,

Morto com tiro de 12 em Russas – CE [Retificação]

Olá, queridos leitores! Conforme prometido nos comentários do último post, hoje não começarei com “piada”. Por tanto, Charles, seu merda, VÁ PRA PUTA QUE PARIU. Promessa cumprida! Voltemos a nossa programação normal.

Bom, o post de hoje foi uma super dica de minha querida Thatá. Na verdade, o caso aconteceu no Maranhão… Vamos aos fatos:

“Final de semana violento na região do Baixo Parnaíba, mais um homicídio foi registrado, desta vez em São Bernardo do MA. José Henrique Pereira dos Santos, 32 anos foi assassinado com um tiro no rosto, neste domingo (25), numa praça no centro da cidade.

Informações repassadas ao CN1 pelo Destacamento da PM do município, o tiro que alvejou a vítima, foi disparado de uma arma de fogo de grosso calibre.

No momento do crime, a vítima se encontrava na praça de eventos, onde se realizava uma apresentação de moto cross.

Dois elementos que estavam de jaqueta e capacete, se aproximaram de José Henrique, e um deles efetuou o disparo, sem que a vítima esboçasse alguma reação.

Ele ainda foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Os assassinos, fugiram em seguida. Eles estão sendo procurados pela polícia. O motivo do crime está sendo investigado pela polícia civil com apoio da policia militar de São Bernardo do MA”.

 

Vídeo original AQUI.

O assassinato do Janaelson, na verdade nem foi com 12. Seguem as fotos:

Janaelson

Janaelsoon

Janaelsonn

Peço desculpas pelo desencontro de informações, gente, e agradeço ao leitor Ednardo Paiva
pela correção.

Por hora, é só. Talvez mais tarde eu coloque outro post no ar. ;)

Sugestões no [email protected] ou no Facebook.

Até a próxima. Beijo na bunda. :*

Written by Peu

Namorado da Miss Sombra, sou apaixonado por voar e por música. Um Pernambucano que gosta de tudo um pouco.
"Sou o coração do folclore nordestino, eu sou Mateus e Bastião do Boi Bumbá. Sou o boneco do Mestre Vitalino, dançando uma ciranda em Itamaracá. Eu sou um verso de Carlos Pena Filho, num frevo de Capiba, ao som da orquestra armorial. Sou Capibaribe num livro de João Cabral.

SOU MAMULENGO DE SÃO BENTO DO UNA, vindo no baque solto de um Maracatu! Eu sou um alto de Ariano Suassuna, no meio da Feira de Caruaru. Sou Frei Caneca do Pastoril do Faceta, levando a flor da lira pra Nova Jerusalém... Sou Luis Gonzaga e eu sou mangue também.

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte.

Sou Macambira de Joaquim Cardoso. Banda de Pífano no meio do Canavial. Na noite dos tambores silenciosos, sou a calunga revelando o Carnaval. Sou a folia que desce lá de Olinda, o homem da meia-noite puxando esse cordão... Sou jangadeiro na festa de Jaboatão

Eu sou mameluco, sou de Casa Forte... Sou de Pernambuco, sou o Leão do Norte."

Comentários