Fórum IÉB

Lábio leporino (ou fenda palatina)

lábio leporino é uma anomalia que consiste numa má formação do bebê que acontece durante a quarta até a décima semana de gestação, ocasionando uma fissura entre o nariz e a boca. Essa má formação tem diversos níveis e varia de uma pequena fenda até mesmo a separação total do lábio superior no nariz até a boca, variando de leve a severo.Não esqueça que os estudos comprovam que 50% das crianças que nascem com lábio leporino também apresentam a fenda palatina que é quando o céu da boca também não se fecha. Essas duas anomalias podem acontecer juntas ou separadas, e afetam uma a cada 700 crianças, sendo mais freqüentes entre crianças asiáticas e índias americanas. Nas crianças afro-americanas a incidência de casos de lábio leporino é significativamente menor. É importante mencionar que crianças que nascem com lábio leporino ou fenda palatina não apresentam necessariamente nenhum outro problema físico ou mental.

Causa

Causas da incidência do Lábio Leporino ou Fenda Palatina

As pesquisas médicas e cientificas acerca das causas que ocasionariam essa má formação no feto foram infrutíferas, e ainda não se conhecem as causas que justifiquem essa anomalia, entretanto há evidencias que indicam que o problema acontece preferencialmente em famílias que tem em seu histórico outros casos, seja no pai ou outro parente próximo, também a possibilidade de se ter dois filhos com o mesmo problema também existe. Fatores ambientais, tais como drogas, remédios, fungos, produtos químicos, deficiência de acido fólico e outras vitaminas podem interferir no fechamento normal do palato e também no desenvolvimento dos lábios da criança.

Lábio Leporino

Acima, caso extremo. Esse bebê, foi abandonado pela mãe.
Abaixo, outras imagens da mesma anomalia, em diferentes graus:

Detecção e correção

Hoje em dia, graças ao avanço da tecnológia e aos modernos aparelhos de ultrassom já é possivel diagnosticar o lábio leporino ainda antes do nascimento, assim os pais podem ser preparados para receber a criança e também orientados sobre o tratamento. Tão logo a criança complete 5 quilos, e apresentando boas condições de saúde e beleza a primeira cirurgia corretiva pode ser realizada. A cirurgia do palato no entanto só pode ser realizada depois do primeiro ano da criança.

Foto
Fonte das informações sobre a anomalia: CulturaMix – Saúde

Comentários!

50 Comentários nesse post. Comente!

  1. A primeira criança foi um caso extremo mesmo hein…

    parece q levou um tiro na kara..

    Fóda ter q esperar um ano pra cirurgia..

    Franzé Santos / Responder
    • Foda é ler seu comentário : Tiro na cara é bem pior meu amigo, devia ter + cautela ao escrever essas besteiras! Tenho lábio leporino e esse tipo de piada nunca ajudou em nada! Reflita por fvr…..obrigado

      Rogério / (in reply to Franzé Santos) Responder
  2. lamentável mesmo.. pior é ver essas crianças nascendo com essas dificuldades, e ver outros tongos (tipo hemos) se torturando. se cortando e se machucando pq a vida isso, pq a vida aquilo.

    Nazareth / Responder
  3. Eu tinha visto essa última foto da menina em um outro site, tem tempo isso, mas não tinha entendido o significado, pensei que até fosse um acidente.

    Legal, ótimo poste!!! ^^

    Elvis / Responder
  4. Pois é, a maioria nasce com lábios perfeitos, mas só usam para proferir tolices e fazer nojeiras!

    Cinthia / Responder
  5. Um amigo meu nasceu assim mais hoje ele so tem uma pequena cicatriz e uma voz um pouco fanha

    Vitor / Responder
  6. que coisa trsite,

    o pior ainda é a mulher que dis ser MAE abandonar a criança….

    mais tomara que de tudo certa pra nene, ela merce né gente !

    ele eh mt lindo, o defeito não mudou a bleza dele bjuuus

    Stele / Responder
  7. Tão triste ver isso.. Pior são crianças que não tem acesso a cirurgia, por serem muito pobres e vivem assim durante toda a vida.. E a gente reclama de tão pouco às vezes…

    Carolinne / Responder
  8. eu nasci com lábios leporinos e fiz a cirurgia com +/- 1 ano de idade,tenho uma pequena cicatriz na boca q hj em dia nao me incomoda em mais nada,mas so quem teve esse problema sabe como q é principalmente na infância…

    eduardo / Responder
  9. mas é CLARO que é mais freqüentes entre crianças asiáticas

    roger @FuckDatCheat / Responder
  10. vou contar uma coisa prá vcs… tenho um filho que vivia internado por ter sérios problemas de saúde, e num desses internamentos conheci o Cauê, uma criancinha com essa anomalia que conquistou meu coração, era uma coisinha mto fofa, mto engraçadinho . Ele tinha mais de 1 ano na época, mas não tinha conseguido fazer a cirurgia pois não tinha os 5 kg ainda, tadinho, além de ter a doença ainda sofria com desnutrição. Hj acredito que já tenha conseguido fazer e esteja tudo bem com ele.

    DaniCPV / Responder
  11. caraca em….. essas coisas fazem a gente pença bastante

    fernandinho enigma t / Responder
  12. nossa uma mae pra abandona uma criança assim é uma cadela

    ops nem animais fazem isso desculpe me animais

    mais ela é uma vadia

    jhonathan / Responder
  13. Essa anomalia não acontece apenas com humanos. Minha cachorrinha pequinês cruzou com o filho dela e os 3 cachorrinhos nasceram com lábios liporinos , infelizmente todos os filhotes morreram.

    Brigitte / Responder
  14. O pior disso tudo é uma criança nascer com uma dificuldade dessas, precisando de apoio e o precioso afeto, ainda mais qdo bebê, época em que a criança é puro sentido e ser abandonado por uma mãe fraca e covarde… Isso me parte o coração, se eu pudesse e tivesse meio cuidaria de todas essas crianças abandonadas e judiadas, independente de suas condições físicas.

    Érica / Responder
  15. eu ja tinha visto esta doença em algum outro local

    ainda bem que a medicina esta avançada mesmo !!!

    acompanhantes / Responder
  16. eu tenho labio leporino, fiz cirurgia pra fechar o labio com 3 meses de idade e tenho meu labio perfeito apenas com uma pequena cicatriz

    nunca sofri nenhuma dificuldade em conta disso…

    Klaus / Responder
  17. o problema é que tem muitas vadias que dao pros filhas da puta, e nenhum dos dois assume so porque o coitado do bebe nasceu com uma deficiencia, ele nao tem culpa desse caralho todo nao, mas sempre vai te uma vadia que vai da a xota e larga depois.

    ESSE MUNDO TA FODA CARALHO !

    yan cesar sa / Responder
  18. abandonar o bebe por causa disso velho???? pqp

    se fosse ictiose eu ate entendia mas so o labio rachado,e sacanagem da mae ai

    alexandre / Responder
  19. tadim…. :(

    dannycosta / Responder
  20. isso me lembrou do hassan

    em "o caçador de pipas"

    atriosjc / Responder
  21. o loko 1 ano sem visitar o ieb nossa ta super 10 parabens

    GRIGO / Responder
  22. Meu amigo tem isso e ele é normal hj.

    felipe / Responder
  23. gatão…gostoso…tesudo…maravilhoso…vem ser meu dono paixão…beijo

    july / Responder
  24. Os lábios leporinos não são tão graves,porque da para realizar cirurgia plástica ,eu já vi no Dr Holywood,o rapaz que foi operado ficou muito bem depois.Gostaria que todas as doenças fossem assim,que pudessem ser tratadas com cirurgias.

    Viviane / Responder
  25. eu tenho fenda palatina e é diferente de labios leporinos fenda palatina é por fora fenda palatina é tipo o céu da boa aberto não é amesma coisa

    Pâmela / Responder
  26. eu tenho uma amiga q nasceu com o problema em um lado, hoje ele é locutora de radio, tem uma bela voz, mas conheci outras pessoas q ficaram muito fanhas, se tratam com fonodiologas.

    LeZk / Responder
  27. Olha depende muito do grau de má formação…Eu nasci com labio leporino bilateral e sem o ceu da boca,tenho 27 já fiz 21 cirurgias e ainda falta umas 7…to feliz da vida…quem me ve hj não fala que tive labio leporino..me sinto feliz por ter nascido assim …tem tantos problemas que muitas das vezes não tem reparo ou alguma forma de melhorar aquela deficiencia..Procurem o hospital centrinho de bauru..Lá vcs veram que tem casos bem mais complicados do que o labio leporino..Se alguem quiser entrar em contato ..fique a vontade..

    Abração

    José Luis Ber / Responder
  28. minha sobrinha nasceu hj (25/03/2012) com labio leporino… estamos desesperados, não sabemos o que fazer nem como agir… já tenho um outro sobrinho que nasceu com má formação congenita ele tem os pesinhos tortos e finos . vai ser muito dificil de ele conseguir andar e se algum dia ele conseguir … e agora nasce a Maria Eduarda com labio leporino…. ela tem outra deformações tb mas só vamos saber dentro de alguns dias….

    ALGUEM ME AJUDE……

    daiane / Responder
  29. olha eu tenho labio laporinio,e posso te dizer que em casos raros (eu) a pessoa não fala fanhoso,tem um português lindo e as cicatrizes parece quem não tinha a doença tenho 14 anos ,e gostei do post parabens

    fabiano / Responder
  30. olha se vc mora em campo grande ,lá mesmo tem centros para pessoas assim eu mesmo fui lá e eles te tratam muito bem ,vc sai de lá maravilhosa e contente,pode crer ,e em bauru tambem fofa tem um centro lá fazem as cirurgias ,em junho vo fazer minha ultima cirurgia,e posso te dizer que eles fazem um otimo trabalho

    fabiano / Responder
  31. minha filha tem fenda palatina e labios lipurinos os labios ja se fecharam ms o nariz ainda tem que refazer uma plastica pra levantar e vai acabar de fechar a fenda palatina me ela é super saudavel,amorosa e carinhosa é inteligente e nau par um segundo sequer brinca o tempo todo e fala muito ela é demais e me ensina muita coisa da vida ela é uma filha super especial pra mim é coisa de deus mesmo eu aprendo muito com ela …..por isso eu digo isso nau é nada em vista de outras coisas por aiii o importante é cuidar e prosseguir a vida ,……

    alessandra rossi / Responder
  32. Olá, para todos

    Tenho um filho que nasceu com fenda palatina, hojé ele está com 11 anos, passou por 2 cirurgia, tudo é muito difícil mais não é impossível, algumas vezes essa má formação vem acompanhadas de outras, por isso é que devemos ter todo acompanhamento como por Ex: Fono, Odonto,Cardiologista,Neuro,Ortopedista e psicoterapeuta, possso garantir é muito importante. O meu filho foi operado no Hospital do Fundão no RJ com o Dr. Diogo, ele é muito bom.

    Caso queiram saber mais alguma coisa entrem em contato.

    Um grande abraço, e tenham fé em Deus.

    Sonia- Nova Igua&cce / Responder
  33. eu tenho iss ono meu lábio =(

    Dynamite07 / Responder
  34. Não é doença!Preste mais atenção antes de fazer um comentário desses,pois nós portadores desse problema não somos doentes ,ou coitados…..mais sim DEFICIENTES

    Echeley / Responder
  35. Não devemos sentir pena das crianças terem esse tipo de problema,deficiencia.São crianças que vão ter todo cuidado necessário para sua recuperação,pois existem centros hospitalares especializados nesses casos,onde tratam cada criança como se fossem a única do mundo.Além de dararem uma opção a elas de terem uma vida normal,acompanham os pais e se necessario os encaminham acompanhamento psoclogico.Hoje,a nossa sociedade é preparada para dar suporte a todos os portadores de qualquer deficiencia,as campanhas pela quebra de preconceito,inclusão social estam ocupandam seu lugar de destaque,fazendo muita diferença na vida dos deficientes e de pessoas de bem,do bem como vcs.Alguns,até se revoltaram com a mulher covarde que abandonou a criancinha.Amigos,muitas mulheres e homens não tem capacidade de cuidar nem mesmo de si,quantos mais de um filho….certamenete essa infeliz faria isso de qualquer maneira,não pensem vcs que foi pelo fato da criança ter problemas de má formação,nem todas as mulheres nasceram para ser mães!Quando a gente é MÃE aceitamos e amamos nossos filhos como são,se preciso for buscamos no céu,terra e mar a cura para seus problemas,suas doenças…damos nossa vida.Sou mãe,não uma maldita parideira!

    Sou portadora de parte dessa deficiencia,minha familia sofreu muito,pois fui muito humilhada na escola e cheguei a tentar me suicidar por isso,minha familia conviveu anos com a discriminação,curiosidade das pessoas,pois eu era muito bonita e aparentemente normal….eu nunca mais consegui esquecer de palavras,frases que repetiam incansavelmente quando me viam:"Coitadinha,pobrizinha…abre a boca deixa eu ver..ooooo!!!!!!!!!!"Até hoje 28 anos depois,tenho pesade los com isso….para tentar amenizar minha dor fiz uma cirugia,não muito satisfatória pretendo fazer outra,para corrigir a fanhice na voz e terminar minha faculdade de Direito,pois como disse agora dá com a nossa inclusão na sociedade e as novas leis ,tudo tem limite.Na verdade para pessoas boas como conheci aqui não precisam de limites apenas os que se acham perfeiros,acima do bem e do mal"sumidades".Dificuldade é para ser vencida e barreiras quabradas,mais só pelos fortes!Me desejem boa sorte moçada boa!

    SOL / Responder
  36. Em Joinville tem um hospital gigante foi feito a poucos anos para dar suporte a família e a portadores dessa deficiencia,enrte outras.Ele é muito bom,soube que vem pessoas do Brasil interiro para fazer tratamento aqui,eu fiz duranta um tempo são mais de 5 profissionais que nos atendem por sessão.Procure uma assistente social de sua cidade conte o caso de vcs,ao menos aqui elas encaminham para o lugar adequado ao tratamento…vou fazer a segunda plástica lá,a primeira foi particular com um grande cirurgião,excelente pessoas…. ele já trabalhou lá,foi secretário da saúde de JLL é amigo de todos do hosplital.

    Se precisa ainda, estou ao seu dispor mais fique calma!Boa sorte!

    sol

    SOL / Responder
  37. oi fabiano , entra em contato comigo , pois tenho uma filha que nasceu com labio leporino bilateral , já comecei o tratamento mais gostaria de conversar com alguém que nasceu assim , pois onde faço o tratamento dela só encontro com pessoas muito pequenas e dificilmente alguém com 14 anos , tenho medo do preconceito que ela possa a vim sofrer . meu imail é [email protected] – Obrigada

    karlla / Responder
  38. Tenho 27 anos e nasci com Labio Leporino, faço tratamento até hoje.
    Não sou fanho, já fiz 08 cirurgias na boca, espero fazer a minha ultima esse ano.
    falta apenas a cirurgia plástica do nariz. Faço tratamento em Bauru. Centrinho.

    André / Responder
  39. ola ,deus me permitiu passar por esta situaçao duas vezes,tenho uma filha linda de 13 anos que nasceu com labios leporinos e fenda palatina ,e perfeita a cirurgia ,ficou apenas uma leve cicatriz ,ela fala perfeito ,depois de onze anos gamhei mais um presente de deus minha outra filha de dois anos tambem nasceu assim,ela ja fez 3 cirurgias esta perfeita ,e faz zfono para auxiliar a fala,qqr duvida estou a disposiçao para ajuda-los
    adriana

    adriana / Responder
  40. Bom dia .
    Não gostei do nome (Isso e bizarro)BIZARRO e quem fez este site sou mae do guilherme e ele nasceu com labios leporinos hoje ele tem 7 anos e olhando seu site fiquei muito triste porque so pelo nome mostra o quanto são preconceituosos .

    simone / Responder
    • Cara Simone:

      Gostaria de aqui deixar nosso ponto de vista:

      “Bizarro” < -> Incomum, fora do normal, não-cotidiano.

      Fazemos o site com o intúito de mostrar as pessoas as situações, comportamentos, atitudes e consequências de situações de risco, e com este fim, orientá-las sobre um mundo que não é “cor-de-rosa” como muitas pessoas pensam. Nesse sentido, mostramos o que a tevê não mostra: As consequências desastrosas de beber e dirigir, entre outros. Seria “preconceituoso” (segundo algumas opiniões) se nosso site fizesse matérias APENAS SOBRE deformidades infantis e ainda mantivéssemos o termo “bizarro” no nome, mas ainda assim o termo não estaria “inadequado”. Contudo, Espero aqui ter manifestado minha opinião, que em uníssono demonstra o pensamento de toda a equipe do website. Caso a senhora sinta-se constrangida e mesmo após nossa explicação, achar que é inapropriado, por favor entre em contato, e após análise, retiraremos o material do ar.

      Não obstante, aqui está nosso institucional: http://www.issoebizarro.com/blog/entenda-o-issoebizarro/

    • Oi Simone, concordo com vc. Tenho LL e confesso que não consegui compreender o intuito desse blog. Ou pelo menos as justificativas não explicam a sua razão. Não sei em que ponto mostrar a tragédia alheia te/me/nos torna capazes de enfrentar o mundo. O gosto pela tragédia é uma doença (psicopatologia), e de fato gosto é como pescoço. Cada um se alimenta do que bem entende. Mas, de boa, o mundo está transbordando de gente ruim, preconceituosa e tapada das idéias. Faz isso não fio!!!

      Camila / (in reply to simone) Responder
  41. Sou portadora de labio leporino e fenda palanita e de cara brochei ao me deparar com o fato de um problema tão complexo e que gera tanta dor aos portadores e familiares ser apresentado como uma das categoria “bizarras”. Putaquepariu! Era para ser um freak show?! Ou eu não entendi o conceito do site? Bizarro para mim é o comportamento de repulsa, nojo, aflição, medo e infinitas possibilidades da mente pobre e podre de muita gente. Bizarro é continuar perpetuando esse tipo de show sobre as mazelas alheias. Repulsivo é saber que tem gente se alimentando da tragédia do outro. Isso explica porque os abutres e vermes (pobres criaturas) tem seu lugar na cadeia alimentar.

    Camila / Responder
  42. Nasci com esse problema fiz 9 cirurgias teria que ter feito mais 2 meu psicológico não me ajudou hoje tenho uma saúde normal mais o dificil e o preconceito as piadinhas estou desempregado já achei algumas oportunidades de emprego mais fujo de lugares que tem muitas pessoas infelizmente hoje sou uma pessoa infeliz vivendo apenad esperando o dia de sair desse mundo para viver finalmente em paz .

    flavio / Responder
  43. Realmente não é legal um artigo desse em um blog chamado “isso é bizarro”, mas compreensível. Embora eu tenha esse problema, concordo que é “bizarro”, estranho. É interessante ver que estão falando mais sobre o assunto, uma vez que é super necessário que se fale para que talvez um dia deixe de ser algo tão estranho para as pessoas. Aqui no Brasil a ocorrência desse problema é frequente, e por isso o conhecimento sobre essa deficiência deveria ser maior, para que as pessoas fossem menos estúpidas e preconceituosas com quem nasce assim. Tenho 18 anos, já fiz 9 cirurgias -sendo a primeira com 3 meses-, falo corretamente e hoje ninguém diz que eu tenho fissura lábiopalatal, ficou apenas uma cicatriz. Eu sempre tive e continuo tendo uma vida social muito boa, claro que ja teve algumas pessoas babacas, mas em geral tive muita sorte. Creio que o pior nesse caso seja o psicológico, tanto quanto dos pais como o da criança. Pois para o físico há reparação, o problema é a aceitação, o auto-preconceito. Eu mesma não me aceito bem e tenho pavor de pensar na possibilidade de ter um filho do mesmo jeito, não por preconceito, mas porque eu não quero que passe pelo o que eu passei, pelas tantas cirurgias que eu fiz, pelo pouco caso de muitos médicos, entre outras coisas. A fissura é dentre os problemas o menor, porém ainda assim é muito triste para quem tem e para os pais verem o sofrimento do seus filhos.

    Rayssa / Responder