, ,

Execuções públicas na Síria

E aew, gentalha, gentalha, gentalha querida vizinhança! Tudo na boa? Então, o vídeo de hoje é curto, e sem muitas informações. Trata-se da execução de três mancebos homens em praça pública, com direito a platéia e tudo mais. As poucas palavras que descreviam o vídeo, diziam que o fato teria acontecido na Síria, o que não seria novidade nenhuma, a julgar por  tanta merda que vemos acontecer naquele inferno lugar. Enfim, os homens são alvejados com tiros de pistola, após a leitura de uma provável sentença.

É complicado entender esse tipo de coisa. Não se sabe se eram bandidos, inocentes, traidores, ou simples escolhidos para morrer. Fica difícil tentar julgar, ou melhor, formar ao menos alguma opnião sobre fatos como esse. A única coisa que digo, é que não entendo tantas mortes semelhantes a estas, acontecendo todo santo dia, e aparentemente, pelos mesmos motivos. Em minha humilde opnião, esse povo é louco, e sem uma boa lavagem de roupa pra ocupar o tempo… Acredito eu, que motivo nenhum vale tanta vida perdida. E é isto. Amanhã tem mais.

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários