, ,

Boston: o que realmente houve? (Megapost – Atualizado VI)

Uma carta do jogo Illuminati.

——-

Atualizado I: Jovem que foi citado injustamente é encontrado morto. Tática simples de queima de arquivo e de desinformação.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/04/estudante-que-foi-apontado-como-suspeito-de-atentado-e-achado-morto.html

——-

Atualizado II: Narração dos acontecimentos.

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2013/04/a-outra-historia-do-atentado-em-boston-espetaculo-em-cinco-atos.html

Quem quiser cursar Relações Internacionais, vai enfrentar questões como esta pela frente que colocam a prova toda a teoria e prática aprendida ao longo dos anos.

——-

Atualizado III: Possível tiroteio entre os dois jovens e a polícia.

http://www.getonhand.com/blogs/news/7743337-boston-bombing-suspect-shootout-pictures

——-

Atualizado IV: O homem identificado como Tamerlan, logo abaixo da imagem do CISPA, não é o Tamerlan. É um sujeito asiático.

Cliquem aqui para ver a imagem.

Agora o que me intrigou foi ver que Dzhorkar estava com o boné de número três, entretanto, na foto abaixo ele aparece correndo para o mesmo lado com o número 7.

Alguns poderão falar que é a lente da câmera, o que é válido. O que isso tem a ver? É que ele poderia estar virado tanto para a esquerda em uma foto quanto para a direita em outra e vice-versa, o que o mostraria de um lado e noutra foto de outro lado. Mas como saberemos?

——-

Atualização V: O homem da perna amputada

——-

Atualização VI: Novas evidências

——-

Olá pessoas bizarras deste mundo. Hoje aqui, além de vir como um autor do IÉB, venho como um cientista político e internacionalista indignado com o que aconteceu em Boston.

Corriqueiramente, diversas opiniões pipocam sobre um determinado assunto. Entretanto, lendo por essas internets da vida, encontrei uns artigos muito interessantes que valeriam muito a pena serem divulgados aqui pois, talvez, se trate de uma Teoria da Conspiração e acobertamento. Porquê? Bom, vejamos a razão.

Antes de iniciar, gostaria de deixar claro que quando eu fui ler o artigo no site de origem eu achei que fosse mais uma dessas teorias da conspiração louca, algo realmente infundado mas, penetrando cada vez mais nas imagens ao analisá-las, percebi que se tratava de algo realmente possível, se não, real. Chegando ao final, tive a certeza de que essa história dos atentados de Boston estava muito mal explicada.  Porque???

Vejamos as imagens com explicações.

0

 

Essa primeira trata-se de um veículo de comunicação da Craft International junto com seus mercenários. Falaremos mais deles adiante. Continuem lendo.

1

Aos que não entendem inglês, não se preocupem pois traduzirei.

HOJE: CAÇADA AO HOMEM BOMBA DE BOSTON

Logo abaixo, segue o comentário de uma pessoa anônima às 18:42 no dia 15/04, o mesmo dia dos atentados em Boston.

ATENÇÃO: Leis estão sendo escritas para ferrar com vocês

Eu trabalho em uma comissão de segurança e me foi dito para começar uma campanha sobre um projeto em que estivemos trabalhando pelos últimos dois meses e agora tudo isso faz sentido.

Tentarei ser o mais breve possível.

Eles colocarão a culpa desse evento em um rapaz perto dos 20 anos e dizer que ele fez isso pois era instável. Eles vão encontrar armas de fogo e um livro da NRA (National Rifle Association – Associação Nacional de Rifles). Eles dirão que ele usou pólvora para a explosão e que aquela pólvora não estaria à venda para o público. Eles (ELES QUEM? O GOVERNO?) irão dizer isso pois a pólvora em munições pode ser usada em explosões mas que o número de pentes que você pode comprar é limitado e taxado para ajudar a pagar estes eventos.

Eu não posso fazer nada acerca disso ou eu perderei meu emprego e enfrentarei acusações judiciais. Por favor, não os deixem escapar impunes a isso. Eles não encontrarão o suspeito até o final dessa semana, e a caçada está marcada para ocorrer na sexta-feira. Esse evento foi produzido. As pessoas machucadas são reais mas o evento foi planejado. Não deixem eles (eles quem?) denegrirem nossos direitos.

Eu estou no trabalho então eu usei a cópia de uma imagem de um outro tópico. Por favor, não me mencionem ou isso me afetará seriamente.

 O rapaz de quase 20 anos é Dzhokar Tsarnaev que, na verdade, tem 19 anos. Seu irmão, Tamerlan Tsarnaev, tinha 26.

Ao contrário do que foi dito pelo texto, que morreu foi Tamerlan numa troca de tiros com a polícia. Logo, supõe-se o óbvio, que ele estava armado.  Ele foi morto no subúrbio de Boston. Entretanto, não encontrei nenhuma prova de que tivesse havido troca de tiros e muito menos vídeos confirmando isso. Mas disso falaremos depois e, você leitor, se surpreenderá.

Logo ao início do texto, o anônimo se refere às leis que estão sendo escritas para ferrar com as nossas vidas. Apesar do comentário ser em inglês, isso se aplica muito bem ao nosso cotidiano. Porque? Leia os jornais e saberás. Leia os jornais todos os dias por pelo menos 2 semanas e você vai ficar triste. Enfim, quanto às leis, encontrei algumas, dentre elas a C.I.S.P.A.

Uma das que eu encontrei que, ao meu ver, representa inteiramente os interesses do setor de armas dos Estados Unidos.

Mesmo com 90% da aprovação nacional, a proposta de lei que obrigava a uma checagem de histórico criminal prévia os interessados na compra de armas foi vetada pelo congresso. Ou seja, qualquer um, mesmo sendo criminoso ou não, poderá continuar adquirindo uma arma como acontece hoje em dia. Entretanto, essa lei dá margem para diversas abstrações como, a exemplo, o uso indevido dessa checagem para outros fins ou, até mesmo, caso o vendedor avisasse ao comprador que ele estaria inapto a efetuar a compra, um tumulto resultando até em morte. De qualquer forma, a ideia em si é excelente e, de acordo com o presidente Obama, “foi um retrocesso”. Esse foi um dos que eu encontrei, abaixo o texto na íntegra.

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/04/senado-dos-eua-rejeita-emendas-que-ampliam-controle-de-armas-no-pais.html

O outro é a C.I.S.P.A., que é a sigla para Cyber Intelligence Sharing and Protection Act – Lei de Compartilhamento e Proteção de Inteligência Cibernética.

Primeiro, precisamos nos lembrar da SOPA e PIPA.

Vamos à SOPA

SOPA é a sigla de Stop Online Piracy Act, que significa Lei de Combate à Pirataria Online, em português. SOPA é um projeto do governo americano para combater a pirataria online, ou seja, a cópia de dados, arquivos, músicas e etc. Isso ajuda

Vamos à PIPA

PIPA é a sigla da expressão inglesa “Protect Intellectual Property Act”, que pode ser traduzida como “Lei para Proteger a Propriedade Intelectual”. Consiste em um projeto de lei proposto pelo governo dos Estados Unidos, cujo objetivo é proteger as empresas detentoras dos direitos de propriedade intelectual sobre determinados conteúdos, tais como: estúdios de cinema, emissoras de TV, gravadoras de música, editoras de livros, dentre outras, punindo sites, redes sociais ou portais que permitam a divulgação de conteúdos com propriedade intelectual protegida.

Este projeto de lei estaria em votação no Senado dos EUA no dia 24 de Janeiro de 2012. No entanto, no seguimento das diversas manifestações, as votações foram adiadas sem definição de nova data.

Fontes retiradas de http://www.significados.com.br/pipa/ e http://www.significados.com.br/sopa/

Agora, a C.I.S.P.A., como muitos de vocês devem ter lido nos jornais, permite que provedores, redes sociais, e outros meios de comunicação, além de empresas que atuam com vendas online e diversos outros segmentos, repassem informações sobre seus usuários ao governo e vice-versa. O que, de uma certa forma, é bom. Entretanto, por outro viés, faria com que o governo tivesse acesso a dados pessoais de qualquer pessoa sem qualquer pedido judicial. E se essa pessoa estivesse no Facebook, em qualquer lugar do mundo. Imaginem o problema. Eu e você estamos atrelados de alguma forma ao governo americano a partir de agora.

Caso os senhores não saibam – e com certeza muita gente não sabe – em 2010 o Ministério da Defesa americano nomeou um general para a guerra cibernética. Além disso, fora aprovada uma lei no congresso americano, ainda no governo Obama, que ataques cibernéticos poderiam ser traduzidos em ofensivas militares.

Parte das minhas afirmações vocês podem encontrar clicando aqui, mas se pesquisarem afundo internet afora encontrarão mais detalhes sobre.

Voltemos aos irmãos…

Quanto à bomba, fora usada pólvora em sua fabricação. Eu não entendo nada sobre bombas mas tenho certeza de que há outros materiais mais explosivos do que a pólvora. Ontem (24/04), foi noticiado no Jornal Nacional que Tamerlan havia comprado dois meses antes (o que deve ter sido em Fevereiro), um kit dos fogos de artifício mais potentes e, por isso, ganhou outro de brinde.

Segundo o site R7, “Ao entrar, segundo informações do jornal The Sun, ele pediu pelo kit “maior e mais barulhento” que houvesse no estoque. Ao pagar, ganhou outro kit igual de brinde.”

Se vocês clicarem no link do R7, encontrarão a seguinte notícia em negrito.

Suspeito diz que aprendeu a fazer bombas que explodiram em Boston em revista da Al Qaeda

Não devemos acreditar no que nos foi dito e sim analisar o que aconteceu. O fato é um, mas os pontos de vista vários. Até porque nem eu, nem você e tampouco bilhões de pessoas no mundo inteiro ouviram-no dizendo isso. Pode muito bem tratar-se de um bode expiatório. E porque eu digo isso, leitor? Espere e continue lendo. Começa a ficar interessante agora.

3

A mochila de Tamerlan era cinza. A do agente da Craft preta e com aquele adorno branco em cima e a do Dzhokar branca. De qual dos três era a mochila? Sinceramente, respondam a si próprio de quem era a mochila. Do agente da Craft.

Mas o que é essa tal de Craft International?

Craft International LLC é uma empresa de treinamento tático que proporciona treinamento militar, policial e civil. A empresa foi fundada em 2009 pelo ex-SEAL Chris Kyle. Sua principal área de atuação é a de atirador de elite, tanto que, com mais de 150 combatentes inimigos mortos durante quatro passagens pelo Iraque, lhe valeu o apelido de “O Diabo de Ramadi.

Muitos dirão: pode ter sido uma coincidência.

Não, coincidência em um problema tão grave assim não existe. Duas mochilas iguais, sendo que uma era de uma pessoa que mata por dinheiro. Não entenda o assassinato como uma coisa normal mas como uma atitude vil, da pior espécie para os nossos tempos atuais.

Algum puto virá dizer: os índios matavam sem remorso. Eram outros tempos. Vivemos em uma sociedade e em um tempo diferente. Como diria um sábio qualquer: uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

4

Na imagem acima, a primeira mensagem diz:

De acordo com o FBI e sua mídia

Suspeito 1                            Suspeito 2

Morto pela polícia                       Em liberdade (Nesse caso é melhor dizer ainda vivo)

Na imagem abaixo dos dois suspeitos, dois homens e sobre suas imagens, as mensagens irônicas:

Não é um suspeito                                   Não é um suspeito

                        Ignorem esses homens

Vocês não conseguem fazer essas coisas!! (Em alusão ao feitio de bombas, mais uma mensagem debochante)

Agora que vem o problema! Tem certeza de que eles não conseguiriam fazer aquelas coisas?

5

É uma imagem autoexplicativa.

Vamos à próxima imagem.

6

No texto diz:

À 1:53 AM EST (Eastern Standard Time – Horário Padrão Oriental) TAMERLAN TSARNAEV ESTAVA ‘EM CUSTÓDIA’ ELE ESTÁ VIVO E SUAS MÃOS ESTÃO VISÍVEIS ENQUANTO ELE ESPERA AS AUTORIDADES ALGEMAREM-NO E TUDO MAIS

SUAS ROUPAS PARECEM INTACTAS E NÃO HÁ SINAL DE PERDA DE SANGUE

3 HORAS DEPOIS ELE É DECLARADO MORTO PROVENIENTE DE UMA EXPLOSÃO E DE FERIMENTOS DE TIROS.

Segundo algumas pessoas, este aqui é ele entrando no carro da polícia nu.

7

 

Aqui vai um vídeo dele entrando no carro.

Agora chegamos à uma inconsistência.

9

Não notou nada de diferente entre o homem da foto entrando no carro e o homem morto? Me deixe mostrá-lo a diferença.

8

Pêlos. Muitos pêlos. No corpo do rapaz do vídeo não há pêlos e como um passe de mágica, há pêlos no cadáver. Além disso, mostraram que ele realmente morreu. Americano quando mata, mostra logo a foto. O mesmo foi com Saddam e com o Kadafi. E quanto ao Osama Bin Laden? Cadê as fotos? Será que mataram ele mesmo ou pegaram apenas mais um para servir de bode expiatório?

Então quem era o rapaz do vídeo? Segundo uma senhora em Toronto, o rapaz era seu sobrinho.

Então será que podemos, baseado nestas especulações, ter uma outra ideia sobre? Sim, só se fizermos o uso da razão baseado nos fatos. O rapaz (sobrinho da senhora de Toronto) foi preso e fez-se passar de Tamerlan para depois dizerem que Tamerlan foi morto numa troca de tiros. (?)

Vejam a foto, Tamerlan apresenta diversos sinais de que sua morte foi causada por uma bomba, não numa troca de tiros. E como ele foi aparecer no hospital tão rápido e morto? São várias incongruências.

Mas o que isso tem a ver com manter as pessoas calmas?? Alívio social e um melhor sentimento de segurança, de que o governo está lá para proteger. Quer ver um exemplo?

Um belo exemplo disso é o caso de Abraham Lincoln. Isso mesmo! Aquele que você sempre vê no cinema. Ele ficou conhecido depois de ter saído como vencedor da Guerra Civil Americana do Norte Capitalista (União) contra o Sul Escravagista (Confederados). Enquanto ele assistia a uma peça, foi morto pelo ator e espião confederado John Wilkes Booth. Este fugiu e se dirigiu para uma fazenda na Virgínia enquanto era perseguido pelo exército da União. Foi encontrado e morto. Contudo, diversos autores encontraram provas contundentes de que John Wilkes Booth não morreu dessa forma, que pegaram alguém como bode expiatório pois precisavam capturar alguém para que a sociedade – neste caso, o lado vencedor – se sentisse ressarcida. Há quase duzentos anos, a história é a mesma, de que houve reação por parte do alvo, no que resultou no uso coercitivo da força, ou seja, em sua morte.

E a sociedade realmente se sentiu ressarcida, sendo o John Wilkes ou não. O mesmo aqui. Sendo o Tamerlan o autor dos atentados ou não.

Vamos ao Dzhokar agora.

10

Aquelas palavras no início desta imagem foi do pai adotivo do jovem. Entenda por pai adotivo, quem o acolhe quando você vai para um país estrangeiro. Isso é muito comum em todos os países, incluindo o Brasil. É conhecido também por pais e mães postiços.

Quanto ao depoimento do pai postiço do jovem Dzhokar, é bem duvidoso pois as fotos mostram, por A+B que nada daquilo que ele narrou havia de fato na cena.

11

A foto do jovem sendo amparado. Eu não encontrei em momento algum nenhuma foto dele oferecendo resistência de prisão ou qualquer outro ato vil, para que fizessem o que fizeram com ele.

12

ENQUANTO VOCÊ ESTEVE DISTRAÍDO POR CAUSA DE BOSTON E TEXAS,

O CONGRESSO APROVOU O C.I.S.P.A.

Não somente aprovou o CISPA, mas como também vetou aquela lei que obrigava uma checagem criminal previa do interessado na compra de arma, como vimos anteriormente.

Agora é quando os fatos se tornam muito mais emblemáticos.13

 

VER ATUALIZAÇÃO IV, NÃO É O TAMERLAN NESTA FOTO. 

Não que dê para ver nitidamente, mas conseguimos visualizar que é o Tamerlan nessa foto. Depois do estouro, ele ainda está correndo com a sua mochila.

Vamos abstrair, cogitemos a hipótese dele ter uma mochila dentro dessa mochila. Mas como a mochila que – supostamente na, nossa abstração – estaria dentro da mochila dele, seria idêntica ao do agente da Craft? Não existe coincidências assim como não existiu mochila dentro de mochila.

14

Operação de Bandeira Falsa. O que é?

Operação de bandeira falsa (False flag em Inglês) são operações conduzidas por governos, corporações ou outras organizações que aparentam ser realizadas pelo inimigo de modo a tirar partido das consequências resultantes. O nome é retirado do conceito militar de utilizar bandeiras do inimigo. Operações de bandeira falsa foram já realizadas tanto em tempos de guerra como em tempo de paz.
[editar]Exemplos de operações de bandeira falsa realizadas para obter pretexto para entrar numa guerra

Em 1931, o Incidente de Mukden (também chamado Incidente da Manchúria) foi um incidente provocado deliberadamente por militares japoneses e utilizado como pretexto para a invasão e anexação japonesa da Manchúria.
Em Agosto de 1939 deu-se o Incidente de Gleiwitz. Este foi um ataque forjado contra o estação de rádio Sender Gleiwitz, em Gleiwitz, Alemanha (a partir de 1945, Gliwice, Polónia). Este ataque foi parte de uma série de provocações realizadas pela operação Himmler, um projecto da SS Nazi para criar a aparência de um ataque provocado pelos Polacos e utilizado como justificação para a invasão da Polónia
Em 1953, a operação Ajax, orquestrada pela Grã-Bretanha para derrubar o regime democraticamente eleito do líder Iraniano Mohammed Mosaddeq. Uma operações de bandeira falsa e várias tácticas de propaganda foram utilizadas para derrubar o regime. Informações acerca desta operação foram abertas ao público.
Em 1954, Israel patrocinou uma operação contra os interesses dos Estados Unidos e Grã-Bretanha no Cairo, com o objectivo de provocar problemas entre o Egito e o Ocidente. Devido a esta operação, mais tarde apelidada de Caso Lavon, o então ministro da defesa de Israel, Pinhas Lavon, demitiu-se. Israel admitiu responsabilidade por esta operação em 2005 .

Retirado de Wikipedia.

Na parte onde diz sobre um possível detonador, vejamos em uma escala maior.

E aí, leitor? É um detonador ou não? Não!

É um detector de radioatividade.

Qual a necessidade de um detector de radioatividade exatamente nesta corrida? Esse mesmo pessoal estava lá em anos anteriores? Esses detectores são usados sempre? Acho que não. Ninguém leva um detector de radioatividade para uma corrida.

15

Em amarelo na parte de cima:

Você consegue ver o policial federal nesta imagem com o suspeito?

Dica:

Então aparece a mochila como evidência.

Agora, a mensagem em branco:

Porque eles estavam seguindo-o antes da explosão? Porque sua mochila era de cor diferente? Pensem… ainda é legal.

Fazendo uma alusão sobre a razão acerca de seguirem Dzhokar antes dos atentados e incentivando as pessoas a pensarem. Porque estavam seguindo-o? Usá-lo como bode expiatório? Talvez…

15

16

Será que o FBI não se deu conta de que havia um homem ali, com uma mochila suspeita mesmo sendo ele um agente da Craft International ou não? Difícil pois em todas as imagens que nós vimos, os suspeitos sempre estão perto de agentes da Craft.

