,

Tragédias do Ar #2

Muito boa tarde, megalomaníacos queridos leitores. Eu e o leitor Wagner Rocha, mais uma vez, temos o prazer de trazer para vocês, o “Tragédias do Ar” de número 2! Enjoy!

Tente pensar naquilo que serão seus últimos segundos de vida. O que passa pela sua cabeça?

Voo TAM 402 – Congonhas

O voo TAM 402 era uma linha aérea de passageiros entre São Paulo e Rio de Janeiro operada pela TAM Linhas Aéreas. Tornou-se conhecida pelo seu acidente aéreo ocorrido no dia 31 de outubro de 1996. Nesse dia, o Fokker 100, prefixo PT-MRK, com noventa passageiros e seis tripulantes a bordo caiu 24 segundos logo após a decolagem do Aeroporto Internacional de Congonhas, em São Paulo. Três pessoas morreram em solo. Muitos ficaram feridos.

Algumas considerações Técnicas:

RolimAmarooA TAM não descartou o uso das aeronaves, mesmo depois do anúncio da falência da companhia holandesa. “Não há por que descartar o uso dos aviões Fokker. As aeronaves são modernas e adequadas ao uso em grandes cidades. A TAM não pretende passar a voar com outros aviões nos próximos anos”, afirmou Rolim Amaro (dono da TAM), na ocasião.

Entre as vantagens do Fokker destacadas por Rolim, estavam a rapidez e conforto dos aviões. “Esses aviões são silenciosos e seguros, fator essencial para quem opera em um aeroporto dentro da cidade”.

Segundo a diretoria da TAM, a produção de peças e manutenção das aeronaves era garantida pela Fokker.

A Fokker holandesa decretou falência em 15 de março de 96 com uma dívida de 2,4 bilhões de dólares. Depois de decretada a falência, a empresa anunciou que continuaria fabricando aviões até 1997.

Fokker100 FokkerTabela

 

Itens que merecem atenção neste acidente:

Auto-Throttle

Um auto-throttle (acelerador automático) permite que um piloto controle a configuração dos motores de uma aeronave, especificando uma característica de voo desejada, ao invés de controlar manualmente o fluxo de combustível.

FokkerThrolle

Reverso

Acionado em situações adequadas, o reverso é aberto em forma de guarda-chuva na parte posterior da turbina da aeronave, que desviando o fluxo de ar do motor para frente, causando a frenagem da aeronave.

FokkerReverse

Reconstituição do Acidente:

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

Vôo 402 –  Simulador da TAM e Áudio da Caixa Preta:

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

Nota Oficial TAM:

“A TAM, profundamente consternada, cumpre com o triste dever de informar que, às 8h30min de hoje, dia 31 de outubro de 1996, ocorreu, lamentavelmente, um grave acidente com uma de suas aeronaves Fokker – 100, de prefixo PT – MRK, provocando, infelizmente, a morte de todos os seus 90 passageiros e de seus 6 tripulantes, e vitimando, fatalmente, de acordo com informações até o momento confirmadas, 9 pessoas no solo.

O trágico acidente ocorreu quando a aeronave se encontrava em operação de decolagem da pista 17 R do Aeroporto de Congonhas, desta Capital, para realizar o vôo nº 402 desta Empresa, com destino ao Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Em obediência ao que dispõem as instruções e regulamentos aeronáuticos, esta Empresa colocou, imediatamente, todos os instrumentos de controle e registro de vôos dos tripulantes e da aeronave à disposição dos inspetores e oficiais do Sipaer – Serviço de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos do Ministério da Aeronáutica, e aguardará a emissão, dentro dos próximos 30 dias, do relatório oficial com os resultados e os laudos conclusivos da investigação, que será efetuada integralmente pelo Sipaer e pelos demais Órgãos que tratam desse tipo de ocorrência naquele Ministério.

Neste doloroso momento, a TAM se sente na inadiável obrigação de declarar que está prestando todo e qualquer apoio possível aos familiares e amigos de todas as lamentáveis vítimas, e a todos assistirá, em tudo que necessário for, para aliviar a irreparável dor e o trauma impostos por esse funesto acidente.

A TAM informa, também, que a tripulação técnica da aeronave era composta de 2 (dois) experientes pilotos, que desfrutavam de todas as condições técnicas, e de plena e irrestrita habilitação para a operação da aeronave acidentada, e informa ainda que, sobre a mesma aeronave, não havia, absolutamente, registro precedente de indicação de qualquer defeito técnico.

Ao mesmo tempo, todo o quadro de funcionários, colaboradores e dirigentes da TAM agradece, com emoção, as manifestações de solidariedade que se está recebendo de toda a parte.”

A diretoria”

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

Curiosidade:

Tam402

Vítimas

Tam402Vitimas

111028tam15anos_f_001

Eu_e_o_trem_de_pouso

ft_acid_TAM_01-11-1996f

ft_acid_TAM_01-11-1996i

ft_acid_TAM_1996-5

ft_acid_TAM_Vj-06-11-1996a

ft_acid_TAM_Vj-06-11-1996c

Co Autor

(Clique na imagem para adicioná-lo no Facebook)

E por hoje, é só, galera. Sugestões no [email protected] ou no Facebook. Abraço em todo mundo!

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários