,

Relatos Bizarros #20

Olá pessoas bizarras! Como os senhores estão? Espero terem gostado do meu post sobre o Salto Quântico. Não foi nada fácil escrevê-lo. Na verdade, foi uma reportagem. rs

Não sabe como enviar o seu relato? Simples, meu chapa!

Há três meios

O primeiro: basta clicar aqui e você será direcionado à nossa página de relatos.

O segundo: envie-nos um e-mail -> [email protected]

O terceiro: basta começar a ler os relatos que, ao final, haverá um formulário idêntico ao da nossa página de relatos para preencher com sua história surpreendente.

A título de esclarecimento: se o seu relato não apareceu aqui, não fique chateado. Nas próximas semanas ele com certeza aparecerá. Eu posto os relatos por ordem de chegada. Basta só aguardar. Semana que vem tem mais, não se preocupem! :)
Seus relatos com certeza aparecerão só basta esperar!

Enfim… vamos começar!

#01
Nome: Matheus

Oi. Meu nome é Matheus. Há algum tempo venho acompanhando o site, e confesso que me tornei fã (apesar de não ter estômago para algumas postagens). Tomei coragem de contar algo que aconteceu comigo no final de 2010, e que até hoje ainda me perturba.
Não lembro com precisão em qual dia da semana começou, mas passei a ter um sonho estranho. Na primeira noite, sonhei que eu estava de frente a uma plantação baixa de milho cercada por piquetes com arame farpado. Eu apenas observava. Era noite, e a plantação era vasta.
Na segunda noite eu estava no mesmo lugar, de frente a plantação cercada por arame farpado, mas havia um corvo em um dos piquetes com arame, ele permanecia quieto, como se estivesse esperando. Até ai tudo bem. Não percebi nada de anormal no sonho
Na terceira noite eu ainda estava parado no mesmo lugar, e o corvo permanecia o mesmo, porém em maior tamanho desta vez.
Na quarta noite o mesmo sonho, na mesma plantação, com o mesmo corvo, só que desta vez ele estava do tamanho de um homem, e certos membros eram humanos, como o nariz e uma das asas. Ele gritava muito. Fazia barulhos infernais. Lembro-me que fiquei com medo no sonho, e quando acordei estava apavorado.
Mais tarde, ou seja, na parte da manhã, meu irmão fala que eu ronquei muito (o que estranhei, pois não ronco). Achei estranho, mas deixei para lá. Antes de eu ir dormir neste dia, meu irmão falou que gravou o som do meu ronco no celular dele, colocando então a gravação para tocar. Comecei a lacrimejar, eu comecei a ficar totalmente apavorado. A gravação de meu ronco era igual ao som que o corvo fazia, idêntica. Era um som desesperado. Uma espécie de assovio doloroso.
Na quinta noite eu estava na mesma plantação, só que mais afastado, sobre uma pedra, com uma lista de nomes em mãos. Havia uma data nesta lista seguida por nomes de várias pessoas, e eu procurava alguém, mas acordei antes de saber quem era.
Os sonhos pararam, logo não dei mais importância. A data voltou em minha mente alguns dias depois. Lembro de ter aberto o Google e digitar a data. Eu fiquei chocado com os resultados. A data batia com um acidente de um Boeing na década de 80 acho. Foi para as imagens, e o que vi me chocou ainda mais. O avião caiu na plantação de milho que havia visto em meu sonho, havia até a cerca de arame farpado…
Fiquei apavorado por meses. Nasci no ano de 1992, o que impossibilita meu conhecimento sobre esse acidente. Não lembro mais da data, infelizmente, pois na época eu não dava atenção a coisas do tipo, mas hoje mantenho um diário com todos os meus sonhos relatados. Há noites em que me lembro de 8 a 14 deles. Acho muito estranho.
– Muito intrigante o seu depoimento. Pode ser um sinal de clarividência, alguém tentando te comunicar uma coisa ou sua alma querendo lhe dizer algo.

 

#02
Nome: Marcel

Bom, eu me identifiquei com alguns relatos e acho melhor divulgar o que aconteceu comigo. Tenho 23 anos e sempre tive um lado espiritual “desenvolvido” por meu pai sempre me levar em igrejas…

Tenho dois fatos pra passar (inclusive ocorreram este ano, o primeiro foi lá pra fevereiro; eu tinha ido dormir cedo, (moro numa casa) e aconteceu algo muito bizarro comigo, no meio do sono, acho que lá pelas 3 da manhã, como de forma súbita eu abri os olhos com tudo e fiquei olhando fixamente para meu armário (ja to até arrepiado) e neste momento senti meu corpo inteiro paralisado, e também senti uma presença fortíssima de que havia alguem naquela direção em que eu olhava, do momento em que abri os olhos e durante a paralisia foram uns 30 segundos, depois disso consegui fechar os olhos e voltei a dormir, no outro dia fiquei pensando e penso sobre isso até hoje…
No segundo não faz muito tempo, foi acerca de 2 meses atrás, eu estava vendo TV na sala umas 10,11 da noite estava tudo escuro só tinha uma luzinha bem fraca do corredor, então eu deitado no sofá percebi alguma movimentação passando, quando olhei, (juro que é verdade) vi um vulto de forma uma humana só q todo escuro, caminhando normalmente em direção escada e sumiu, na hora preferi não entender bem o que aconteceu, mas um tempo depois rezei pra dormir logo pra não ver mais nada.
Não sei mas acho que essa casa tem algo de ruim não me sinto bem aqui, sinto um peso estranho, ela é alugada e estamos aqui por 2 anos já acredito que até o final do ano já me mudarei daqui!
Obrigado pelo espaço!
– O primeiro pode ter sido a paralisia do sono.

 

#03

Nome: ThayR

Antigamente, eu e minha família costumávamos viajar muito, para uma cidade chamada Bom Jesus, que fica no interior do Rio Grande do Sul, uma cidade minuscula…(serio mesmo, para vcs terem uma ideia a cidade so tinha uma rua…kkkk`)…e sempre ficávamos na casa do meu avô. Em uma dessas viagens, meu avô me botou para dormir no quarto da minha tia, que tinha recentemente morrido,…(eu tinha uns 4 anos)…eu acordei e meu pai foi la no quarto, e sentou do meu lado, dai eu olhei para a ponta da cama, e estava se formando um nevoa(na hora eu apontei para o meu pai ver), e aquela nevoa foi mudando, até virar uma aparição, da minha tia que tinha morrido, ela pegou deu a volta ao redor na cama e olhou para mim e para meu pai e depois simplesmente sumiu, na hora meu pai me pegou e me levou para o quarto dele e da minha mãe!
Apesar de já terem passado 14 anos, eu me lembro do que eu vivenciei naquela noite!

 Preciso tecer algum comentário?

 

#04

Nome: Lucas

Bom, essa não é uma história de terror ou espiritos…
É uma história de quando eu tinha meus 7-8 anos eu morava em um sítio bem afastado de cidade era bem tipo de floresta mesmo muito isolado e eu lembro que sempre eu descia com minha cachorra para o rio que ficava uns 400m longe de casa, era uma descida bem dificil e estreita com muitas pedras, chegando la no rio eu brincava na água turva, era um silencio bem grande só se ouvia os passaros e o vento, foi quando olhei para a agua e vi alguma coisa meio amarela e preta se mexendo eu achei que era algum peixe uma TRAIRA sei la, ai mandei a PANDORA (minha cachorra) pegar e ela estava morrendo de medo, ai eu mesmo decidir ver o que era, quando me aproximei a agua ja batia quase no meu pescoço, era uma sucuri de uns 8 metros eu fiquei em estado de choque e ela veio pra cima de mim e eu cheguei a toca-la e corri pra cima mais tão rapido e tremendo de medo eu vi a cabeça dela olhando pra mim aquele corpo enorme e grosso até hoje tenho pavor de entrar em rios ou algo do tipo, minha cachorra foi esperta e correu comigo kk

– Olha a coooobraaaa!! É men… É VERDADE! CORRE NEGADA!!!

 

#05

Nome: Julio

Bom,meu nome é Julio,e eu vou contar uma coisa que aconteceu comigo,Não é sobre fantasma,eu acho…
Eu,Meu pai e minha mãe estavamos indo para um mercado de carro,era umas 4 horas da tarde,a rua tava deserta,eu tava olhando para fora,ai eu vi uma criança,ela era baixinha,tinha Eu acho um 1,60,Ela tava com uma mascara estranha,e a cambaleando um pouco Quando eu vi eu pensei” UATÃFAQUI??QUE MERDA E ESSA?
Eu nem falei nada pra minha mãe,eu achei aquilo muito estranho.
Anos depois eu começei a gostar de uma banda,o nome dela era slipknot,e a mascara que a porra tava era igual a o do vocalista Era meio assim só que sem os dreads

Corey Taylor photo corey1999.jpg

– Alguém deu um Babality no Corey Taylor.

 

#06

Nome: D.

