,

Crimes da mala [Megapost]

Boa noite galera do IéB. Como prometido o meu primeiro megapost, com 4 casos bem bizarros de crimes da mala e muitos pedaços de corpos para o vosso deleite.

Enjoy!

 

1. Criança encontra mala com corpo sem cabeça em Manaus:

Uma criança, que não teve a idade divulgada, encontrou por volta das 6h desta terça-feira (28/05), na Marina do Davi, no Tarumã, zona oeste, uma mala com o tronco e as pernas de um homem. Familiares afirmam que o corpo é do presidiário Antônio Carlos da Costa Uchôa, o ‘Tonga’, 38. A identificação preliminar foi feita baseada em uma tatuagem no braço esquerdo.

A cabeça de Antônio foi encontrada na segunda-feira (27), dentro de uma outra mala flutuando embaixo da Ponte Rio Negro (Já virou post no IéB, acompanhe AQUI), junto com a cabeça e o corpo esquartejado do também presidiário Frank Oliveira da Silva, o ‘Frankzinho do 40’. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) informaram que os homens estavam mortos há dois ou três dias e apresentavam sinais de espancamento e perfuração de arma de fogo na cabeça e no peito. Pedras foram utilizadas pra mala não flutuar.

Os dois cumpriam pena no regime semiaberto no Compaj e eram considerados foragidos desde a última sexta-feira.

 

 

2. O crime da ‘mala rosa’, em Satuba, AL.:

Um homem foi assassinado e teve o corpo esquartejado e guardado em uma mala cor de rosa abandonada na região conhecida como Loteamento Fridolin, na zona rural do município.

A mala, cor de rosa, foi encontrada na manhã de hoje (28/11) por populares, que acionaram a polícia. O local é utilizado para lavar roupa e, por enquanto, não há qualquer informação sobre os autores do crime. Uma mulher, que está com o filho desaparecido desde a última segunda-feira, dia 25, afirma que o corpo encontrado seria de José Jailton Gomes da Silva, conhecido como Zé Boleiro. A identidade, no entanto, só será confirmada após exame técnico.

Segundo a mãe da suposta vítima, ela desconhecia o envolvimento do seu filho em ilícitos, embora esse seria o seu segundo filho vítima de assassinato, em caso de confirmação da identidade.

 

3. O Clássico caso Matsunaga:

O empresário Marcos Kitano Matsunaga, de 42 anos, foi vítima de um crime que chamou a atenção de todo o Brasil. Diretor executivo da Yoki, uma gigante do setor de alimentos, ele foi morto e esquartejado pela própria mulher, a bacharel em direto Elize Kitano Matsunaga.

O crime ocorreu em 20 de maio. Ao confessar o assassinato, Elize contou à polícia ter retalhado a vítma no quarto de hóspedes da cobertura onde o casal morava na capital paulista. Elize, que conheceu o marido quando trabalhava como garota de programa, alegou ciúme como motivo do crime, pois tinha descoberto que o marido a estava traindo com outra prostituta.

 

 

ATENÇÃO, A SEGUIR, IMAGENS FORTES COM CRIANÇAS. SE VOCÊ NÃO SUPORTA, NÃO PROSSIGA.

 

 

 

4. O caso da mala na Rodoferroviária de Curitiba:

Rachel Genofre tinha 9 anos, ela foi encontrada morta dentro de uma mala na rodoviária de Curitiba, em 2008, o caso completou 3 anos, dia 05 de novembro de 2011.
O assassino ainda não foi encontrado. A mãe de Rachel, Maria Cristina, conta que ocupa os dias com muito trabalho para tentar conviver com a dor e que não perdeu a esperança de encontrar o criminoso. “O que aconteceu será para o resto da vida e não vai ter tempo que mude. Mas seria uma tranquilidade ter esse ‘monstro’ preso pra que ele nunca mais possa fazer nenhuma outra família sofrer, principalmente uma criança”, afirmou.

A polícia determinou uma equipe especializada para cuidar do caso. Pedófilos foram presos e exames de DNA foram feitos em cerca de cem suspeitos, mas todos deram negativo.
“Nós temos o DNA de quem violentou a menina, nós só precisamos encontrar quem é o dono desse material. E é essa a dificuldade que a polícia vem encontrando exatamente pela falta de informações do momento do desaparecimento da Rachel”, explicou.
“Tenho certeza que o crime perfeito não existe”, desabafou a mãe.

O Crime

Rachel Maria Lobo Oliveira Genofre desapareceu após sair de uma escola pública no Centro de Curitiba por volta das 17h30 do dia 3 de novembro de 2008. Dois dias depois, o corpo foi encontrado dentro de mala na rodoviária da capital com sinais de violência sexual e estrangulamento.

Não ia comentar nenhum caso, mas na boa, um filho da puta que faz um negócio desses com uma menina de 9 anos deveria ter uma looooonga vida de tortura.

Por hoje é só galera, espero que tenham gostado. Até o próximo post. Beijo do gordo!

 Sweeneytodd

Written by Sweeney Todd

Cearense, 23. Jogador de Poker e boêmio por natureza.

Comentários