,

Um antebraço e um pé cortados (Re-post)

E aí, papagaios travestidos de pessoas que pensam galera massa? Tudo na paz? O vídeo de hoje, foi retirado de várias dicas do meu amigo Osvaldo César. Não tenho muitas informações sobre o mesmo… Para falar a verdade, nenhuma. Pelos veículos que passam, acredito ter sido em algum lugar da Ásia, ou na Índia. O fato, é que o homem teve o antebraço direito cortado (ou arrancado), assim como seu pé esquerdo. Não creio que tenha sido acidente, pois seria extremamente estranho perder um membro de um lado do corpo, e outro do outro. Mas enfim, o vídeo, que infelizmente não tem áudio, mostra homem agonizando de dor, deitado no asfalto, até o momento que o socorro chega para tentar fazer algo por ele. Peço a vocês que me mandem informações, caso saibam o que aconteceu.

_________________________________________________________________________

Fui informado que é re-post. :)

Usuário Android ou iOS clique AQUI.

Sinceramente, acredito que se trate de algum “castigo”, ou tortura. Sei lá… Muito estranho para ser acidente.

Informações sobre o caso, sugestões ou algo mais, no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários