,

O Euromaidan (Manifestações Na Ucrânia)

O Euromaidan é uma onda de manifestações e agitação civil em andamento na Ucrânia, que começou na noite de 21 de novembro de 2013, com protestos públicos exigindo uma maior integração europeia.

“A onda de manifestações na Ucrânia teve início depois que o governo do presidente Viktor Yanukovych desistiu de assinar, em 21 de novembro de 2013, um acordo de livre-comércio e associação política com a União Europeia (UE), alegando que decidiu buscar relações comerciais mais próximas com a Rússia. O conflito reflete uma divisão interna do país, que se tornou independente de Moscou com o colapso da União Soviética, em 1991. No leste e no sul do país, o russo ainda é o idioma mais usado diariamente, e também há maior dependência econômica da Rússia. No norte e no oeste, o idioma mais falado é o ucraniano, e essas regiões servem como base para a oposição – é onde se concentram os principais protestos, incluindo a capital Kiev.

Dias depois de anunciar a desistência do acordo com a UE, o governo ucraniano admitiu que tomou a decisão sob pressão de Moscou. A interferência dos russos, que teriam ameaçado cortar o fornecimento de gás e tomar medidas protecionistas contra acesso dos produtos ucranianos ao seu mercado, foi criticada pelo bloco europeu. Milhares de ucranianos favoráveis à adesão à UE tomaram as ruas de Kiev para exigir que o presidente voltasse atrás na decisão e retomasse negociações com o bloco. Manifestantes tentaram romper o cordão policial em frente à sede do governo e atiraram pedras contra a polícia, que respondeu com golpes de cassetete e bombas de gás.

16B17BEF-8A55-4C50-8D2B-155F12652780_w640_r1_s (1)

O presidente Viktor Yanukovich se recusou e disse que a decisão foi difícil, mas inevitável, visto que as regras europeias eram muito duras para a frágil economia ucraniana. Ele prometeu, porém, criar “uma sociedade de padrões europeus” e afirmou que políticas “nesse caminho têm sido e continuarão a ser consistentes”. Desde então, os protestos se intensificaram. Os grupos oposicionistas passaram a exigir a renúncia do presidente e do primeiro-ministro. Também decidiram criar um quartel-general da resistência nacional e organizar uma greve em todo o país. O primeiro-ministro Mykola Azarov renunciou em 28 de janeiro, mas não foi o suficiente para encerrar a crise.

Em 21 de janeiro, após uma escalada ainda mais forte da violência, Yanukovich anunciou que o país terá eleições presidenciais antecipadas e irá voltar à Constituição de 2004, que reduz os poderes presidenciais. Ele também anunciou a formação de um “governo de unidade”, em uma tentativa de solucionar a violenta crise política.” Informação completa, aqui.

Agora que entenderam mais sobre o Euromaidan, vamos aos vídeos.

Nesse, vários protestantes são mortos e feridos por snipers.

Confira:

Mais outro, porém diferente do primeiro, esse mostra as forças armadas ucrânias atirando contra os protestantes, um deles é ferido e carregado pelos outros:

E nesse vídeo, mostra o resultado trágico e sangrento desse conflito:

Bom, isso é tudo por hoje pessoal!!
E a música não poderia ser outra além dessa do U2, que fala sobre manifestantes que foram mortos por soldados britânicos (Domingo Sangrento)! Até a próxima pessoal, abrass!!

Written by Cayky_SPN

Nascido e crescido no interior de Minas, interessado em: mulheres, filmes/clássicos, séries, esportes, livros/quadrinhos, amante do mundo rock/metal e seus derivados (hard, heavy, thrash, death, black e etc)

Comentários