, , ,

Desvendando a Deep Web: O lado negro da internet

Boa tarde, Bizarreiros!

Tenho certeza que já recebi esse pedido mais de cem vezes: uma matéria sobre a Deep Web.

Há muito tempo eu queria fazer essa matéria, mas não queria fazer algo meia boca. Queria fazer algo foda! Algo completo. Foi aí que um leitor chamado Eduardo Costa entrou em contato comigo, tratando sobre a Deep Web. Expert no assunto, o Eduardo me mandou um conteúdo muito foda sobre a Deep. Logo, o texto desse post é em grande parte de autoria de Eduardo Costa, com adaptações e adições de conteúdo minhas.

Nesse primeiro post da série “Desvendando a Deep Web”, você saberá o que é e como é a Deep. Nesse post não haverá tutoriais de como entrar na Deep Web. Talvez eu poste isso em um segundo momento, em um segundo post. Porém, desde já deixo claro que a Deep Web é um local perigoso tanto para sua integridade pessoal quanto para a integridade do seu computador.  Vários pontos da Deep são investigados por sistemas de segurança e você pode acabar caindo onde não quer. Deixo claro que não é aconselhável que você entre nesse submundo.

desvendando a deep web - issoebizarro

Pode parecer brincadeira, mas do que estamos falando agora é um desafio para a polícia de todo mundo, a Deep Web. Conhecida também como Deepnet, Web Invisível, Undernet ou Web oculta, este mistério que provavelmente poucas pessoas ouviram falar é algo para deixar todos de olhos bem abertos, isso porque a Deep trata-se de um lado da internet que você não tem acesso, pois quem a criou fez com que seus sistemas trabalhassem no anonimato, uma vez que, nem com um Google da vida você consegue acessá-la. Já o lado acessível da internet é chamado de Surface Web, pois a palavra “Surface” significa “superfície”, ou seja, não fazemos nada mais que ver a superfície da internet, o que representa aproximadamente 10% de toda a web global segundo um estudo realizado pela Universidade da Califórnia em Berkeley nos EUA.

surface x deep
Acima você pode entender a relação entra a Suface Web e a Deep Web. Crédito da imagem: xxredtulip

Mas o interessante é como surgiu a ideia de se criar uma Deep Web, e não foi nos Estados Unidos. A ideia surgiu de forma anônima na China, a proposta seria navegar em sites que o governo – através de seu provedor – bloqueia a entrada no país, para isso os desenvolvedores criaram uma matemática complexa e, até hoje é conhecida como o mais bem elaborado software de Proxy do mundo, batizada de TOR. O The Onion Router hoje é mantido por contribuições anônimas, programadores voluntários de diversos lugares do mundo tem exercido melhorias significativas no software, mas o que vem por bem, acaba se tornando o mal, a rede que inicialmente era base de auxílio para quebrar a ditadura imposta pelo governo chinês, tornou-se objetivo de mentes criminosas, pois o anonimato sempre foi muito visado pelos desenvolvedores, pois quem burlasse o sistema chinês, poderia ser preso.

Com um software de última tecnologia e milhares de computadores voluntários, a rede TOR é muito grande, porém não chega a ter a totalidade da Deep, representando apenas 26% deste gigantesco número. Mesmo neste contexto, a rede é muito importante por ter sido a incentivadora da criação de diversas redes de acesso clandestino e, por ser a rede com a maior acessibilidade da internet, pois para adentrá-la basta apenas que o usuário baixe o discador no website do projeto.

Dentro de redes como o TOR, temos diversos fóruns e sites de discussões que os próprios usuários chineses criavam para interagir entre eles na rede, porém com o passar do tempo é que esta rede criou um aspecto mais negro, começaram a surgir fóruns, sites de compartilhamento e portais dos mais diversos assuntos. Pedofilia, assassinatos, necrofilia, esquartejamento, mutilação, satanismo, sequestro, prostituição infantil, tráfego humano, órgãos, drogas entorpecentes, armamentos, dados bancários e muito além do que a imaginação puder levar, destes crimes, apenas pouco mais de 31% que a polícia internacional (INTERPOL) sabe dizer que foram obtidos sucesso para encontrar os criminosos e, até os hacker Anonymous ajudaram a prender um dos maiores sites de pedofilia da rede TOR. A criminalidade é tanta que surge a dúvida se realmente é vantajoso o acesso à rede clandestina, pois na verdade os sistemas de buscas, governos e firewalls da rede fazem um favor à população ao cortar a visibilidade deste lado tão sombrio. Mas fica um gosto amargo e um pensamento ruim ao criarmos em nossas mentes como seria caso estes crimes fossem legalizados e, a internet fosse o mundo sombrio que é a Deep.

Os fóruns de discussão – A onda da máfia reunida em salas virtuais 

Como fora abordado anteriormente, o conteúdo criminoso da Deep encontra-se grande parte em fóruns, que são salas virtuais onde pessoas discutem determinado assunto. Dentro deste universo é mostrado crimes como tráfico internacional de pessoas, de drogas e diversos assuntos que poderíamos ligar à Máfia. Estes fóruns são responsáveis por diversos eventos internacionais, como por exemplo, um caso famoso na Alemanha, em que uma mulher que havia sido esquartejada, no julgamento do assassino, ele confessou que a vítima havia pedido seu assassinato e, inclusive, descrito como gostaria que fosse executado. Para provar, o homem mostrou para os policiais o site ao qual ela havia realizado tal proeza e, a partir deste dia foi constatado a existência da Deep Web para os policiais. Hoje fóruns como este de esquartejamento, canibalismo e muitos outros atos horríveis são comuns neste espaço da web, sendo que muitos se manifestam e marcam encontros, alguns cortam seus membros e enviam fotografias para que as pessoas possam ver e aprovar sua participação no clube. Um exemplo muito conhecido na rede TOR destes atos de canibalismo e mutilação é a página “Penis Panic!” em que é possível encontrar imagens de mutilação genital.

penis panic na deep web
Página inicial do site de compartilhamentos “Penis Panic!

Abaixo, dois dos catálogos da Penis Panic!. Algumas dessas imagens você já deve ter visto aqui no IÉB.

Catalogo Penis Panic

 

Catalogo Penis Panic 2

Todos estes fóruns e websites são encontrados com facilidade na rede TOR através de mecanismos internos de buscas e páginas que divulgam seus links, uma das mais conhecidas páginas por indexar todos os links da Deep Web é a famosa “The Hidden Wiki”, chamada assim por ser uma enciclopédia da rede TOR, pois contém todas as informações de sites que estão em funcionamento na rede e, exibe as notícias dos principais acontecimentos, além de possuir tutoriais e explicar algumas analogias usadas entre os frequentadores.

Página inicial da enciclopédia “The Hidden Wiki”
Página inicial da enciclopédia “The Hidden Wiki”

Adentrando cada vez mais por dentro desta rede, cada vez mais torna-se visível o lado podre da humanidade. Cada fórum de discussão possui um tema específico, ao qual teremos que tratar com singularidade, para que você entenda o quão maligno pode ser este lado sombrio.

Assassinos virtuais – De amadores até profissionais 

Dentro deste universo vemos muitos crimes hediondos serem praticados com consenso e, não podemos fazer nada. Um que chama muito atenção são os assassinos virtuais, onde estes criam seus websites ONION para divulgarem seus trabalhos e, o modo como é tratado o serviço é tão frio que, parece que estamos lidando com brinquedos. Os preços variam de acordo com a importância da vítima e, depende do assassino, pois cada um tem a sua tabela, mas sempre há a possibilidade para todos, pois como todos os profissionais dizem: “Sempre procuramos ser flexíveis quanto ao nosso cliente”. Bom, tendo um bom dinheiro, que mal tem? Fora os valores, alguns criam requisitos básicos para a característica que a vítima deve possuir, como por exemplo idade, sexo e etc.

Abaixo, páginas de assassinos de aluguel:

Assassino de aluguel

Assassinos de aluguel 2

Assassinos de aluguel

A moeda da Deep Web

Para que o negócio seja seguro, existe uma moeda interna e virtual na rede TOR chamada bitcoin. Bom, você já deve ter ouvido falar dela, não é mesmo? Pois bem, ela surgiu através destas redes clandestinas, pois era necessário uma forma de pagamento 100% confidencial, que não deixasse rastros, e foi assim que criaram a moeda virtual.

Banco de troca Bitcoin

 

Tráfego de pessoas – Parcele sua novinha virgem em até 12x

Até seria hipocrisia se faltasse esse tema, pois na rede TOR não há nada mais normal que encontrar um vendedor oferecendo pessoas ou até mesmo pessoas pedindo por pessoas, enfim, é tão comum como encontrar uma Coca-Cola no mercado. Por isso vemos em fóruns e websites mostrando pessoas desesperadas para comprar, inclusive o famoso “Black Market: Reloaded” (Famoso mercado virtual clandestino, conhecido como o melhor, podemos compará-lo à Americanas.com) vende serviços como este, mas é nos fóruns que encontramos negociações, pois ali as pessoas aproveitam para passar as informações, já que é um meio totalmente seguro e confidencial.

Abaixo, num Fórum de discussões gerais “Circle”, observa-se um vendedor oferecendo pessoas como produto:

Site Circle para discussoes gerais

 

 

Site Circle para discussoes gerais 2

 

Pedofilia – O cinema pornô dos mafiosos

Eu considero a pedofilia na Deep Web como um cinema, pois muitos websites criam um padrão repetitivo de qualidade, por exemplo, o OPVA (Onion Pedo Video Archive) que é o maior do gênero, possui como critério receber apenas vídeos de erotismo, onde a penetração em si não é muito frequente. Mas o que quero dizer é que, os pedófilos são pessoas totalmente seletivas que não sentem prazer somente em ver crianças em si, mas sim ver toda uma produção desenvolvida para mostrar toda uma arte por trás e, cada site tem uma característica nisso.

Abaixo, páginas da OPVA:

Se já não basta sites como estes onde podemos encontrar imagens de crianças sofrendo abusos sexuais, encontramos também outros sites usando crianças contendo rituais e fetiches muito bizarros, por exemplo, temos como exemplo um grupo de pedófilos que sentem prazer em engravidar garotinhas com a idade entre 4 a 6 anos, para posteriormente acompanhar a morte destas crianças, que não tem capacidade de aguentar um parto. Para que este ato seja possível, os psicopatas utilizam um medicamento para iniciar a puberdade mais cedo nestas crianças. Acredite, essa desgraça é possível. Veja a galeria abaixo e se choque:

Drogas entorpecentes – De Cannabis à LSD

Onde essa matéria vai parar? Onde a Deep Web para? Não sei responder sua pergunta, mas de pedofilia à carnificina, não é novidade um pouco de drogas no meio né? Saiba que na rede TOR este mercado tem até uma categoria própria para ele, pois é enorme na Deep, você encontra fotografias das mais diversas drogas e, escolhe a maneira de entrega (quanto mais caro maior a segurança). A entrega é realizada no maior sigilo e, eles garantem que nenhum policial irá rastreá-lo, será?

Abaixo, um famoso mercado de entorpecentes da Deep:

Famoso mercado de entorpecentes censurado

Pirataria e clonagem

Podemos dizer que um clone de um produto seria uma pirataria, então um clone humano seria pirataria também? Bom, na Deep é possível encontrar um website onde oferecem serviços de clonagem humana, mas especificamente, ‘pirateiam’ a pessoa por um determinado valor. Além de humanos os caras de sobra oferecem uma clonagenzinha de produtos, ou seja, vários produtos piratas para você vender, comprando direto da ‘fonte’.