 

17

 

Na imagem diz, as duas mulheres são a mesma pessoa. Na imagem direita diz:

DONNA ESTAVA A ALGUNS QUARTEIRÕES DE DISTÂNCIA QUANDO BOMBAS EXPLODIRAM

Então, a usuária mrswealthandsuccess nos aponta:

Seu nome era Dawn (E não Donna como o telejornal se referiu) e ela era a diretora da escola Sandy Hook, quem “de fato” foi morta durante o massacre de 14/12 (Quem fizer uma busca rápida, realmente a encontrará) entretanto, ela foi vista na maratona de Boston, agora com um novo nome “Donna” LOL…. É SÉRIO? Então os mortos andam

19

20

 

21

As únicas foto que oficialmente devem ter crédito estão diante de vocês hoje.

Fazendo alusão às fotos dos suspeitos e das mochilas.

Em outras palavras:

“CALEM-SE ESCRAVOS, ESTES SÃO OS ÚNICOS SUSPEITOS”.

22

Quem é Blackwater? Eles vieram direto do GTA.

Ah! Coitadinho de quem foi explodido!
Olhem o que esses porcos fazem com as pessoas lá.

O Blackwater Mercenaries é um grupo mercenário sustentado pelo governo americano, é quem faz o trabalho sujo. Foram eles os responsáveis por matar alguns líderes da Al Qaeda. Mesmo assim, o governo americano negou qualquer ligação entre o governo e os mercenários.

23

 

Agora a pergunta… TUDO ISTO POR UM ÚNICO JOVEM?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?

24

 

Sejamos um pouco mais sinceros. Perguntem a si mesmos, é necessário tantas armas para capturar um jovem ou alguém extremamente bem treinado?

Pensou que acabou? Tem mais!

Alguns vídeos comprobatórios.

Neste primeiro, o indício de que o braço do Dzhokar estava fora de lugar e resquício dos dedos em um lugar diferente com o objetivo de esconder a mochila de Dzhokar. Para quê? Quando um suspeito que antes estava com uma mochila depois aparece sem em uma foto, é sinal de que há culpa. Bom, um analista procurou observar e chegou à seguinte conclusão:

De que a mochila dele foi Photoshopada e realmente dá para ver algo em formato quadricular, significando que deveria estar em suas costas.

Neste, um rapaz mostra evidências contundentes sobre o FBI.
Ele afirma que há um enorme preconceito por parte dos americanos contra os muçulmanos, como se somente eles fossem ter culpas de todos os ataques a bomba. E qualquer atentado a bomba se transforma em ligação ao Terrorismo, negligenciando que, talvez, alguns próprios americanos, como o Craft, tenha ligação ou sejam autores.
Além disso, mostra a ligações por trás de todos os ataques terroristas desde a década de 1990 com o FBI.
Em um deles, o FBI acusou um rapaz de querer promover a Jihad dentro do território americano por explodir tanques de óleo. Foi comprovado, posteriormente que o rapaz apenas possuía problemas mentais, dentre outros casos. Vejam.

Uma prova incontestável de que os ataques foram planejados, é devido à presença de cães farejadores na área. O governo alegou que era apenas um exercício. Mesmo sendo um exercício, os cães falharam ao tentar detectar alguma evidência de explosivos.

Quando uma pessoa pergunta ao porta-voz do governo o porque deles não informarem que haviam cães farejadores e homens nos prédios, o porta-voz rapidamente transfere a pergunta ao público.

E você leitor? Ainda acha que não há acobertamento? Que os governos não acobertariam nada? Se com um acidente foi assim, imagine com coisas maiores como, por exemplo, o fenômeno UFO.

A minha análise está feita, agora eu deixo para vocês, leitores, pensarem sobre o caso. Quem quiser a minha opinião, só requerê-la nos comentários.
Obrigado a todos os senhores por terem lido. :)

Até a próxima!!

Written by DraftL

O que está em cima é igual ao que está embaixo e, o que está embaixo, é igual ao que está em cima, para realizar os milagres de uma coisa única.

Comentários