,

Homem morre em acidente de moto no centro de Caruaru – PE

Opa, você que também foi feliz assistindo a TV CRUJ no final dos anos 90 queridos leitores! Aqui vai mais uma do meu Pernambuco. Se liga nos fatos:

Evan11Um grave acidente de trânsito aconteceu por volta das 6:10h da manhã na última quarta feira (17/09/2014), no cruzamento da rua Frei Caneca com a Av. Manoel de Freitas, em frente ao Grande Hotel, no centro de Caruaru – PE. O acidente deixou uma vítima fatal, o mestre de obras Cícero Albino da Silva, de 64 anos.

A vítima guiava uma motocicleta de 50cc pela rua Frei Caneca quando, segundo populares, avançou o sinal vermelho e colidiu lateralmente com um caminhão. Segundo o genro, Cícero havia comprado a motocicleta a apenas duas semanas, para locomover-se para o trabalho. Ainda segundo ele, o homem ainda estava aprendendo a pilotar a mesma.

O motorista do caminhão continuou no local até a chegada das autoridades, e lamentou a morte do cidadão que surgiu do nada. Ele disse ter tentado evitar o acidente freando o veículo abruptamente, mas ainda assim, o motociclista foi arrastado pelo veículo, que passou com as rodas traseiras sobre o corpo da vítima, que morreu instantaneamente, tendo suas vísceras atiradas para fora.

O corpo foi encaminhado para o IML da cidade.

Fonte: Blog Adielson Galvão.

Clique nas fotos para ampliá-las

Evan10

Evan12

Evangelico7

Evangelico8

Evangelico9

Evangelico3

Evangelico1

Evangelico4

Evangelico5

Evangelico2

Evangelico6

Não que alguém tenha perguntado, ou mesmo que queria saber, mas… nem conto as vezes que já me hospedei (ou me hospedaram) no Grande Hotel… muitas lembranças boas. Sem falar dos sanduíches do Carrancão, que fica (ou ficava, não sei se ainda existe) do outro da lado da rua. Rsrsrsrs.

E é isto. Desejo a todos um ótimo final de semana, cheio de paz e ótimos acontecimentos. Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda. :D

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários