,

Ameaçou Com Faca e Levou Azeitôna!

Saca essa, que aconteceu aqui em Porto Alegre:

Um chinelage drogado inventa de entrar no metrô com uma faca e ameaça todo mundo. O analista de sistemas Lucas Silvestre Vargas fazia uma de suas viagens diárias no Trensurb quando presenciou a confusão em Porto Alegre, que acabou com duas pessoas feridas. Segundo ele, um chinelage estava ameaçando os passageiros do trem com uma faca, deitado no assoalho do vagão, visivelmente drogado. Vargas tirou o celular do bolso e passou a filmar o que via.

Naquele momento, avisado por passageiros, um soldado da Brigada Militar realizou a abordagem do infeliz. A movimentação acabou com um tiro do policial. A azeitôna transfixou o abdômen de José Detamin Nunes, 33 anos, autor das ameaças, e se alojou na canela esquerda do passageiro Jorge Luis da Rosa Vidal, de 50 anos.

E sempre há os IDIOTAS que acham que o Policial Militar exagerou, que não deveria ter atirado… O QUE QUERIAM QUE ELE FIZÉSSE? LEVASSE UMA FACADA DE GRAÇA??? Caso alguns não sáibam, Policiais são humanos e também tem família.

Confira a entrevista com o Policial:

Natural de Passo Fundo, o soldado da Brigada Militar Vinicius Alves de Souza, 28 anos, estava na Estação Anchieta para se deslocar à rodoviária. Pegaria um ônibus até a cidade natal para ver a mulher, grávida de sete meses, mas foi chamado para intervir na ocorrência em que José Betamin Nunes, armado com uma faca, estaria ameaçando passageiros em um dos vagões da Trensurb.

Após alguns minutos de negociação, o policial o convenceu sair do trem. Nesse momento, Nunes teria tentado atingir o policial, que revidou com um tiro. O projétil ultrapassou o abdômen do suspeito e acabou atingindo a canela esquerda de um passageiro. Em entrevista,  Souza conta o que aconteceu.

Pergunta — Como foi a ação?

Vinicius Alves de Souza — Estava indo à rodoviária para ir para Passo Fundo. O trem estava parado. Me viram, fardado, e me chamaram, dizendo que tinha um homem com uma faca no vagão. Quando o vi, pedi que saísse, e ele disse “daqui, não saio. Só se me der um tiro”. Falei umas quatro vezes que só queria conversar com ele, mas ele virou a faca na mão e veio no embalo para me atingir. Daí, Atirei.

Pergunta — O senhor não ficou com receio de atingir passageiros?

Souza — O vagão já estava parado, pois todo mundo estava de olho no cara com a faca, pelas câmeras. Na hora que ele investiu contra mim, não tinha o que fazer. Consegui visualizar bem ele, tanto que pegou no abdômen, mas a situação teve o azar de a bala sair pelas costas e acertar uma pessoa que não tinha nada a ver.

Pergunta— O que o senhor achou que o homem faria com a faca?

Souza — Me falaram que ele estava ameaçando outros passageiros. Se eu não reagisse, ele ia me esfaquear.

Conclusão: Atitude MAIS QUE CERTA, PARA NÃO DIZER NECESSÁRIA do PM Alves. E sabe-se lá quantas vítimas esse vagabundo esfaquearia dentro do vagão se ele não tivésse procedido desta maneira? PM Alves, MUITÍSSIMO OBRIGADO!

E detalhe: ninguém morreu, nem mesmo o vagabundo, que está hospitalizado e ocupando leito na Santa Casa, com nosso dinheiro, ainda por cima.

DEVIA TER LEVADO UM TIRO NA TESTA.

Dica de material: Smoking_Girl, que aliás, está de aniversário Amanhã! Love You! But you’ll hate the cake this time:

bolo-de-aniversario
(She will kill me, i’m sure…)

E bom Final de Semana Aos Senhores!

Comentários