,

O que acontece com o corpo humano quando ele é exposto à radiação?

Muita gente é contra a criação de usinas nucleares por medo de contaminação. Isso em parte é justificável, pois apesar de ser uma fonte de energia eficaz e teoricamente limpa, a radiação pode ser bastante nociva ao corpo humano.

Hiroshi Ouchi, um japonês de 35 anos viveu isso da pior maneira possível. Depois de sofrer uma acidente em uma fábrica de reprocessamento de urânio em Tokaimura em 1999, o trabalhador sofreu consequências graves, que terminaram fatais.

 tokomura

No acidente, Ouchi ficou exposto a grandes quantidades de radiação na forma de raios de neutritos. Depois que uma solução de nitrato de uranila, que continha 16,6kg de urânio, foi depositada em um tanque de precipitação, excedendo sua massa crítica, raios de neutrinos atravessaram o corpo de três funcionário, incluindo Hiroshi.

A radiação destruiu por completo os cromossomos do trabalhador, o japonês foi rapidamente encaminhado para o Hospital Universitário de Tóquio. Ele parecia bem, até que a sua pele começou a cair, o que foi piorando gradativamente.

hiroshi

Esforços médicos, fizeram com que ele conseguisse sobreviver por três meses em coma induzido, mas nada parecia ajudar. Sua pele ficava cheia de bolhas e depois caía.

Além disso, os órgãos internos começaram a falhar e Hiroshi estava perdendo cerca de 20 litros de fluídos corporais por dia.

O difícil quadro da vítima não se reverteu sequer com tratamentos de células tronco, implantes de pele e várias transfusões de sangue. Após os três meses em coma, ele faleceu.

Abaixo, uma foto da vítima em seus últimos dias no hospital:

ouchi1

Fonte: IFL | Dica de post: Colaborador Misterioso de Fabri City (WTF?!)

Written by Danieu

Fundador do IÉB, o administra desde 2007, e não viu nem 1% da bizarrice do mundo.

Comentários