,

When they fight back #1 – Touros

Boa manhã de ressaca sábado a todos.

Começo aqui hoje uma nova série no iéb, e creio que a grande maioria irá gostar, que se chama “When they fight back” (Quando eles reagem), a qual consiste em vídeos de quando as vítimas de injustiça reagem contra seus agressores.

Quem não gosta de ver quando um injustiçado cria coragem e reage contra o agressor, dando a ele o que merece?

Então lá vai. Neste primeiro post irei tratar sobre os pobres touros, que acredito serem uns dos animais mais injustiçados, sendo que seu sofrimento é cultural para a diversão do ser humano. Provavelmente, pelo fato de que se transformará em carne processada e alimento para nós, seres humanos, o povo pensa “ah, já que vai virar churrasco mesmo, porque não enfiar umas estacas pra ver espernear antes?”

Eu, assim como o Peu, odeio maltrato aos animais, e repudio muito esse tipo de conduta. E se quiserem saber quanto um toureiro ganha para realizar uma tourada (já aviso, ganha PRACARALEO), ponham no google aí “salário de um toureiro” e se assustem, você que se fode fazendo faculdade, aguentando desaforo de professor ignorante e orientador arrogante e despreocupado, fazendo estágio (que deveria servir de aprendizado, mas na verdade não passa de mão-de-obra barata).

Sem mais enrolation, lá vai.

Vamos lá então. Pra começar de leve, uma pobre garota sendo maltratada num evento daqueles que eles soltam o touro na rua:

Toureiro levando chifradinha de leve na perna, só pra pensar 2 vezes antes de entrar numa arena de novo:

 

Mulher virando um boneco de olinda em cima do touro, com o pescoço quebrado (nunca tinha parado pra pensar que se poderia quebrar o pescoço só de estar em cima do touro):

 

Esse não dá pra ver muita coisa, mas pelo bracinho levantado do nosso amigo, como quem pede mais uma cerveja no bar, dá pra ver que tomou um nocaute:

 

Nesse, a moça é esmagada pelo cavalo e toma uns pisões do touro ainda. Que desperdício moça, teria lugar bem melhor pra você estar. ;/

 

Agora começa os mais hardcores.

Esse toureiro vai pensar 15 vezes (se conseguir) antes de se aventurar por aquelas bandas novamente:

 

Esse aqui provou o gosto de tomar uma chifrada, literalmente:

 

Esses foram burros e pediram o que aconteceu, fala sério. Dava pra prever que ia dar merda:

 

Mais um pobre pisoteado:

 

Bom, esse aqui nem tenho muito o que falar. Mas que touro bom de mira viu? pqp

 

E pra não mostrar só desgraça para os nosso amigos chifrudos, tá aí um tourinho mecânico de sorte. Pelo jeito, não são todos que dão azar. :)

 

Então, é isso. Bom fds à todos que o meu vai ser grande parte trabalhando.

 

CYA

Written by Cartman

Florianopolitano, viciado em séries e que adora uma boa zoeira!

Comentários