Quando eu era pequena(4 ou 5 anos)hj eu tenho 17, eu costumava dormir no mesmo quarto da minha irmã. Certa vez uma prima minha, também criança, veio passar uns dias conosco e também foi dormir no mesmo quarto que nós.
De manhã, elas se acordaram antes de mim e perguntaram se eu queria ir brincar com elas. Eu disse que não, e logo depois que elas saíram, exatamente, uma luz esquisita iluminou uma parte do armário(que era embutido) e do armário saiu uma mão verde, cheia de feridas, na época eu descrevia como “mão verde com espinhas”. Ela fez um sinal de “vem”, me chamando Deus sabe pra onde, e eu saí do quarto. Se fosse hoje, eu não teria conseguido nem sair do quarto certamente. Recentemente um primo meu me contou que tbm já viu essa mão uma vez, empurrando uma porta de correr que já estava aberta. Reformamos o quarto, mas acho que eu prefiro dormir na garagem do que perto daquele lugar onde ficava o armário.

– Essa é a mão que balança o berço.

 

#07

Nome: Kakko

Olha, perdoem eu não me identificar, é que até hoje, sofro tormentos por um ato do qual me arrependo amargamente, hoje tenho 23 anos, e esse fato ocorreu a oito anos atrás… Vamos começar. Quando eu tinha meus quinze anos, no 2º ano do colegial, eu era apaixonado por uma garota, mas eu era perdidamente apaixonado por ela, daria minha vida por ela, quem dera fosse a minha, sofri por seis meses de uma paixão não correspondida, na época, afogado em tristeza, já pensava em me matar, mas optei por outra coisa(hoje preferia que tivesse me matado, pouparia sofrimento), eu resolvi ler a bíblia satânica, li, e fiz um pacto com lúcifer, só que no momento do pacto, cujo qual não darei detalhes de como fazê-lo, apesar de me lembrar de cada detalhe, bom, no momento em que eu estava concluindo o pacto, na hora de fazer meus “pedidos” eu desmaiei, comecei a sentir um frio imenso, acordei, me vi sentado a frente de um homem, cabelos e olhos negros, ele me passou um papel e uma pena, sem tinta, deduzi que devia escrever com meu próprio sangue, cortei meu dedo na ponta da pena, escrevi meus pedidos e assinei, desmaiei novamente, acordei de volta ao local onde eu estava fazendo o ritual, ele teria de me dar os meus pedidos em sete anos, uma semana após o ritual uma amiga da garota que eu amava disse que ela estava perdidamente apaixonada por mim, o ritual funcionou, ficamos juntos durante 7 anos, no dia em que completou-se sete anos de que eu havia feito o ritual, eu e ela tinhamos 22 anos, eu voltava com ela de carro da casa de um amigo, num cruzamento, sofremos um acidente de carro, um caminhão entrou na lateral do meu carro, do lado dela, ela faleceu, eu fiquei desolado, realmente o pacto com lúcifer havia terminado, eu, além dela, havia pedido um bom emprego e uma vida plena e feliz, durante sete anos, minha vida foi plena e feliz, logo após a morte dela, fui demitido e desenvolvi câncer, hoje vivo no hospital, quimioterapia e coisas do tipo… Lúcifer me deu tudo que eu queria por sete anos, mas ele tirou tudo de mim, e ainda tenho certeza que vou arder o resto da eternidade no inferno, eu tinha que desabafar isso, hoje me sinto mais só do que nunca, quem dera eu tivesse me matado naquela época…

Você só vai sofrer se você quiser. Deus é uma energia infinita vezes mais poderosa do que qualquer espírito ruim. Tente conseguir uma redenção. Reflita sobre como conseguir. Talvez você consiga mas não estará mais aqui para nos contar. Espero que dê tudo certo para você no outro plano. Se não conseguir, fique por lá um tempo até se limpar das impurezas. Sempre há um modo. SEMPRE há esperança. Ela nunca acaba. Independente do quão difíceis sejam as circunstâncias, SEMPRE há uma alternativa. Não sei se você está conosco ainda, talvez não. Mas espero que tenha consciência disso.

 

#08

Nome: Luka

Tenho 4 irmãos, nunca vi nada de anormal, mas algo aconteceu com meu irmão mais velho quando ele tinha 1 a 2 anos de idade. Ainda não era nascido, mas meus pais e ele moravam em Tocantinópolis. Isso deve ter acontecido em 1990, por ai. Minha mãe tinha uma amiga com câncer, quem cuidava dela era minha mãe. Essa amiga morreu com o tempo. Em um domingo, meus pais acordaram assustados e ambos sonharam com a amiga da minha mãe, até ai acharam tudo normal. Meu pai ficou vendo televisão no quarto enquanto minha mãe foi fazer a mamadeira de meu irmão. Nisso, ela deixou meu irmão na sala vendo desenho ( só pra lembrar que ele tinha 2 anos de idade). Minha mãe foi a cozinha e quando voltou para a sala o pijama do meu irmão estava todo esticado no chão, como se alguem tivesse tirado e ‘montado’ no chão, algo impossivel para um bebe. minha mãe ficou assustada, perguntou para meu pai se ele tinha saido do quarto ele disse que não. Eles desconfiam que tenha sido a amiga da minha mãe, pois ja aconteceram fatos com outras pessoas que cuidavam da mesma. Outro fato foi que, na mesma casa (morávamos debaixo do forum, onde meu pai trabalhava, a casa era meio ‘ligada’ ao forumo). Havia uma escada na casa que dava acesso ao fórum. Meu irmão mais velho, de novo kkkk, viu um cara no ultimo degrau da escada, gritando que queria bater nele, xingando e com raiva. Ele chamou minha mãe e ela não viu nada, mas ele estava vendo. ele devia ter uns 8 anos nessa época. Então meus outros dois irmãos nasceram e depois eu tb, nunca aconteceu nada com a gnt, apenas com meu irmão mais velho.

 

#09

Nome: J.M.F.

Olá pessoas ,Primeiro quero dier que acredito muito em todos porque vivo passando por isso.
Bom eu sou Medium Sensitiva (vejo,falo e sinto espiritos)
Na verdade isso veio de berço,porque quase metade da minha familia é assim.

Uma das piores coisas que ja me aconteceu foi uma vez que eu estava na area da minha casa (moramos em um ap e a area fica no meio do corredor onde vejo muitas coisas) e comecei a sentir alguem muito perto,sentia o calor do corpo e a respiração e eu como medium ja estava acostumada,mais se tratando de espiritos malignos nao tem como acostumar muito,então derrepente me deu uma vontade imensa de correr,e quando eu tentei algo puxou meu cabelo com MUITA força para trás (estava de rabinho de cavalo) meu pescoço chegou a estalar por uns segundos fiquei paralisada e ai consegui andar e comecei a chorar.
Depois descobri que”eles” só estavam tentando me assustar pois sou uam medium muito forte,e isso os assusta.
Bom até a proxima,tentarei sempre contar uma historia :D

 

#10

Nome: Julio

Bom sempre tive curiosidade em aprender sobre evangelhos apocrifias, sempre tive essa curiosidade de aprender da visão bíblica como tudo começou.

Bem aqui começa o relato. Existe uma igreja aqui na minha cidade, onde vão rezar no meio do mato, é de crente, na epóca eu andava de skate, treinava kickboxing com umas amigos que nunca paravam de fazer convites para ir nesta igreja – diziam:”vamos cara, hoje tem vigília no meio do mato la perto do rio, vai ser umas 10 horas, sua presença é indispensável. Eu não queria ir pois era católico só fui pra conhecer mesmo porque diziam que acontecia até milagre quando começavam a orar entre meio a natureza. O foda é que esses chamavam tanto que eu me sentia até com a consciência pesada de não ir né, dai já viu.
Bom chego na hora do culto, descemos lá no matagal, galera jovem tudo com violão instrumentos para fazer os cânticos de louvor da igreja né, pastor junto também. passo meia hora de cantos pastor começo pregar né, alguns começam chorar na pregação né, até ai tudo correndo bem, dai eu lá orando né, desceu um demônio no coro da menina que tava lá também, ela tinha uns 17 anos, dai 4 homens segurou ela, até ai tava tudo bem, pastor começou expulsar ele né, eu sei que era um demônio pelas minhas leituras de evangelhos apocrifias, dai o pastos orou e não adiantava nada. Dai o demônio falou assim:”Deixar pastor eu quero chupar seu penis, me da vo fazer muito gostoso eu sei que você gosta, voce paga gente pra fazer isso, eu faço de grassa”. Dai ela se soltou dos caras, olho pra mim, disse um monte de coisa da minha vida que era verdade, dai eu disse: eu sei o que você é, você é um imundo, rejeitado. Demônio: Não gosto disso. Eu: você não ta vendo quem ta do meu lado? é Javé e Miguel. Demônio: Não gosto disso! Eu venho de la de baixo. Fica no seu espaço seu drogado, usuario de drogas. Eu: então tá ueh, você no seu espaço e eu no meu, ta tudo certo. Depois me chingo mais um monte e mando tomar no cú, e subia nas arvores, dai depois de uns 5 minutos de zuera do bicho os caras amarro a menina la, e no fim do culto levo embora ela dormindo. Depois disso nunca mais fui no culto dos cara kkkk

– É sério isso mesmo? Hahahahahaha! Desculpa mas foi engraçado! Que porra de demônio felador é esse? Hahahahahaha!

Agora, caso queiram, preencham o formulário com o seu relato bizarro.

Written by DraftL

O que está em cima é igual ao que está embaixo e, o que está embaixo, é igual ao que está em cima, para realizar os milagres de uma coisa única.

Comentários