de Redenção, a terra onde ocorreu o caso já foi alvo de negociação e seria direcionada para a reforma agrária, o que provocou resistência dos posseiros.

Esses serião os acusados:

AlMY7Xy93oU2AhhNlYegGZh35QEAXM74oKLaShDISsdf

 AuzZnrBLuWh7k534dAEANwmz5XzcS-0Uzwg2inPpNYWo

AvroL3gylZ1Q9NUhct0l1rspiIo3cK8HkKFxIqNScOaE

Ag-qIvJvzFoCEXpow2Jluc7Q15j-MJnghaByvhVDDYr3

AnV2gmurB85hWo_0kBIObailduM6Sx356bEpKaD6ZyNA

ArkF_NLrz-EkDO4WaCyLOVS2tu5jIBJ_KuLspWnAIa21

As0iR0bMB_HlZK_z3Dk79E4GrJoWwbtrvNKzCEcfJ4w0

AmOvZZxWs_JsbmBOLn8nGxI62Ez26n7xJxONAPyAvt5w

familia-inteira-foi

Homens sendo homens. :/

_

Uma mulher de 49 anos morreu por volta das 7h da manhã desta quinta-feira (19) atropelada por um ônibus na Avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa – PB.

1424354744112-professora-mortaA professora Maria Nélia da Vitória Lima andava de moto na avenida quando perdeu o controle do veículo e caiu na faixa exclusiva de ônibus. Um coletivo vinha próximo e o motorista não conseguiu impedir o acidente. A cabeça da mulher foi esmagada pela roda dianteira.

O motorista parou o ônibus e desceu para socorrer a moça, mas não havia nada que pudesse fazer. Em choque, ele foi socorrido para o Hospital de Trauma.

A empresa do coletivo afirma que o motorista não teve culpa no acidente e que foi uma fatalidade. Prometeu assistência a família da moça e também ao motorista

AnlErS7TzMNUgrtdhDR5I9OouzTMAiI6yfcM4XjAlVWl

AsAxAbUkUIUV3gH5ELaeLI3J8ishFVBz-fOffve_jNOe

Ak_AeG087HoSg149v0_9vojt7f3hzdYfzfygVdMuuIQ9

Bom gente, por hora, é só.

Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários