,

A história por trás de Amityville

Creio que todos já devem ter ouvido ou lido algo a respeito desse caso. Essa semana eu estava relendo o meu livro ‘Horror em Amityville’ e decidi que postaria algumas fotos e uma curiosidade que poucas pessoas sabem sobre a casa.

Em 13 de novembro de 1974, Amityville, Long Island, Nova York. A polícia recebe uma ligação de uma pessoa chamada Joey Yeswit sobre um assassinato na Avenida Ocean, 112. Ao chegar ao local, os policiais se depararam com uma cena horrível: Praticamente toda a família morta. Ronald DeFeo Jr., de 23 anos, matou a tiro o pai, Ronald DeFeo, a mãe, Louise Brigante-DeFeo, os dois irmãos, Marc e John, e as duas irmãs, Dawn Theresa e Allison Louise.O próprio Ronald confessou os assassinatos, mas os atribuiu a vozes em sua cabeça que o comandavam e o induziam a matar.

Até hoje, Ronald alega que não matou ninguém por vontade própria e que amava sua família, mas os demônios que viviam na casa o obrigaram a fazê-lo. Verdade ou não, o caso é conhecido e comentado até hoje; dezenas de paranormais já visitaram a casa e afirmam que lá existem presenças muito malignas as quais podem destruir você se não tiver muita força mental e fé para impedí-los.

As investigações continuavam e o fotografo da perícia tirava fotos da casa para análise de possíveis pistas. Ao revelar duas das fotos, ele ficou aterrorizado com o que viu: o fantasma de um menino o observava em ambas. Ao que parece, ele seria um dos filhos do casal DeFeo.

Será?

Agora seguem algumas fotos e uma curiosidade, para vocês!

 

Foto da casa, hoje:

A foto da família:

A foto do assassino Ronald DeFeo:

A foto dos locais onde foram retirados os corpos:

A foto dos caixões da família:

A foto da lápide:

Agora uma curiosidade que poucas pessoas sabem: A planta da casa não está totalmente correta, pois existe um quarto a mais! Quem encontrou o quarto, foi a último morador George Lutz, que também saiu da casa afirmando que espíritos malignos estavam lá dentro!

Segundo Lutz, o quanto além de vermelho (foto) teria atá cheiro de sangue!

Hoje, a casa está sendo vendida a um preço de banana, mas ninguém tem coragem de comprá-la… Vocês a comprariam?

Written by Isis Müller

Historiadora em progresso, leonina, amante da leitura, da fotografia e um tanto quanto apaixonada por tudo aquilo que não posso ver, ou tocar. Prazer.

Comentários