(Update 05/02) Pessoal, quando digo “Clone humano”, não digo sobre um clone genético, um “gêmeo”. Estou dizendo de clonagem de informações onde você pode vir a se tornar outra pessoa, conquistando seu nome, documentos, posses e tudo mais. Sacou? Tem muito nego viajando aí!

Mercado de clones humanos Mercado Varejista de produtos piratas

O interessante é que o responsável garante a clonagem, dizendo até que possui mais provas. No caso da pirataria, sites como o Pirate Cove oferecem produtos em grande quantidade para lojistas, tudo muito anônimo.

Ceitas satânicas desconhecidas – Exú pra cá, Exú pra lá!

Também é muito comum na Deep alguns portais de ceitas satânicas, inclusiva pode-se encontrar bíblias dirigidas ao exú. Estas ceitas são muito seguidas e, em países em que ela é barrada vemos um grande nível de aceitação, conforme algumas pessoas se manifestaram na rede. Dentre os adoradores, estão documentos mostrando como estas pessoas devem buscar conhecer melhor seu suposto ser superior. Abaixo, um trechos de uma bíblia satânica. Entre os docs, até mesmo “O Anticristo” de Nietzsche pode ser encontrado:

 De meros crimes à grandes ideias

Para não deixar você totalmente com raiva da Deep, saiba que, sites como o WikiLeaks (famoso site que divulgou documentos sigilosos do governo dos EUA), Anonymous e The Pirate Bay surgiram na Deep Web, pois, como estavam nascendo e precisavam de força, eles usaram um meio mais seguro para trazer seus projetos para a internet e, depois levar à Surface Web. Detalhe que quando o WikiLeaks estava na Deep Web, o governo dos EUA não ligava para eles, mas assim que passaram à Surface Web, tornou-se um grande empecilho ao governo e assim que surgiu a guerra.

Material inusitado

Soa meio ridículo, mas saca só: Existem páginas na Deep que se dedicam a postar fotos de famosos nús. Famosos de verdade, tipo o Bieber e etc:

Site de celebridades nuas

Abaixo, outros prints variados:

Mercado negro de entorpecentes e de máquinas ilegais de cartão de crédito:

Mercado negro de Cartões de crédito, contas bancárias, documentos falsos, produtos roubados e até passaportes:

Para finalizar, os níveis da Deep Web:

Berigie Web: A famosa Deep Web, onde se utiliza a TOR para ter acesso, dividida em duas partes: sites comuns como Hiddem Wiki e HackBB e sites restritos e de grupos fechados

Marianas Web: O divisor de águas entre a Deep Web conhecida e a Deep Web mais anônima e oculta, onde se encontram as pessoas com um conhecimento mais avançado em computação, os verdadeiros hackers, crackers, bankers e etc. A partir desse ponto a coisa fica mais tensa, e essa parte pode ser dividida em três levels, que seriam:

  • Level 1: vídeos e documentos governamentais, sendo uma rede fortemente criptografada e segura;
  • Level 2: poder monetário em jogo, onde se negociam bilhões de dólares
  • Level 3: controle tecnológico global, documentos relacionados a computação quântica, elites de hackers, onde se conquista poder e dinheiro.

Há teorias que dizem que a Deep pode ter de 8 a 10 níveis, mas não se sabe exatamente por falta de acesso.

Por último, dezenas fotos “bizarras” e sem explicação lógica encontradas na Deep Web, que são, no mínimo, perturbadoras:

Fotos da Deep Web (Não sei por que, mas o Wodpress insano adicionou outras fotos de outros posts nessa galeria. Mas ao clicar para ver a imagem grande, você perceberão que se tratam de outra imagem. Enfim, merda de sistema! Vou procurar resolver isso depois):

0

Por hoje é “só”. Em breve, um segundo post “Desvendando a Deep Web”.

Comentem!

Written by Danibrowser

Fundador do IÉB, o administra desde 2007, e não viu nem 1% da bizarrice do mundo.

Comentários