Saudades, perna!

Opa, espermas profissionais que não foram desperdiçados numa punheta qulaquer meus queridos e queridas! O post de hoje, é um dica do leitor Jayro Gomes, via Facebook.

Trata-se de mais um acidente de moto. E dessa vez, pode-se dizer que o motociclista teve “sorte”, pois só perdeu a perna, e continuou com a vida. Deve ser realmente triste perder um membro do corpo, mesmo que seja só a cabecinha do dedo mindinho. É aquele negócio: Você só tem no corpo o que você precisa: Perdeu, é óbvio que faz falta. Mas como dito anteriormente, muito melhor qualquer órgão ou membro, do que a vida inteira. Fica o alerta pra vocês, galera! Lembrem, que isso acontece todos os dias, em todo os lugares, e com qualquer um de nós. Vacilou? Se der TUDO CERTO, na melhor das hipóteses, você fica sem um braço, uma perna, ou sem os movimentos de parte do corpo. Caso não dê certo, é caixão e vela preta.

Usuário Android ou iOS clique AQUI.

No mais, sem mais, pessoas. Sugestões no [email protected] ou no Facebook. Apenas, justifico que não estou postando tanto, porque estou no interior outra vez. Aí aqui, vocês sabem… É uma cachaça do caralho. Hahahahahahahahaha. Mas estou voltando pra Recife hoje ainda. :)

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Mega Bizarro

Sobre Peu

Ver todos os posts desse autor

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco. "Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral. SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também. Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte. Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

loading...

Comentários!

Atenção: os comentários desse site são via Facebook e sequer fica arquivado em nossos servidores. Então tudo o que você escrever aí em baixo é de inteira e completa responsabilidade sua. Tome cuidado, Goku e as autoridades estão de olho, ok?!

44 Comentários nesse post. Comente!

  1. OOOOOOO Curiosos vão chegando mais perto, Vão chegando… Vocês estão ajudando!
    Essas horas o cara fazendo piadinha, Ninguém pode mexer no cara, oque resta fazer é Olhar o.o.
    Parabéns pelo post, Te desejo muita ressaca de Xellent.

    MatheusD. / Responder
    • Creio eu que não foi piadinha, acho que o cara tava sendo irônico, mais n tenho ctz kk

      Thiago R. / (in reply to MatheusD.) Responder
      • Sim,estava sendo ironico claramente,mas no fim,o idiota tambem nao devia estar fazendo nada de util,e acha que ficar tentando proibir as pessoas de chegar perto,ou tirar fotos/filmar,vai ajudar em algo.

        jaum / (in reply to Thiago R.) Responder
        • é animal, mas imagina você com a perna amputada em estado de choque e os zé povinho vendo e falando “Nossa, ele perdeu a perna.. nossa, vai morrer” Se quer que ele faça o quê, cole a perna do cara ?

          Dunha / (in reply to jaum) Responder
  2. Todos os últimos posts de acidente de moto são para assustar a Cudo?

    Jacinto / Responder
  3. É uma situação muito triste de se ver, agora cabe à família ajudar na retomada da vida com a nova condição de amputado.
    Fica valendo muito o alerta. É o IÉB cumprindo mais uma vez a sua função de conscientizar.
    Valeu PEU, um abraço a vcs aí de Pernambuco.

    DEUS abençoe a todos.

    Deusimar Barbosa / Responder
    • Valeu, Deusimar. Temamos conscientizar o máximo que podemos. Um abraço pra você também, seja de onde você for. Deus te abençoe também, man. :)

  4. Vídeo bugou ou eu não consigo ver.. eheheh

    Renan / Responder
  5. deve ser muito trist se adaptar a rotina sem a perna, mais nao tem como pegar o membro e conservar e botar denovo? O.o

    ronaldo / Responder
    • Em alguns casos, isso até dá certo… Mas acho eu, que apenas em membros menores, tipo dedos, ou até uma mão. Sei lá…

      Peu / (in reply to ronaldo) Responder
      • Acho que depende da precisão do corte ou algo assim, um membro dilacerado não tem como reimplantar por conta dos nervos, músculos, osso(s) etc. Acho que se o corte for “reto” ou mais preciso existe a chance sim :~ Mas não sou Dra. “ainda”. Peu com ótimos posts!!

        MNIKA / (in reply to Peu) Responder
  6. Cara acidentes são foda,por algum milésimos de segundos(por imprudência de alguém ou de vc mesmo) acaba-se perdendo a vida ou um membro do seu corpo.Em abril do ano passado eu estava no estado do Rio Grande do Sul(Gravataí) a trabalho,estava montando uma linha de incêndio com um andaime de 7 metros de altura quando pedi para um colega de trabalho empurrar o andaime para chegar mais perto para soldar o tubo,logo que ele empurrou o andaime pendeu de lado e caiu todo sobre mim. Conclusão:20 dias internado no hospital de lá,cirurgia para estancar uma hemorragia interna e algumas fraturas(braços e pernas),Deus quis que eu não morresse ,mais uma lição ficou ,imprudência minha nunca mais,quis adiantar e acabei ficando 6 meses em uma cama e voltei a trabalhar depois de 10 meses em casa.Agora que acompanho o IEB até para dirigir sou mais prudente.Abraço Peu estes posts nos fazendo perceber que a vida é apenas uma e devemos cuidar dela ao máximo.Parabéns!

    Nilton / Responder
  7. Putz o mais tenso deve ser na hora vc sem sentir a perna, puta desespero.
    Belo post,

    Drak / Responder
  8. Esse é um incentivo pra quem ta querendo comprar uma moto

    Diego / Responder
    • Tô vendendo a minha.
      Chega de adiar a compra do caro… MEDO!

      Passei a sentir o mesmo medo que minha mãe tem, após ver esses vídeos.

      AnderSauro / (in reply to Diego) Responder
      • Tô vendendo a minha.
        Chega de adiar a compra do carro… MEDO!

        Passei a sentir o mesmo medo que minha mãe tem, após ver esses vídeos.

        AnderSauro / (in reply to AnderSauro) Responder
  9. Todo mundo que perde muito sangue fica com sede e é importante não dar agua para a pessoa, porque com a agua no corpo a “perda de sangue” é ainda maior (: (só um comentário informativo) “Quando se perde sangue, o corpo rapidamente absorve água dos tecidos para a corrente sanguínea a fim de manter os vasos cheios de sangue. Como resultado, o sangue dilui-se e a percentagem de glóbulos vermelhos reduz-se.” “A perda súbita de grandes quantidades de sangue pode ocasionar dois problemas: a diminuição da pressão arterial porque a quantidade de líquido remanescente nos vasos sanguíneos é insuficiente, e a redução do fornecimento de oxigénio ao organismo, porque o número de glóbulos vermelhos que o transporta diminuiu. Qualquer destes dois problemas pode ocasionar um ataque de coração, uma paragem cardíaca ou mesmo a morte.” Por isso, nunca deem agua a uma pessoa que está sangrando muito ;)

    Thaís Neis / Responder
  10. Um dos melhores autores aqui do IEB , parabéns peu! Deve ser mesmo muito ruim sentir a perna fantasma :/ ..

    Murilo / Responder
  11. kkkkk prefiro ir pro caixao de uma vez!!!!!!!!!!! kkkkk

    Acunha / Responder
  12. Tenso esse post man, mas o povo também é bem ignorante custava alguém fazer um MALDITO torniquete no rapaz para evitar mais perda de sangue?? me admira ele não ter entrado em choque hipovolêmico.Será que só eu pensei que a perna estaria no gelo?? mas vendo essa situação ele realmente perdeu o membro!!
    Peu mais uma vez traumatizando os motoqueiros ahhahahah

    Caio / Responder
    • Traumatizando não, man. Mostrando que ninguém é de ferro, e esse tipo de coisa pode acontecer com qualquer um.

      Peu / (in reply to Caio) Responder
  13. Cacete… É isso que sempre me pergunto: Quando o chão tá muito quente e ocorre este tipo de acidente, o que fazer?
    – Nada… Deixa ali pois não pode se mover o corpo sem a assistência médica que chega sempre depois de horas… ://
    É tenso…
    Imagina aqui no RJ, onde já foi a 44°, um acidente desse no asfalto às 14:00 ?
    é realmente sinistro…
    Junta a falta de respeito no trânsito com a imprudência de uns e outros e isso é o resultado dessa equação…
    Valeu pelo post, Peu.

    - André Freitas § / Responder
  14. Tanto post de acidente de moto, estou até pensando em parar de andar de moto.

    Já pensei, vou parar não. =)

    Fox Ferreira / Responder
  15. Provavelmente deve ter morrido ( uma pena ) quando o cara pede água e fala que ta com sede não resta muito tempo de vida…

    Lucas Marra / Responder
    • Nem sempre… Em muitos casos, eles pedem água, e sobrevivem sim. Pedir água é uma reação comum a perda de sangue. A leitora Thaís Neis explicou bem, saca:

      Todo mundo que perde muito sangue fica com sede e é importante não dar agua para a pessoa, porque com a agua no corpo a “perda de sangue” é ainda maior (: (só um comentário informativo) “Quando se perde sangue, o corpo rapidamente absorve água dos tecidos para a corrente sanguínea a fim de manter os vasos cheios de sangue. Como resultado, o sangue dilui-se e a percentagem de glóbulos vermelhos reduz-se.” “A perda súbita de grandes quantidades de sangue pode ocasionar dois problemas: a diminuição da pressão arterial porque a quantidade de líquido remanescente nos vasos sanguíneos é insuficiente, e a redução do fornecimento de oxigénio ao organismo, porque o número de glóbulos vermelhos que o transporta diminuiu. Qualquer destes dois problemas pode ocasionar um ataque de coração, uma paragem cardíaca ou mesmo a morte.” Por isso, nunca deem agua a uma pessoa que está sangrando muito ;)

  16. Ai!

    Pepepepepepepepepepepepe peu!

    AHSDHUASDASDHADADASDASDAUSIDUIADHASIDAUHSD

    Iza Luqueers / Responder
  17. Cara, isso me faz perder ainda mais a vontade de comprar uma moto. Acho que vou continuar na minha “Jurema” (bike, rs) mesmo.

    Janilson Lima / Responder
  18. depois que eu comecei a frequentar o IÉB eu desisti de comprar uma moto, nem sempre quem está na moto que fez a cagada,mas geralmente é quem leva a pior.

    Jhoseph / Responder
  19. Parabéns pelo comentário Thaís , por acaso você é Médica ou Enfermeira ou Estuda Medicina, aprendi muito lendo seu Comentário !!!!!!!

    Marrom / Responder
  20. A pessoa sente dor em um momento como esse ? só por curiosidade

    Dumonut / Responder
  21. O importante é ter saúde HAUAHAUHA..

    Rafael / Responder