,

Mitos e Lendas: O Lobisomem

Opa, secretários do diabo queridos leitores! No nosso Mitos e Lendas de hoje, falaremos sobre este ser conhecido mundialmente: O Lobisomem.

lobisomem2A lenda do lobisomem tem, provavelmente, origem na Europa do século XVI, embora traços desta lenda apareçam em alguns mitos da Grécia Antiga. Do continente europeu, espalhou-se por várias regiões do mundo. Chegou ao Brasil através dos portugueses que colonizaram nosso país, a partir do século XVI. Este personagem possui um corpo miscigenado de traços humanos e lobo.

O motivo da metamorfose varia muito. Na versão mais conhecida mundo a fora, dizem que um homem foi mordido por um lobo em noite de lua cheia, e a partir deste momento, passou a transformar-se na criatura denominada de lobisomem, em todas as noites em que a lua apresenta-se nesta fase. Dizem ainda que, caso o lobisomem morda outra pessoa, a vítima passará pelo mesmo feitiço.

lobisomem4No Brasil (principalmente no sertão), a lenda ganhou várias versões. Em alguns locais dizem que o sétimo filho homem de uma sucessão de filhos do mesmo sexo, pode transformar-se em lobisomem. Já em outras regiões dizem que se uma mãe tiver seis filhas mulheres e o sétimo for homem, é este que se transformará. Existem também versões que falam que, se um filho não for batizado, poderá se transformar em lobisomem na fase adulta.

A lenda mais conhecida, diz que a transformação ocorre em noite de lua cheia. Após morfado, o monstro passa a atacar animais e pessoas para se alimentar de sangue, carne e vísceras de suas vítimas. Volta a forma humana pouco antes do raiar do sol.

lobisomem (1)Uma outra versão, diz que quando nasce, a criança é pálida, magra e possui as orelhas um pouco compridas. As formas de lobisomem aparecem a partir dos 13 anos de idade. Na primeira noite de terça ou sexta-feira após seu 13º aniversário, o garoto sai à noite e no silêncio da noite, se transforma pela primeira vez em lobisomem e uiva para a lua, semelhante a um lobo. Após a primeira transformação, em todas as noites de terça ou sexta-feira, o homem se transforma em lobisomem e passa a visitar 7 partes da região, 7 pátios de igreja, 7 vilas e 7 encruzilhadas. Por onde ele passa, açoita os cachorros e desliga todas as luzes que vê, além de uivar de forma aterrorizante. Nesta versão, é necessário que alguém bata bem forte em sua cabeça, para dar fim a metamorfose.

Ainda existe uma versão que diz que, o qualquer um pode ser lobisomem, podendo tomar qualquer forma animal que desejar e quando desejar, através de uma oração (ou feitiço) existente no Livro de São Cipriano (Considerado por muitos, a bíblia do diabo). Essa oração, poderia também dar o poder da invisibilidade ao ser que a executar (ou pronunciar, não sei bem) corretamente. Mas isso já é assunto para um outro post (acredito eu que MEGA post, na verdade), que não demorará muito a sair.

 Todas as versões da lenda concordam que um lobisomem só pode ser morto ao ser atingido por balas de prata, ou outros objetos feitos de prata pura.

Algumas imagens de como é (ou seria) um Lobisomem:

lobsomem5

Lobisomem5

Lobisomem6

lbisomem

lobisomem (2)

Lobisomem (3)

lobisomem (4)

Lobisomem (6) Lobisomem

lobisomem1

o-lobisomem

O cinema também já usou muito do tema. Abaixo, alguns vídeos de como seria a transformação, através da visão “Hollywoodana”.

Transformação do filme O Lobisomem:

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

Transformação do filme Um Lobisomem Americano em Londres:

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

E aqui, uma compilação com imagens sobresalguns filmes de lobisomem já lançados:

 

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

E você, que está vendo esse post aí trancado no quarto, sozinho, e ouvindo pequenos barulhos que parecem vindos do além… Já pensou se na hora de descer as escadas, ou de cruzar o corredor, você desse de cara com esse cãozinho?

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

lobisomem (5)

Uhauhauhauhauhauha. O que vai ter de nêgo cagando nas calças, com medo de ir ao banheiro, e tendo hipoglicemia de fome, não será brincadeira.

No mais, sem mais. Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários