,

Ilha das bonecas

Falaremos um pouco da Ilha das Bonecas, ou então como é realmente chamada Isla de las Muñecas.

Tudo começou em 1951 , em um local conhecido como Xochimilco. [Coordenadas para quem quiser se aventurar: Latitude / Longitude = 19°16’22.51″N, 99° 5’17.57″W] Lá temos uma visão um tanto quanto macabra! A área, composta por quase 190 quilômetros de canais e uma linda natureza, abriga um mistério um tanto quando bizarro.

ilha

Alí existe a Ilha das Bonecas. O local, que durante mais de 25 anos teve como único residente Julián de Santana Barrera, é atualmente palco de um cenário, no mínimo curioso. Reza a lenda que, um dia, Julián encontrou o cadáver de uma menina que, aparentemente, havia se afogado em um dos canais da ilha.

O senhor:

dollman

Depois do ocorrido, este simpático senhor e alguns moradores próximos começaram a ouvir gritos, choros e vozes, que se prolongavam em um lamento constante. Aterrorizado pelo que atribuiu ser o sofrimento da falecida menina, o morador buscou uma solução para o problema: pendurou ao redor de sua casa bonecas de todos os tipos e tamanhos para agradar e proteger-se. E, ao longo dos anos, pendurou tantas, que hoje as bonecas espalhadas pelas árvores e paisagem local estão na casa de milhares.

No início de 2001, o velho foi pescar com o sobrinho. Ali, disse ao menino que há muitos anos as águas do rio eram habitadas por uma sereia que insistia em levá-lo. Não tardou muito para que, um dia, o corpo do senhor fosse encontrado. Desde então, a lenda se propagou, e o local passou a ser conhecido como a Ilha das Bonecas.

isla-muniecas-26

Fotos:

bonecas 1

boneca_morta4

ilha das bonecas 3

RyyBJkj

bonecas 2

5058675344_b24ed96bc8_thumb

10133351038612

isla-de-las-munecas_6

estacas

lha-bonecas-cindy-vasco07

Um último recado:

munecas1

E é isso… Quem aqui se atreveria a fazer uma visita a esta fantástica ilha?

Abraços.

Written by Isis Müller

Historiadora em progresso, leonina, amante da leitura, da fotografia e um tanto quanto apaixonada por tudo aquilo que não posso ver, ou tocar. Prazer.

Comentários