,

(MegaPost) Genocídio em Ruanda!

E hoje é a vez do leitor. Um dos nossos bizarreiros de fé, mandou-me esta postagem especial, onde todos os créditos pelo material e o texto são dele.

O Guedes explica melhor pra vocês:

Em nenhum momento eu copiei e colei alguma frase de algum site: Estou estudando sobre o pais da Ruanda na escola, e como não é sempre que morrem 800 mil pessoas, eu decidi escrever esse texto.

Antes de falar sobre o massacre, é preciso entender que nesse país existiam 2 povos africanos,os Hutus(maioria; +/- 85%) e os Tutsis(minoria; +/- 15%).

ruanda013
Inicialmente,esse país pertencia à Alemanha, depois de Segunda Guerra Mundial, a Bélgica começou a controlá-lo, pela ordem da Liga das Nações (que posteriormente daria origem à ONU).

ruanda008
Os belgas fizeram um “mandato” totalmente diferente ao “mandato” alemão: Eles favoreceram os Tutsis em prejuizo da maioria dos Hutus, criando um grande ódio étnico, e criando uma divisão social de trabalho: Os Hutus eram agricultores, e os Tutsis eram pastores (eles eram mais ou menos chefes dos Hutus, basicamente só vigiavam o trabalho).

ruanda012
Após a independência do país, os belgas deixaram o poder nas mãos dos Tutsis. Os habitantes desse país decidiram criar uma república, e o presidente eleito foi um hutu. Tudo ocorria “bem´´(Obviamente ainda tinham uma enorme inimizade, resultando em alguns assassinatos), até que o avião do presidente foi derrubado quando aterrizava em Kigali, a capital da Ruanda. Como ele era da etnia Hutu, os Tutsis foram acusados de ter matado o presidente (mas também existia a possibilidade de um hutu da oposição ter feito isso), o que iniciou as matanças.

ruanda004
Os Hutus formaram o Interahamwe, uma enorme milícia de soldados e pessoas normais (que nao serviam ao exercito), no qual matavam qualquer tutsi que era encontrado pela frente, em 1994. A matança foi feia,o número aproximado de mortes é de 800mil pessoas, a maioria tutsi, alguns hutus opositores também foram mortos. O fato ficou conhecido como Genocídio em Ruanda.

ruanda006
Diversos filmes foram feitos sobre isso. Existem dois filmes muito fodas, que contam histórias reais sobre um Hotel, e uma escola que aconteceram diversas mortes. Vou escrever um pouco sobre esses filmes só para dar uma ideia de como foi tudo isso; o primeiro filme chama-se “Tiros em Ruanda”.

Tiros em Ruanda

Esse filme conta a história de um padre que junto com centenas de tutsis, refugiou-se em uma escola para se proteger dos Hutus. Nessa escola tinham alguns soldados da ONU que, por estarem lá, impediam a invasão dos Hutus. A felicidade dessas pessoas durou pouco, um tempo depois dos soldados estarem na escola, eles receberam a ordem da ONU de abandonar o local. As pessoas que estavam dentro da escola ficaram revoltadas: Caso os soldados saíssem os Hutus invadiriam e matariam todos.

Porém, não teve jeito: Ninguém podia desobedecer as ordens superiores da ONU, e assim que os soldados saíram, a escola foi invadida pelos milhares de Hutus que estavam em volta, matando todas as pessoas que estavam lá dentro. Uma menina com muita sorte, conseguiu se esconder entre os corpos que lá estavam: Ela jogou alguns em cima dela, e ficou dias no maior sofrimento. Para ninguem escapar, os Hutus pegavam facões e espetavam os corpos caídos no chão, mas a garota não foi atingida.

Passaram-se dias, ela tomou coragem e saiu da escola, e por sorte encontrou tropas da ONU (eu nao tenho certeza se era da ONU ou da Bélgica), que socorreram ela e a levaram para outro país.

Até hoje a ONU recebe diversas críticas sobre a decisão de retirada das tropas.Eles alegam que decidiram isso para garantir a integridade de seus soldados, porém, muitas pessoas acreditam que por ser um país pobre, a ONU não tinha nenhum interesse econômico em proteger a Ruanda. (Aposto na última opção!)

Infelizmente, nem o Guedes e nem eu achamos o filme em streaming ou download para postar aqui para vocês. Se alguém conseguir os links e postá-los via comentários, ficaremos agradecidos e faremos um update da matéria, com seu nome/nick nos créditos.

Hotel Ruanda

O Filme Hotel Ruanda conta a história real de um hutu (Paul Rusesabagina) que era casado com uma Tutsi. Com os diversos ataques que haviam acontecendo, Paul se une aos vizinhos (que eram na maioria tutsi) e com sua família e refugia-se em seu hotel.

Foi necessário fazer de tudo para que ele e sua família ficassem vivos, acontecendo até mesmo subornos para alguns militares. A esperança aumentou quando tropas militares chegaram no hotel, mas eles foram até lá só para resgatar os estrangeiros que estavam hospedados… Passaram-se dias de muito sofrimento (muitas coisas aconteceram: Não vou escrever para não estragar o filme, caso você for assistir), a esperança de um resgate diminuia, até que tropas da ONU chegam no hotel e salvam centenas de pessoas. É importante ressaltar que o hotel só não foi invadido devido ao grande esforço de Paul, que hoje vive na Bélgica, e é reconhecido por ser o principal responsável por salvar a vida dessas pessoas.

Aqui está o filme. Ele começa meio que em clima de “Sessão da Tarde”, mas vai ficando muito interessante. Esta versão é dublada (Prefiro legendado, mas tudo bem…), e recomendado a todos:

Dizem que um padre (Católico… Porquê não estou surpreso?) chamou dezenas de tutsis para se abrigar em sua igreja, e após eles entrarem, o “padre” passou a chave e chamou os hutus, que exterminaram todos os tutsis:

Enfim… Updates regulares serão feitos nesta matéria caso mais material vá caindo em mãos.

Mais fotos:

ruanda003

ruanda002
ruanda001
ruanda005
No mais, chega a ser incrível a capacidade do ser humano ao levar em conta mais suas diferenças do que suas semelhanças… Ainda mais quando alguém de fora coloca lenha na fogueira… Lamentável.

Enfim, muito obrigado ao Guedes e aos senhores, que sempre nos acompanham.

Comentários