,

Filmes Bizarros #04 – A Serbian Film

Olá galerinha do chucrute! Tudo sussa ?

Mais um Filme bizarro no seu final de semana com muita alegria, muita emoção e MUITA PUTARIA. Esse foi bastante pedido e, também, comentado já aqui no blog, mas como é a minha opinião creio que não será igual ao da Isis Müller  e teve vários pedidos então acredito que muita gente não viu. Se você quiser ver o outro post clique aqui. Deixarei o link também para o post do Dani que na verdade nem fala sobre A Serbian Film, mas vocês entenderam o por que esse é o 04 e não o 03 Clique aqui para ver.

Além disso, uma coisinha pequena que esqueci, deixarei o link para ver o filme online bem AQUI. O filme ta em boa qualidade.

Enfim, observações feitas vamos começar a baixaria;

Data de lançamento: 16 de junho de 2010 (Sérvia)

Direção: Srdjan Spasojevic

Duração: 110 minutos

Trilha sonora: Wikluh Sky

O filme conta a história de um ator porno aposentado que vive com sua mulher e filho. Seu status financeiro não vai muito bem e, pensando em proteger e assegurar o futuro da sua família ele aceita realizar um ultimo trabalho – após muita insistência da sua ex-colega de trabalho (que quer dar pra ele) Lejla. Milos (Srdjan Todorovic) tem de fazer um porno diferenciado dirigido por Vukmir que denomina esse novo estilo como “Porno arte”. O diretor alega que Milos é um ator fora do comum e único para realizar o papel, já que este tem o dom de ficar tanto tempo ereto. O ator pensa um pouco e decide faze-lo, assina um contrato e a putaria começa.

 Uma ponte antes de continuar é um ponto interessante: Apesar de sair dessa vida a todo o instante o personagem é lembrado da onde veio e o que fazia. Seja pelo seu filho assistindo as suas filmagens, sua mulher cobrando o mesmo tesão que via nos filmes, sua ex-colega de trabalho dizendo que ele era o melhor e, até mesmo, seu irmão que tem o sonho de descobrir como Milos é tão foda (em todos os sentidos da palavra). Você descobrirá logo abaixo no post que, talvez, o diretor queira passar a imagem de que “uma vez nessa vida, pra sempre nela”

Milos é levado a um orfanato e, comandado pelo diretor, tem que realizar tudo o que ele pede enquanto uma equipe de filmagem o segue a cada passo. Meio amedrontado e perdido o homem obedece todas as instruções até perceber que o filme não era lá como ele imaginava. Não irei descrever as cenas, pois acredito que isso estragará o filme pra quem queira ver. Vou resumir em: Pedofila (tanto com um recém nascido quanto uma criança), necrofilia, torturas, mortes, sangue, gritos, dor, surpresas.

Obs. A cena de pedofilia foi gravada com um boneco (aparenta, pra mim, ser de cera, mas não tenho certeza). Então nada de “Ai meu Deus que coisa horrível, que diretor vagabundo”. Apesar de que eu concordo que é ruim para o espectador a imagem que é passada, não ocorre nada muito grave para o diretor do filme.

Acima um vídeo mostrando como os bonecos são feitos. Eu aconselho a vocês verem somente depois que ver o filme, pois contém umas cenas que eu considero reveladoras. Mas é só um conselho.

Então você se pergunta: Como diachos esse homem estraga sua vida “perfeita’ por dinheiro? Bom… Antes da boa parte da putaria acontecer Milos é drogado com alguma coisa que eu não sei o que é ( mas é algo bem forte porque PUT A KEEP ARE YOU) e descobre por gravações o que tinha feito. E então o ex- ator deixa o Rambo crescer dentro dele.

O final, apesar de clichê (Acho que todo filme bizarro o principal virá um fodão nas lutas), é bem surpreendente.

O mais cômico é que mesmo o filme falando sobre sexo não tem tanta putaria assim. Como assim? É que mesmo sendo: Bizarro, estranho, sem noção, sem sentido (ou não) o filme não mostra sexo explícito e nem nenhuma parte intima.

Então surge a pergunta que realmente importa: Qual é a função do filme e qual foi a intenção do diretor? A resposta pra mim não ficou muito clara a principio. Eu até cheguei mesmo a imaginar que o diretor só queria estragar o sonho dos meninos em virar ator porno ou se divertir com a cara de espanto das pessoas. E, após algumas pesquisas, eu encontrei uma entrevista com o diretor que afirma: O filme não é pra diversão. (Que bom né moço? cof cof) Aqui vai uma parte da entrevista:

Spasojevic afirma que o filme tem caráter “alegórico e politico”. Ele e o roteirista pretendiam “fazer uma critica à sociedade e às atrocidades enfrentadas pela Sérvia em sua história recente.

“Queríamos mostrar com honestidade e sentimentos profundos sobre a nossa região e o mundo em geral. Na vida real, sentimos que nosso dia-a-dia é tratado como pornografia. O personagem do ator porno é uma metáfora para qualquer trabalhador que é explorado pelo seu chefe ou  pelos governantes do sistema – cantor, padeiro, seja o que for. ” Segundo ele, não havia a intenção  premeditada de chocar nem de fazer um filme de terror- considera A Serbian Film um “Thriller dramático”. Sabíamos que tínhamos um filme forte, mas filmar era mais importante, sem pensar no público ou na bilheteria.

Por esse motivo, eu acho legal pesquisar o que o criador quis dizer com essa incrível ferramenta de comunicação. Pelo menos me faz ver o filme com outros olhos (apesar de continuar sendo bizarro).

Tirando o comentário do próprio diretor eu diria que a intenção do filme é apenas chocar a todos com o pensamento: “O que o homem é capaz de fazer para alcançar seus desejos?” Seja Milos para dar estabilidade a sua família, seja sua ex-colega que quer otras cositas a mais  ou até mesmo Vukmir que quer realizar seus desejos doentios.

O filme não tem muito o que se comentar sem estragar algumas surpresas e, como minha função não é essa, preferi deixar esse post pequeno.

Por hoje é isso galera, espero que gostem. A lista de filme já está enorme, estou tentando assistir ao máximo que meu tempo permite. Obrigada pelos comentários produtivos e continue acompanhado. Vem coisas bem bizarras por ai!

 

Written by cudocamelo

Sim, Cudo é uma menina.

Comentários