,

[OFF] Isso é Bizarro no programa Claquete – Com o ilustre leitor Otávio Mesquita

ImgDestOtavio

Pois é, caros leitores! Eis que estou eu, aqui em meu plantão, sossegado e dando uma fuçada na net, quando o leitor Paulo Screatch me comenta que o Isso É Bizarro foi citado no programa Claquete, apresentado em rede nacional pelo grande Otávio Mesquita.

OtavioMesquitaSou um telespectador assíduo do programa (Na verdade, um dos poucos programas que assisto na TV aberta), mas por não ter uma TV por perto, perdi quando passou ao vivo. Para alegria de todos, e bem geral da nação, o vídeo em que nosso ilustríssimo leitor Otávio Mesquita nos cita, já estava disponível na internet tão rápido, quanto terminara o programa na emissora Band.

O assunto principal da matéria era o mundo das mágicas, onde o apresentador conversava com o mágico profissional Phillip Blue, que já se apresenta a 13 anos, e é considerado um dos três melhores mágicos do Brasil. O nome do site surge, quando Otávio pergunta sobre um vídeo postado no site pela última vez por mim, tempos atrás, onde o mágico acaba tirando a vida de sua partner e esposa, em um erro fatal (para conferir o post, clique AQUI ou na imagem abaixo).

Claquete2

Fiz um pequeno vídeo, destacando o momento, e agradecendo ao grande Otávio por ser mais um de nossos leitores.

Usuário Android, iOS ou Windows Phone clique AQUI.

Vocês podem conferir esta matéria do programa Claquete na íntegra clicando AQUI ou na imagem abaixo.

Claquete

Otávio, saiba que é um prazer enorme pra equipe Isso É Bizarro, e particularmente para mim, ter você como um de nossos leitores. Continue sempre nos visitando. E se puder, manda um abraço pra gente da próxima vez! :D

E é isto, meu povo. Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda! :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários