Livra-nos do Mal

Síndrome de Tourette

Síndrome de Tourette é uma desordem neurológica ou neuroquímica caracterizada por tiques involuntários, reações rápidas, movimentos repentinos (espasmos) ou vocalizações que ocorrem repetidamente da mesma maneira.

Esses tiques motores e vocais mudam constantemente de intensidade e não existem duas pessoas no mundo que apresentem os mesmos sintomas. A maioria das pessoas afectadas são do sexo masculino.

O início da síndrome geralmente se manifesta em sua infância ou juventude, eventualmente atingindo estágios classificados como crônicos. Porém, no decorrer da vida adulta, freqüentemente, os sintomas vão aos poucos se amenizando e diminuindo. Mesmo assim, até hoje ainda não foi encontrada uma cura para a Tourette. Tratamentos médicos existem para amenizar os sintomas da síndrome, porém, o consenso entre os profissionais da área é que os tratamentos precisam ser individualizados por causa das sempre presentes conseqüencias adversas da receita e aplicação de medicamentos.

Abaixo, uma matéria, dividida em duas partes, de um programa americano, que explorou melhor o assunto:

Foi uma dica da leitora Júlia M.

Parte 2:

Assista aqui

Como seria, você, viver com essa ingrata doença?

ps¹; Aê, eu sabia que vocês ainda estavam aí… Ficam se fazendo de difíceis né? Só foi pedir por comentários, e olha só! Obrigado pelo apoio, pessoal, e lembrem-se, os novos autores precisarão desse mesmo! Abraço a todos, boa semana ;D

0 Comentários nesse post. Comente!

  1. Lembrei do desenho South Park… Tem um episódio chamado "Le Petit Tourette", que fala dessa síndrome. :D

    Andressa / Responder
  2. Triste…

    Ótimo post.

    Anderson / Responder
  3. Muito legal a matéria. post assim é que fazem o IEB ser diferente.

    Helton / Responder
  4. nossa dever ser muito insuportavel

    Rafael / Responder
  5. O famoso tick nervoso.. hehehe interessante!

    Legolaz / Responder
  6. Fodalhona , deve ser foda viver com uma doença que não tem cura .

    Marcelo / Responder
  7. essa sindrome deve ser + dificio para as crianças.

    mr maluco / Responder
  8. Obrigada por aceitar minha sugestao. =)

    Julia M. / Responder
  9. Achei muito interessante o post. É bizarro e ao mesmo tempo é legal saber essas coisas, o preconceito deriva muitas vezes da falta de informação. Vlw IEB ;D

    R.R.Neto / Responder
  10. lembro de um amigo meu que tinha essa doença mas faleceu em um acidente!!!!

    legal meu primeiro comentário no isso é bizarro

    wellington / Responder
  11. interessante , vai se bom pra refletir já que tenho 13 anos e n do valor nada ._.

    Barbara .-. / Responder
  12. Atendi um cliente aqui na empresa que tem, bem foda isso aí, ele se tremia todo, mexia a cabeça, fungava, tossia e até arrotava.

    Triste…

    falow

    bom vídeo

    André V / Responder
  13. Eu pisco os olhos e aperto os dentes ao mesmo tempo…desde os 12 eu faço isso, e hoje tenho 21. Tenho dores de cabeça fortíssimas. :(

    Maaaay / Responder
  14. Bizarro , porem lamentavel criancas terem que lidar com este tipo de situacao.

    Mas acredito que essas , serao mais maduras.

    Teago / Responder
  15. eu tenho um amigo assim,ele tinha treze quando eu o conheci,hj com 15,ele ja ta praticamente "curado",ainda bem (;

    mandaram bem no post moçada XD

    aguardando mais acidentes se puderem ^^

    Tolenta / Responder
  16. Parabéns pelo post.

    Deve ser muito triste, especialmente quando se é criança… crianças podem ser muito cruéis umas com as outras, procuram motivos banais pra implicar imaginem quando se tem uma sindrome cmo essa? ^^

    Agatha / Responder
  17. Deve ser MUITO díficil ter essa doença.

    Muito bom post IÉB, um abraço de portugal.

    Martin / Responder
  18. Me lembrou o comercial do twix …

    "Chocolate, Caramelo … Biscoittoooo !"

    Tensoo !

    Diogo / Responder
  19. Sou enfermeira há 16 anos e tive o prazer de conhecer pacientes com essa patologia. Infelizmente além de não ter cura, os pacientes precisam aprender com a pior parte: o preconceito que muitas vezes existe dentro de sua própria casa. O preconceito é a pior doença da humanidade e mais incrivel é que essa sim tem cura, mas o ser humano ainda não tomou a dose de remedio mais importante: o amor e a humanidade entre todos. Parabéns pela postagem.

  20. Complicado! mas é a vida! metal! lml

    Hammerhead / Responder
  21. caraca ePOIAHeoiHAEoiAH eu me descobri nesse post xDD

    quando eu era criança eu tinha alguns desses tocs… tipo, eu TINHA que balançar a cabeça pro lado, parecia q o meu cabelo estava em cima dos meus olhos, encomodava demais xDDD minha mãer chamava de "cacuete" era engraçado kk

    outra também q eu tinha e vi que pelo jeito nao era o unico era quando andava, na rua ou calçadas nunca querer pisar em rachaduras, ou mesmo linhas no piso… era estranho mas eu nao podia evitar sabe.

    nao sabia que iosso afetava outras crian̤as, e ṭo comumente assim, tenho 19 anos agora e como diz a mat̩ria, vai amenizando mesmo, mas uma vez ou outra eu as vezes do uma balan̤ada na cabe̤a ainda haha, pensando assim nao sei como meus coleguinhas de classe nao tiravam sarro dessas manias, acho que eles focavam em meu sobrenome РComochina Рdeixando meio de lado esses TOC's

    ManoDinis / Responder
  22. fods mesmooooo!!!

    joel / Responder
  23. O mais difícil de doenças como esta é a aceitação da sociedade.

    Não sabemos lidar com o que achamos diferente, então humilhamos e mal tratamos ao extremo.

    Mariana GAO / Responder
  24. uma doença muito interessante e cruel, ainda mais para as crianças. mas, infelizmente, temos que lidar com nossos demônios, certo?

    ótimo post. ;)

    mariina S. / Responder
  25. ManoDinis falo td xD

    tinha esses TOCs qndo era menor, tipo pisar no branco,

    n pisar na linha, fechar torneira, porta, mas tudo isso foi

    desaparecendo aos poucos. Eh bom divulgar essas coisas!

    abraços

    Hashguy / Responder
  26. muito triste… as vezes reclamamos de cada coisa fútil… temos que ver coisas assim pra valorizarmos o que temos

    Lucas / Responder
  27. vdd devemos nos valorizar em vez de reclamar por tanta bobagem…

    agente sempre ve esses espasmos , vocais tambem , em filmes e tals… nunca vi uma pessoa que tinha antes , é .. bom pra refletir mesmo esse post.

    ^^.

    bia.. / Responder
  28. Nossa otimo post!

    Eu tenhu TOC, e sim como os comentarios acima é algo muito perturbador para uma criança e mesmo para um garoto na entrada da puberdade!

    È algo que vc não consegui controlar, é uma ansiedade brutal!

    Eu descobri que eu era diferente mesmo, quando eu tinha uns 11 anos, eu sempre tive essas manias, mas elas ficaram estremamente desagradaveis na entrada da minha adolescencia.. È algo como os garotos falaram, ou vc faz, ou eu mato vc.

    Sim esse tipo de medo que da, uma sensação de perda… de morte.

    Hoje tenhu 18 anos, e sim meus tiques praticamente acabaram, na realidade eu tenhu alguns ainda, mas nada que alguma pessoa possa identificar como um garoto diferente.

    As veses tenhu recaidas, quandu fico muito ansioso. Mas é issu otimo post continue assim!

    Xitao / Responder
  29. Sinistro isso dai mano…

    Muito legal a matéria. post assim é que fazem o IEB ser diferente. +1

    @LucasWoof / Responder
  30. Muito estranho, nunca tinha ouvido falar dessa síndrome!

    Alexandre / Responder
  31. poxa q triste =

    como sera q eles dormem ? AUHEUHAEHUE =X

    PS:sou leitor do ieb a muito tempo, mas realmente nunca tive o interresse de comentar, mas ja q isso faz tanta diferença pra vcs " postadores " aii vai o meu agradecimento AUHEAUHEAHE ótmo trabalho e continuem assim !

    Kevã&A / Responder
  32. 'os sintomas vão aos poucos se amenizando e diminuindo'

    Creio que esteja equivocado… Tourette é uma doença degenerativa e só piora.

    Eu tive um amigo com essa síndrome. Infelizmente ele não suportou e cometeu suicídio.

    Sua determinação à preferir a morte era tão grande que ele deu um tiro no próprio peito, provavelmente ficou agonizando e deu outro na cabeça.

    Bruno / Responder
  33. não é 'um programa americano', é OPRAH o-o

    Eduarda / Responder
  34. fodao em, !

    Chumbin / Responder
  35. Tourette's tabém é uma Música do Nirvana ;D

    Anderson / Responder
  36. como prometido, irei continuar a comentar a cada post q gostar.

    achei meio fraquinho mas interessante,nao fazia ideia da existencia desa doença.otimo trabalho

    Leon / Responder
  37. Parabens pelo post….espero que alguns idiotas que curtem tirar sarro das pessoas leiam, entendam e se sensibilizem!!

    abrassss IEB

    green / Responder
  38. caramba, dou graças a Deus por ser "normal".

    eduardo / Responder
  39. se n me engano Basshunter tem essa sindrome…

    to c preguica de ver na wikipedia…

    Aperage / Responder
  40. É impressionante a maturidade demonstrada por essas crianças portadoras de Tourette.

    Eu já tinha visto documentários sobre a síndrome antes, e sei que em tempos remotos os doentes eram confundidos com pessoas possuídas por maus espíritos e, na maioria das vezes, acabavam sendo queimados vivos. =(

    Letícia / Responder
  41. Curti a matéria. É foda a galera ficar zuando quando eles nem tem culpa né :/

    E quanto aos comentarios, tamo aqui pra tudo ;)

    Ana / Responder
  42. eu tbm tinha os tic tic nervoso , ficava o tempo todo tentando soltar uma segunda voz , e mordia o canto inferior dos labios e contorcia muito os meus dedos , isso quando criança , hj com 37 anos eu ainda mordo os labios e continuo contorcendo os dedos , mas graças a DEUS a mania da segunda voz eu parei kkkk e convivo hj com o resto numa boa e até brinco com meus amigos que se eles ficarem me tirando vao pegar o costume hihouhoihuihouihuhiuhihiu….agora tenho que observar mais atentamente os meus filhos , pois como o garoto disse isso é hereditario ….

    jaksonabe / Responder
  43. Ótimo post, o IÉB tem sempre alguém com estas sacadas geniais! É isso aí esclarecedor, e emocionante a determinação destas crianças!!!

    Márcio / Responder
  44. Me lembrou o comercial do twix …[2]

    Eu ri…. Mas foi sem querer..

    Isso me torna uma má pessoa? D':

    Mas isso foi só no começo, porque eu não tinha visto a gravidade desse síndrome.

    E ainda tem gente que reclama só porque é gordinho ou porque as pessoas não o acham bonito… -_-''

    Dá vontade de dar um soco na cara dessas pessoas.

    Michelli L. / Responder
  45. Eu acho incrível assuntos sobre patologias neurológicas, adorei o post! Já acho desagadável minhas crises de ansiedade, imagino como essas crianças não devem se sentir…

    syh / Responder
  46. Putz, meus tiques tem nome, dessa eu não sabia.

    comecei com eles aos 17 anos, agora tenho 23 e tenho mais tiques que antes. quando criança deve ser foda aguentar zoaçao.

    eu ja tinha a cabeça mais formada quando começaram os tiques, entao pra mim nao foi problema, tanto que nunca esquentei do pessoal falar e ate dou risada deles junto.

    em tempo…

    Me lembrou o comercial do twix …[3]

    CARAMEEEEELO!

    abraços galera!

    Jovem / Responder
  47. Lol eu tenho isso =O eh muito ruim…eu me jogo coisas no chão as vezes o_o por isso eu soh uso copos de plastico ._. as vezes eu tbm me jogo no chão mas é mais raro…

    tin / Responder
  48. Meu nomé é Manuel, eu padeço dessa síndrome desde a minha infância, 5 ou 6 anos e tenho até hoje(19 anos) não recomendo á ninguém! :)

    Manuel / Responder
  49. Nossa.. realmente é muito triste.

    Ótimo post.

    Germano / Responder
  50. Meu nome é débora, e tenho o Síndrome de Tourette.

    Essa doença se manisfestou em mim quando eu tinha 7 anos, realmente é muito difícil o período na escola, as crianças realmente não tem consciência do quanto causam sofrimento á nós que temos essa doença com as piadas que fazem.

    Sofri muito na minha infância, pois os meus tiques mudavam sempre e, para pior. Eu tive todos os tipos de tique, motores, verbais e gestos obscenos.

    Hoje tenho 21 anos, e infelizmente não curou a minha doença, tenho até hoje, só que são somente verbais. E garanto que isso influencia muito em minha vida profissional e afetiva.

    espero que um dia essa doença possa ter cura.

    Abraços

    Debora

    Debora / Responder
  51. É, eu cresci com diversos tiques, mas nunca deixei os outros zoarem comigo. Eu era meio pavio curto hehehehjá tive tiques bem estranhos, abrindo a boca e contorcendo o rosto e taLl. É meio estranho as pessoas te olharem e tal. Não tenho tal síndrome, mas imagino a dificuldade dessas pessoas.

    LuanMontà / Responder

Deixe seu comentário