Homem morre após hélice de avião dilacerar sua cabeça

Opa, povo prepotente queridos leitores! A dica de hoje foi dada pelo meu primo-irmão João Marcelo, lá de São Bento do Una, e pelo Cmte. Vinicius Monteiro, amigo e piloto de asa fixa. Vamos aos fatos:

Na noite desta segunda-feira (29) um empresário morreu em um acidente com um avião em Anápolis – GO (59 km da capital Goiânia). Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o homem identificado como Homilton Gonçalves Lopes, de 59 anos (que também era piloto), estava no Aeroporto JK fazendo reparos em sua aeronave, quando ele teria tentado girar a hélice com as mãos. Um mecânico que estava próximo ao local ouviu um barulho estranho e em seguida viu o homem caído no chão, a vítima teria se aproximado das hélices no momento em que elas acionaram, Homilton sofreu ferimentos na face, crânio, pescoço e tórax, morrendo na hora. O empresário que atuava no ramo de colchões foi encaminhado para o Instituto Médico Legal da cidade. A causa do acidente será investigada pela Polícia Civil local, e o laudo, segundo informações, poderá levar até 12 meses para ficar pronto.

Familiares do empresário dizem que ele era apaixonado por aviação. “Era o sonho dele, um hobby. Mas infelizmente isso aconteceu. A gente nunca imagina que isso vai acontecer na família da gente”, lamentou um irmão do empresário, que se identificou apenas como Paulinho.

 helice_do_aviao

10639599_629166337192985_6219792872243296288_n

Imagem_chocante

helice_atingiu_homem_em_anapolis

10721264_709837245768215_817125945_n

Por hoje, é isto. Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda. :P

Mega Bizarro

Sobre Peu

Ver todos os posts desse autor

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco. "Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral. SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também. Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte. Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

loading...

Comentários!

Atenção: os comentários desse site são via Facebook e sequer fica arquivado em nossos servidores. Então tudo o que você escrever aí em baixo é de inteira e completa responsabilidade sua. Tome cuidado, Goku e as autoridades estão de olho, ok?!