,

Homem esfaqueado em seu apartamento por adolescente de 15 anos

Olá, você que reclama desse pequeno prefácio enquanto eu não estou nem aí pra seu chororô queridos leitores! A dica de post de hoje é da amiga Rayssa Hasters, e tudo se passou pertinho dela, lá na cidade de Juiz de Fora – MG. Vamos aos fatos:

Um homem de 34 anos foi morto a golpes de faca no pescoço em um apartamento, na Avenida Olegário Maciel, região Central de Juiz de Fora – MG, no início da tarde de ontem (03-12-2014), após marcar um encontro pela internet. Um adolescente de 15 anos foi flagrado no imóvel e confessou o crime. Conforme informações da Polícia Militar, o suspeito relatou que conheceu Rodrigo Dias Cantarutti Dantas em um site de relacionamento na última segunda-feira. Após conversarem, eles marcaram de se encontrar no apartamento de Rodrigo. “O adolescente chegou sozinho ao local e foi para o apartamento. Ele relatou que teria se arrependido do encontro e quis ir embora mas, como a vítima teria insistido, ele desferiu os golpes”, afirmou o oficial à frente da ocorrência, tenente Luciano Cassini.

Segundo o documento policial, o adolescente, que é morador do Bairro São Mateus e não tinha nenhuma passagem pela polícia, disse que levou a faca por estar receoso uma vez que o encontro era com um desconhecido. O primeiro golpe foi desferido quando ambos estavam na sala, atingindo o pescoço da vítima e causando um grande sangramento. Rodrigo começou a pedir socorro, e segundo o suspeito “sem saber o que fazer”, deu outras facadas. Mesmo ferida, a vítima ainda tentou pedir ajuda e chegou a sair do apartamento, mas acabou morrendo do lado de fora da porta de um imóvel ao lado do seu. Ele foi encontrado usando camisa e cueca.

Vizinhos ouviram os gritos e foram ver o que estava acontecendo. “Eles avistaram o adolescente descendo as escadas. Muito assustado, ele confessou o assassinato, e um dos moradores o segurou até a chegada da PM”, disse o oficial.

A frieza do suspeito chamou a atenção dos policiais: após cometer o crime ele tomou banho, trocou de roupa, lavou a faca e a guardou em sua mochila. Dentro da bolsa, os policiais encontraram uma caixa de luvas cirúrgicas, uma máscara do personagem Jason, do filme “Sexta-feira 13″, e uma muda de roupas sujas de sangue . A PM acredita que a motivação do crime seja passional. O Samu esteve no local e constatou três perfurações no pescoço, uma no braço esquerdo e suspeita de trauma cervical, com possível fatura do pescoço. O adolescente foi apreendido e levado para a delegacia. Até o fechamento da ocorrência, os policiais não tinham conseguido localizar familiares da vítima, entretanto, vizinhos disseram considerá-lo uma pessoa séria.

A justiça decidiu que o jovem será “Acautelado”. Ou seja, cumprirá medida socioeducativa. ¬¬

IMG-20141204-WA0000
O Adolescente Leonel M.

 

rolli-sandra
Material utilizado no crime
IMG-20141204-WA0003
Material utilizado no crime

IMG-20141204-WA0006

IMG-20141204-WA0004

IMG-20141204-WA0008

IMG-20141204-WA0002

IMG-20141204-WA0005

IMG-20141204-WA0009

IMG-20141204-WA0007

olegario-dentro-felipe

E assim, mais um menor mata, passa três meses num centro “Socioeducativo”, e sai de lá como se nada tivesse acontecido.

No mais, sem mais. Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda. :P

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários