,

Homem descobre traição e corta o próprio pênis na Grande Natal

Diga lá meu povo, tudo em paz com vocês? Ando meio ausente do blog por motivos pessoais, estou organizando um monte de coisa pro feriadão e to sem tempo mesmo.

Mas ai vejo uma notícia bem bizarra repercutindo o Brasil todo, então não posso deixar de compartilhar com vocês.

Segue a notícia:

 

Um homem de 45 anos cortou o próprio pênis e os testículos na manhã desta terça-feira (29) no bairro Bela Vista, em Parnamirim, na Grande Natal. De acordo com informações do 3º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento na região, o fato foi motivado por uma traição. Ainda segundo a PM, o homem, que trabalha com conserto de veículos, estava sob efeito de álcool. Ele passou por uma cirurgia no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, e o estado de saúde é estável.

O caso foi registrado às 8h30, quando a Polícia Militar atendeu o chamado no bairro Bela Vista. Ao chegar no local, os policiais encontraram o homem caminhando sozinho ensaguentando. Os órgãos genitais estavam no chão e foram colocados dentro de um saco antes de serem entregues aos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A arma usada, uma faca de seis polegadas, também foi recolhida pelos policiais militares.

De acordo com a assessoria de comunicação do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, o homem veio do Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, que realizou o primeiro atendimento. No Walfredo Gurgel, a vítima passou por uma cirurgia e está internado no Centro de Recuperação Pós-Operatório (CRO) sem previsão de alta. Ainda segundo o hospital, ele chegou agitado na unidade hospitalar e precisou ser sedado.

 

 

Vamos ao vídeo:

 

 

Reparem que ele diz: “O filho que eu criei com maior carinho e amor, ontem comeu o cu dela (esposa), a mãe dele e eu vendo” e logo em seguida: “Tchau meu amor, eu tô olhando pra cima por que eu penso que é aqui em cima que você mora” não bastava isso tudo ele foi “até ali no pique” por que achava que dava tempo chegar na casa de sua irmã, que ele também não lembra o nome.

Não sei se foi muita droga, muita cachaça ou se ele tinha problemas mentais. O que eu sei é que ele não estava normal e duvido muito que algum dia ainda fique.

 

No mais, é o que eu tenho por hoje pessoal. Abraço a todos e desculpem a ausência é que essa semana é o meu aniversário dai já viu, 1 milhão de coisas pra resolver, pra sair tudo do jeitinho que a gente quer.

 

Beijo do gordo, gente e bom feriado!

Written by Sweeney Todd

Cearense, 23. Jogador de Poker e boêmio por natureza.

Comentários