, , ,

Lacerta – A Reptiliana (Megapost – 2/2)

Para ler a primeira parte, clique aqui.

Ééééé! Chegou a hora tão esperada, galera! Agradeço a todos aqueles que não esperaram tempo suficiente para ler a nossa amiga, Lacerta!

Sim, a tradução demorou bastante mas podemos bater no peito e dizer: é nosso! Traduzido exclusivamente para o Isso É Bizarro!

Sem mais delongas, comecemos a ler. Li duas vezes e caso haja algum problema ortográfico, avisem-me que será uma honra corrigir.

O Arquivo Lacerta I

Traduzido de Doug Parrish. Retirado de http://www.sabon.org/reptiloid/index4.html

Introdução

Mais uma vez reafirmo que o texto a seguir é a verdade absoluta e não é ficção. Este texto é composto de três gravações originais que foram feitas em 24 de Abril de 2000 com um gravador durante minha segunda entrevista com a criatura reptiliana conhecida como “Lacerta”. A pedido de Lacerta, o texto original de 31 páginas foi revisado e resumido para lidar com algumas questões e perguntas. Algumas questões existentes foram parcialmente encolhidas ou emendadas. Eu ainda me comprometi em extrair uma mensagem e significância disso. Nesta parte da entrevista, talvez não mencionada ou não mencionada por completo na transcrição, lida primeiramente com assuntos pessoais, demonstrações paranormais e o sistema social das espécies reptilianas e tecnologia e física alienígenas.

A razão da mudança de data e hora desse segundo encontro foi devido a uma possível observação e vigilância de minha pessoa depois da publicação da primeira transcrição. Entretanto, tudo foi tentado sob o aviso de Lacerta para manter minha identidade um segredo, apenas dois dias depois da disseminação do documento às pessoas, diversos eventos inusitados aconteceram. Por favor, não penseis que sou paranoico; apesar de acreditar que a publicação da entrevista atraiu um interesse oficial ou a atenção de alguma organização para mim. Até hoje em dia, eu tratava as pessoas que acreditavam que estavam sendo seguidas pelo estado nada mais do que brincalhões. Mas agora eu comecei a revisar as minhas ideias sobre isso desde aqueles eventos em Janeiro. Começou com uma falha no meu telefone por algumas horas. Quando meu telefone voltou a operar mais uma vez, havia alguns pequenos ecos e estranhos sons de clique e zunido. Pela noite, arquivos importantes desapareceram do HD do meu computador. O programa de teste reportou “setores defeituosos” onde havia arquivos  que lidavam somente com as ilustrações e o material completo desta entrevista. Estes “setores defeituosos” também continham materiais de natureza paranormal no campo de minha pesquisa. Felizmente, o material também estava armazenado em disquetes. Em adição, eu descobri por puro acaso uma pasta escondida na índex do diretório. O nome que aparecia no arquivo e no índex do diretório era “E72UJ”. Um amigo, que é um expert em computação não pode ter nenhuma ideia sobre essa designação e quando estava prestes a mostrá-lo tudo isso, o diretório desapareceu. Uma tarde, a porta do meu apartamento estava toda aberta e minha televisão ligada – eu tenho a certeza absoluta de que eu tinha desligado a TV.

Uma minivan com marcas britânicas e com a marca de uma rede de supermercados da Europa estava parada em frente a minha casa. Eu reparei na mesma minivan de novo durante algumas ocasiões viajando a certa distância atrás do meu carro, mesmo quando eu visitei a cidade de … a cerca de 65 quilômetros de distância. Quando eu voltei, o carro estava no outro lado da rua mais uma vez. Nunca vi ninguém entrar ou sair do carro. Eu bati na porta do veículo, mas não tive nenhuma resposta. Depois de mais ou menos duas semanas a minivan desapareceu novamente. Quando eu informei EF pessoalmente sobre estes eventos, ele sugeriu que eu mudasse a data e o lugar do encontro para ter certeza de nossa própria segurança de Lacerta. O encontro ocorreu em 27 de Abril de 2000 em uma localização isolada. Não fomos observados até onde eu posso crer.

Mais uma vez, tudo isso pode parecer estranho e paranoico, como uma fantasia de um filme de ficção cientifica, entretanto, eu só posso repetir para certificar o leitor mais uma vez: tudo isso é a verdade inadulterada. Acredite em minhas palavras ou não. Estas coisas aconteceram e elas vão continuar a acontecer mesmo que você acredite ou não. Até que seja muito tarde. Nossa civilização está em perigo.

Ole. K – 3 de Maio de 2000.

Transcrição da entrevista (versão resumida)

Data da entrevista: 27 de Abril de 2000

Comentário por Ole. K.: O encontro começou com uma avaliação de diversas questões e opiniões que eu adquiri dos leitores da primeira transcrição de forma anônima através dos meus amigos mais confiáveis. Algumas dessas opiniões – todas juntas formam mais de 14 páginas de material – continha comentários de diversas naturezas, desde uma radicalmente religiosa até com tendências fanáticas para saldar um contato com uma espécie reptiliana. Alguns desses comentários continham frases estereotipadas como “servos do inferno” ou “espécies do mal”. Eu não quero entrar em nenhum tipo de descrição detalhada aqui até porque eu não quero passar adiante nenhum tipo de pensamento radical ou falso.

Pergunta: Quando você lê esses comentários carregados de animosidade, o que você pensa e sente? A relação entre sua espécie e a nossa realmente é formada neste tipo de negação total?

Resposta: Impressiona-lhe que eu não esteja completamente enraivecida por isso? Eu esperei exatamente estes tipos de reações extremas. A programação para uma negação absoluta de outras espécies (especialmente das espécies reptilianas) no seu próprio caso está altamente incorporada em cada uma de suas consciências individuais. Esse condicionamento antigo deriva dos dias de sua terceira criação artificial e, biologicamente falando, é passada através de um genoma informativo de geração pra geração. A identificação da minha espécie com poderes das trevas foi uma intenção primária dos Illojim, que queriam ser vistos como tendo o papel de poderes da luz – alguma coisa que por si só já representa um paradoxo, posto que aquela espécie humanoide era extremamente sensível à sua luz solar. Nesse caso você deveria estar esperando eu parecer ofendida, mas eu acho que eu vou ter que parcialmente te desapontar. Essas intenções obscuras não são realmente sua culpa. Você está simplesmente seguindo o que você herdou de seus ancestrais.  E é realmente, de fato, algo desapontante que muitos de vocês não desenvolveram uma autoconsciência forte, isto deveria ajudá-los a ultrapassar tal condição. Como eu disse anteriormente, nós estivemos em contato direto pelos últimos séculos com algumas de suas tribos primitivas, estas tribos conseguiram com sucesso quebrar o vínculo do velho programa de criação, eles foram capazes de nos encontrar sem tensão, ódio e total rejeição. Aparentemente, muito de seus indivíduos civilizados não estão em posição de pensar por eles mesmos, mas de se deixarem ser guiados pela programação e pela religião (que também é uma manifestação da programação antiga e parte do programa dos Illojim). Além do mais, comentários deste tipo eu entendo como fascinante ao invés de irritante; eles simplesmente confirmam em larga escala minhas suposições sobre o seu modo de pensar.

Pergunta: Então, vocês não são a “Espécie do Mal” como foram taxados anteriormente?

Resposta: Como eu poderia responder a isso? Seu povo ainda pensa de acordo com um simples e completamente inapropriado esquema de generalizações. Melhor dizendo: NÃO há absolutamente espécies completamente malignas. O que existe em toda espécie terrestre e extraterrestre é que há tanto indivíduos bons e indivíduos ruins; isso também é uma das verdades para o seu povo; mas não há algo como uma espécie puramente má. Essa concepção é realmente muito primitiva. Seu povo tem acreditado desde tempos imemoriais que vocês devem fazer o que acreditam – o que estava previsto para vocês crerem pelos seus inventores. Toda espécie bem conhecida, mesmo para os mais desenvolvidos, consiste de um grande número de consciências individuais (pelo menos uma porção de consciência é individual, mesmo havendo campos conectores de consciência); estes espíritos autossuficientes são capazes de decidir livremente por eles mesmos que tipo de vida é bom ou ruim, de acordo com seus próprios padrões humanos. Isso depende, novamente, do respectivo ponto de vista; seu povo não está necessariamente em uma posição de julgar quaisquer que sejam os atos de uma espécie até porque vocês se encontram em um ponto de observação mais baixo, no qual uma avaliação não é possível. Suas palavras simples “bom” e “mal” são em quaisquer casos exemplos de uma tendência avante à generalização; em minha linguagem existem muitos conceitos de várias formas de descrever comportamentos individuais em comparação às normas da sociedade.

Mesmo aquelas espécies extraterrestres que estão inclinadas a agir com antagonismo perante vocês não são uma espécie maléfica, mesmo que eles ajam negativamente em respeito a sua raça. Eles fazem isso pelas suas próprias razões e não se julgam maus; seu modo estrutural de pensar é mais linear e mais focado do que os deles são, então vocês se comportam de tal forma. A atitude de uma espécie frente a outros tipos de existência naturalmente depende em grande parte da forma estruturada de pensamento; cada espécie aponta suas próprias prioridades. Classificar essa de “boa” ou “má” é bastante primitivo, para a sobrevivência de qualquer espécie há uma grande variedade de argumentos, até mesmo da sua própria, que há também diversos argumentos variando do pior ou de ações negativas. Eu mesmo não excluiria minha espécie neste caso, no passado houveram algumas ocorrências que eu, pessoalmente, repudio mas eu também não gostaria de entrar em detalhes. Nenhuma dessas ocorrências aconteceram nos últimos 200 anos da sua escala de tempo. Mas, por favor, perceba o seguinte: não há absolutamente espécies boas e também não há espécies puramente más por que todas as espécies consistem de indivíduos.

Pergunta: Nas cartas que eu recebi geralmente tinha essa pergunta. Você poderia entrar em maiores detalhes sobre a física avançada que você comentou da última vez? Muitas pessoas disseram que suas palavras não fazem sentido. Por exemplo, como os óvnis funcionam? Como eles voam? Como eles fazem as manobras que eles fazem?

Resposta: Como eu poderia explicar tal coisa às pessoas? Não é tão simples. Deixe-me pensar sobre isso por um minuto. Eu sempre tenho que usar palavras muito simples para poder deixar claro os princípios básicos de um tipo de ciência mais avançada. Vamos tentar dessa forma: você tem que entender alguns fatos fundamentais. A primeira coisa que você deve dividir é a concepção de mundo físico porque a existência consiste em diferentes camadas; vamos dizer para simplificar que consiste de uma ilusão material e uma esfera de influência {Nota do tradutor: não existe tradução para a palavra “Feldraum”, “Feld” significa “campo” e “Raum” quer dizer “espaço, lugar, expansão”. Então vou traduzir como esfera de influência} algumas condições físicas são associadas somente com o reino material – concreto – enquanto outras e mais complicadas condições estão associadas somente com a esfera de influencia do mundo material. Sua concepção de mundo físico é baseada sobre uma simples ilusão da matéria. Essa ilusão é posteriormente dividida em três condições básicas ou elementares da matéria. Uma quarta e muito importante condição também existe, no qual vocês simplesmente não prestam a devida atenção; é a que rodeia a esfera de influência ou, melhor dizendo, o reino do plasma. Para vocês, a teoria de uma transformação controlada ou uma elevação da frequência da matéria e a existência estável dessa quarta condição agregada da matéria não é muito comum, ou ela existe em um nível muito primitivo. (como uma observação, há cinco estados de matéria mas falar sobre o estado pós-plasmático seria ir muito além e só serviria para confundi-los. Além disso, não é necessário para um entendimento da teoria básica; este estado está conectado com diversos fenômenos que vocês caracterizariam como paranormais). Agora, de volta aos essenciais: plasma… agora, com plasma eu não quero dizer apenas “gás quente” – como o conceito geralmente é simplificado pelo seu povo – mas eu diria uma condição altamente agregada de matéria. O estado plasmático da matéria é uma forma especial que reside entre esta existência real e a esfera de influência que é uma completa perda de massa e pura acumulação de energia de várias formas sempre que a matéria é “empurrada ou puxada” {nota: nenhuma explicação foi dada pelo uso das palavras “puxada e empurrada” usadas neste contesto}.

O quarto estado da matéria é muito importante para certas condições físicas que podem ser usadas, por exemplo para… como eu deveria explicar isso… gerar antigravidade (esta é uma palavra humana estranha e não muito correta mas vocês devem entender melhor desta maneira). Essencialmente no mundo da física real, não existem forças bipolares mas um “comportamento dependente observador reflexivo”  de uma única grande força unificada em diferentes níveis. Com antigravidade ou com as características de deslocamento gravitacional, uma pessoa pode, por exemplo, fazer uma matéria sólida levitar. Este método é empregado parcialmente pelos Estados Unidos e por extraterrestres também como mecanismos de propulsão para seus óvnis. Seu povo está se movendo em um nível extremamente primitivo na direção um princípio similar para seus projetos militares secretos, mas desde quando vocês mais ou menos roubaram esta tecnologia (e depois foi falsamente passada a vocês intencionalmente pelos extraterrestres), vocês não tem o verdadeiro entendimento físico; como resultado, vocês tem que lutar contra problemas de instabilidade e radiação dos seus óvnis. De acordo com a minha informação, houve um grande número de morte de seu povo devido à intensa radiação e distúrbios de campos. Você não concorda que este também é um exemplo de negócios que retrata o bom e o ruim? Seu povo brinca com forças desconhecidas e deste modo aceita a morte de sua própria espécie porque eles morreram em prol de uma causa maior, nominalmente para o avanço de sua tecnologia em que o resultado está sendo posto novamente com o interesse da guerra, a exemplo das perseguições negativas. Agora, alguém pode te dar um voto de confiança, que somente um número bem pequeno de suas pessoas tem o conhecimento sobre estes projetos alienígenas que são – como eu te expliquei – altamente secretos. Eu te disse que maior o ordinal ou escala numérica de matéria básica, mais simples a elevação do condicionamento, mas isso é só parcialmente correto. Você não pode driblar estes poderes então é melhor você nem tentar. Mas a sua espécie sempre foi ignorante e desde tempos imemoriais tentou usar de forças que vocês nem mesmo entenderam. Porque isto algum dia mudaria?

Você se lembra do assunto de fusão do cobre? Através da flutuação no ângulo correto com o campo de radiação induzido, o cobre é fundido com outros elementos. (A ilusão de matéria é fundida, os campos e a esfera de influencia se sobrepõe embricadamente, mas a força principal seria refletida por aquele processo e se tornaria um personagem quase bipolar. A conexão resultante e o campo seriam, por esta razão, não estáveis em condições normais da matéria e seriam inadequadas para tais tarefas. Como resultado, todo o campo espectral é mudado para uma condição semelhante ao plasma através do qual o espectro vem com uma dura mudança para o lado oposto – a palavra NÃO está correta – do campo de força e assemelha-se bastante a uma mudança gravitacional. Essa mudança causa uma inclinação da força quase bipolar repulsiva, que agora não flui para o interior do campo de força mas parcialmente para o exterior do campo. O resultado é uma força reflexiva interestratificada que no qual é muito difícil de modular dentro de certos limites técnicos em relação às suas próprias características. Também pode carregar uma multiplicidade de tarefas como, por exemplo, fazer com que massivos objetos voadores possam ser levitados e manobrados. Isso também pode exercer uma função de camuflagem no reino da radiação eletromagnética e também como manipular temporalmente uma sequência de eventos – realmente a uma extensão limitadíssima – e outras coisas também. Você está familiarizado com seu “efeito de túnel quântico”? Mesmo a amplitude de equalizações dentre a matéria genuína pode ser obtido com um destes tipos de campos se a frequência e a distância do plano (MINHA NOTA: a palavra aqui usada foi “plane” que pode ser tanto “plano”, “planar” e “avião”) do campo forem altas o suficiente. Infelizmente, tudo o que eu expliquei com suas palavras saíram de modo bem primitivo. Creio que possa soar estranho e certamente impossível para sua compreensão mas talvez esta simples explicação possa ter algum uso para vocês na ajuda do entendimento. Ou talvez não.

Pergunta: há algum substanciamento cientifico para poderes paranormais tais como os poderes do pensamento?

Resposta: Sim. E para explicá-la é preciso que se conheça a realidade física da esfera de influência (Feldraum). Eu tentarei explicar, espere um segundo… você terá que que se separar mentalmente da ilusão do que o que você vê é a real natureza do universo. Isso é, melhor dizendo, a superfície de um lado. Imagine por si mesmo que toda a matéria aqui – você, essa mesa, esse lápis, esses aparatos técnicos, esse papel – não existem realmente mas são apenas o resultado de um campo de oscilação e concentração de energia. Toda a matéria que você vê, toda criatura, cada planeta e estrela neste universo tem uma “energia informativa equivalente” na esfera de influencia que está localizada em um campo principal – no nível geral (das coisas). Agora, não há somente um nível, mas alguns. Na última vez, eu tinha mencionado que espécies altamente desenvolvidas são capazes de mudar os níveis que é algo completamente diferente da simples mudança de bolhas, as bolhas são uma parte de cada e todo nível. Entende? Dimensões, como vocês chamam, são partes de uma bolha solitária, bolhas ou espuma universal são partes de um nível e níveis e camadas na esfera de influencia, enquanto a esfera de influencia, atuando na capacidade de um único tamanho físico, é essencialmente interminável; é composta de inúmeras camadas de energia de informação e alguns níveis. Inexistem na esfera de influência números inválidos; todos são iguais mas eles são separados por significados de seu condicionamento energético. Eu percebi que estou te confundindo agora. Eu acho que eu devo parar com essa explicação.

Pergunta: Não, por favor, continue. Como se dão e nascem os poderes paranormais?

Bem, OK então. Vamos tentar algo mais simples. De novo, não é completamente correto, mas comecemos desta maneira: matéria tangível deste lado é espelhada na esfera de influencia como um campo de camadas distintas. Essas camadas contêm informações, como por exemplo, sobre a simples estrutura da matéria ou da frequência da corda, mas também há informação armazenada derivada do desenvolvimento da matéria. Você está familiarizado com o conceito humano de “campos morfogenéticos”? (MINHA NOTA: Isso me lembrou o Animus de Assassins’ Creed que é um aparato em que o Desmond deita para se recobrar de suas memórias de vidas passadas) Uma parte da camada poderia ser designada como tal. Agora ainda há outra camada intermediaria no qual não há um conceito humano sobre isso. Vamos chamá-la de “para-camada”, que é uma camada responsável por tudo o que você chama de parapsicológico e paranormal que também reside fora dos limites de sua ciência primitiva. Essa para-camada encontra-se entre as camadas da matéria e da matéria e da morfogenética na esfera de influência. E pode ativamente se integrar a ambas. Seu corpo, por exemplo, é espelhado como um campo na esfera de influência. Isso não significa que não existe aqui também – como carne, sangue e ossos – na forma de cordas materiais ou átomos, mas não só isso. Existência é sempre uma dualidade. Algumas camadas contém simples informações sobre a matéria sólida de seu corpo e sua frequência, enquanto outras camadas contém informações sobre seu espírito, sua consciência ou, falando de um ponto de vista religioso humano, sua alma.  A consciência neste caso é simplesmente a matriz de energia, dividida em diferentes camadas de seu campo na esfera de influência – nada mais, nada menos. Consciência genuína também pode existir aqui neste lado material mas só na forma pós-plasmática –a quinta forma da matéria. Com o conhecimento físico necessário e a tecnologia correspondente, a matriz da consciência ou alma também pode ser separada de seu campo de descanso. E pode, apesar de sua remoção, continuar existindo de uma maneira autossuficiente por certo período de tempo. Isso tem o estranho nome ocultista de “roubo de alma”. Mas apesar de tudo, nós estamos falando de ciência aqui, não sobre magia ou forças escuras.

[Comentário de Ole K.: O “roubo de alma” foi mencionado em um dos comentários radicais religiosos em conexão com a espécie reptiliana.](MINHA NOTA: #EuRi, reptiliana safadinha! Tentando se abster da culpa, né??)

Mas de volta à sua pergunta: criaturas com mais poderes mentais podem ter uma influência direta na para-camada através de seus campos de consciência. Este campo não está limitado a apenas o individual mas é uma parte de uma camada geral de informação – você poderia chamar em um senso vulgar de comunidade das almas – que está conectado com toda matéria animada e inanimada e todas as consciências que existem neste nível principal. A causa biológica dessas habilidades residem do lado da matéria, mudando de assunto, na glândula pituitária, que sempre está na posição de gerar frequências para ativamente controlar a esfera de influencia. Mesmo vocês pessoas humanas poderiam, teoricamente, fazer isso; entretanto, vocês são blocos sólidos nessas coisas. Como eu tinha tido, a para-camada pode interagir com a mente e também com a matéria. Por exemplo, se eu decidir usar meus poderes mentais mais uma vez no intuito de mover este lápis, então, simplesmente eu imagino em minha mente como minha consciência se expande/amplifica no lado material na forma pós plasmática até o lápis. Na esfera de influência, isto causa simultâneamente um comando automático no campo da consciência até o para-campo para interagir com a camada material do lápis. A partir do momento em que a para-camada não está confinada ao corpo, não é mesmo nenhum problema que o lápis que está ali, possa ser infalivelmente alcançado mesmo sem mover meu corpo material. O pós plasma neste lado e a para-camada no outro. Eu tenho controle sobre o lápis e a interação traz o campo material do lápis até o ponto onde isso muda de maneira com que ele mova, a exemplo.

[Comentário por Ole K.: eu certifico que o lápis mencionado acima se moveu abruptamente pulando até ao ar a cerca de uma altura de 20 centimenos e caiu de volta até a superfície da mesa. O som é claramente ouvido na fita. Ninguém visivelmente tocou naquele lápis.]

Pergunta: Isso é fascinante! Que tipos de atividades paranormais alguém pode gerar com isso?

Resposta: Todos os tipos. Tudo o que vocês chamam de paranormal. Como eu disse, essa camada especial habita a esfera de influência entre as camadas de informação morfogenéticas e as camadas de matéria e podem interagir com os respectivos lados. Isto quer dizer que pode interagir com matéria sólida também tanto quanto a informação mental, fazendo com que consigamos atingir tudo o que é geralmente designado como telecinese e telepatia. A “absorção de conexão” com outra consciência é geralmente separada do procedimento pela simples influencia da matéria, desde que diferentes consciências trabalhem com diferentes oscilações. Uma consciência que emite ou uma consciência que recebe deve primeiro ser exatamente adaptada antes que qualquer acesso seja possível. A maioria das espécies também tem grandes chances de bloquear o acesso alienígena mas vocês, pessoas, não as tem. O que eu vou dizer geralmente é valido: maior a habilidade paranormal de uma espécie, mais simples a adaptação e o acesso. Nossas próprias habilidades não são tão poderosamente desenvolvidas; antes de tudo, nós necessitamos aprender especificamente a influência da mente alienígena em razão de usar a nossa mímica, por exemplo – onde a mímica é  de fato bem simples na sua mente devido ao implante da alavanca ligado/desligado. Algumas dessas habilidades já foram parcialmente herdadas; mãe e filho da minha espécie estão conectados exatamente durante os primeiros meses de vida – parcialmente também dentro do ovo – se comunicando telepaticamente. Em ordem de influências suas pessoas, nós precisamos de um certo período de tempo para praticar, apesar de sua simples estrutura. Entretanto, é proibido, por exemplo, para os adultos da minha espécie antes da “Idade do Despertar” ir até a superfície da Terra. (Este termo é sinônimo junto com outras coisas, de completa força física) No caso de não ter essas habilidades completamente desenvolvidas, o perigo de descoberta por vocês seria muito alto. Mudando de assunto, com certeza existem inumerosos ensinamentos secretos sobre as reais possibilidades que podem vir a dar a alguém essas habilidades, mas eu não sei nada exato sobre isso.

Sempre que uma mente alienígena puder ser influenciada, então haverá alguns passos válidos que nos quais serão postos a prova por outras espécies extraterrestres. Primeiro e antes de tudo, a oscilação alienígena deve ser sentida, alguma coisa geralmente que é feita automaticamente pelo cérebro como, a exemplo, para um o campo de oscilação para o outro as vibrações quase elétricas aqui no espaço normal (no qual a matéria reside). Isso não é muito difícil. Depois disso, uma simples sondagem da outra consciência na mente com uma manifestação pós plasmática e a esfera de influência reage e a conexão é feita. Agora alguém pode ler a informação do primeiro e gravar a informação desejada no segundo no local correto. Se você me perguntou na última vez se seu povo não tem a oportunidade de se proteger contra essa influencia e eu disse que somente com um despertar e concentração da mente teria algum tipo de chance de lidar com isso. Nesse estado da mente as oscilações mudam muito abruptamente e o acesso se torna complicado. Mais precisamente, isso pode vir com um doloroso recuo. Sempre que você fecha os seus olhos o campo vêm “liso” e o acesso alienígena à mente é imediatamente possível sem nenhuma restrição. Em termos, suas chances contra uma espécie muito mais altamente desenvolvida é nula. Eles são capazes de ajustar essas oscilações mais rápido do que você pode cambiá-las. Eu poderia até demonstrá-la em você mas você ficou extremamente assustado e confuso da última vez então vamos somente deixar como uma nota de explicação.

Essa explanação pode te parecer – como vocês dizem – uma coisa esotérica ou de magia oculta. A razão para isso é que vocês simplesmente não tem o entendimento necessário para ver as condições por trás disso. Todos os fenômenos paranormais tem uma origem puramente científica. Nada disso tem a ver com poderes sobrenaturais. Nós crescemos com esse tipo de conhecimento, nós sabemos como alguém pode fazer uso desses poderes e de onde eles se originam. Nós estamos acostumados tanto com a teoria quanto com a prática. Vocês não. Além disso, vocês não entendem o que acontece no seu mundo – vocês só veem um lado da existência, não o outro (quero dizer que ambos são físicos). Tudo paranormal é dual e isso existe no espaço da matéria tanto quanto na esfera de influência. Para ser explicada, só pode ser explicada pela aceitação da última característica porque a esfera de influência é a base. Eu agradeceria se pudéssemos colocar um fim nessas questões porque você não está nem mesmo de qualquer forma captando-as. Nós estamos mais ou menos desperdiçando tempo fazendo isso.

Pergunta: uma última pergunta. Durante nosso primeiro encontro em Dezembro você expôs que não queria discutir esses assuntos científicos e paranormais. Qual é o porquê dessa abertura agora?

Resposta: da última vez eu não vi necessidade de te sobrecarregar com fatos deste tipo (e agora você obviamente está sobrecarregado). Além de tudo, eu preferi somente mencionar estes tópicos de uma forma periférica. Aparentemente, contudo, algumas de minhas performances te deixou pensante sobre seu mundo, uma coisa que não pode ser completamente ruim. E mudando de assunto, seus cientistas humanos tenderão a relevar meus comentários como uma baboseira. E eu não vejo um grande perigo em espalhar essa informação amplamente. Ninguém vai prestar muita atenção a isso. Mudando novamente de assunto, as palavras que as pessoas me caracterizaram como uma “criatura do mal” tem suas bases na crença de poderes ocultos e magia – ambas as coisas NÃO existem. Não existe mágica, somente uma ciência altamente desenvolvida e tudo o que vocês intitulam magia é somente uma parte da ciência. Se vocês somente compreendessem isso então vocês estariam um passo a frente em rumo ao seu desenvolvimento. Minha abertura sobre este assunto termina aqui. Coloque outras questões, por favor.

Pergunta: Certo! Vamos falar de óvnis. Você pode me explicar como nossos governos conseguiram ter a posse de materiais de óvnis ao ponto que eles pudessem começar seus próprios projetos? Você tem alguma coisa a ver com o Caso Roswell?

Resposta: Sim mas aquele incidente não foi o primeiro. Eu não sou uma historiadora, eu só estou estudando seu comportamento atual então meu conhecimento sobre tais eventos na sua história não são, presumidamente, tão extensos. Eu tentarei te explicar o que eu sei sobre estas coisas que aconteceram naquela época. Deixe-me pensar por alguns segundos. Nos anos de 1946 até 1953 da sua escala de tempo, houveram cinco casos onde as naves extraterrestres se chocaram com a superfície da Terra. Naquele choque que vocês chamam de “Caso Roswell”, não somente naves espaciais estavam envolvidas, mas duas que se chocaram depois de uma colisão em diferentes partes na terra ao oeste – a que vocês chamam de Estados Unidos (Você precisa saber que as naves dessa espécie em particular podem continuar levitando no ar por um período de tempo mesmo que estejam danificadas; isso conta para uma diferença espacial nos locais de choque). Estas não foram realmente as primeiras colisões mas as segundas e terceiras. Uma outra nave bateu em 1946 mas foi destruída além do possível uso.

Uma coisa antes da explicação: pode parecer ridículo para vocês que naves extraterrestres altamente desenvolvidas simplesmente se choquem e um número relativamente alto se chocou em uma quantidade de tempo relativamente curto. A explicação é mais estranha ainda mas é a correta. A explicação não reside na dirigibilidade da nave mas na direção dos campos no seu planeta. Essa espécie que nós estamos falando sobre – e foi exatamente nesta época que esta espécie usava um veículo em forma de disco – usava um sistema de propulsão que funcionava de acordo com o princípio da fusão, mas uma dessas naquela época empregou um método mais do que não convencional para alinhamento de campo. Este método tinha várias vantagens assim como desvantagens. O campo repelente deveria, com certeza, residit no ângulo absolutamente correto para com a superfície da Terra. Esta espécie usou uma tecnologia de alinhamento em suas naves que no qual travava o campo na direção de todos os pontos do campo magnético da Terra. Por aquele momento, esta espécie tinha acabado de chegar na Terra e seu ponto de origem embasa-se em um planeta com um campo magnético mais estável para no qual eles desenvolveram seus dirigíveis. O campo magnético da Terra não é tão estável, ele está sujeito a variações cíclicas e forma campos com redemoinhos sob condições desfavoráveis. Sempre quando uma nave desse tipo dirigia-se a um campo flutuante ou adentrava em um redemoinho que era muito forte, então por um pequeno período de tempo o campo repelente pode não se alinhar corretamente e a nave plana incontroladamente fora de seu plano de voo. A nave está operando corretamente mas o campo flutua em todas as direções e por causa disso a nave pode bater. Neste caso de 1947 que você remeteu, é de meu entendimento que uma dessas naves foram pegas nessa flutuação, seu campo conectado sem intenção com aquele mesmo do líder de esquadrão fez com que colidissem outra nave e que, no qual, fez que ambas saíssem altamente danificadas. A razão dessa flutuação magnética naquela hora foi provavelmente um distúrbio elétrico trazido por um evento climático. Ambas naves se chocarem como resultado. Uma delas caiu perto do ponto de colisão enquanto a outra caiu centenas de seus quilômetros de distância. Todos os ocupantes foram mortos no impacto. A fina estrutura destes tipos de veículos discoides não é muito estável até porque estes discos não foram feitos para aguentarem choques tampouco para voar em um campo onde as forças exteriores influenciem.

Seus militares humanos coletaram peças individuais inicialmente até que eles descobriram naves completas com criaturas mortas a bordo. Imediatamente eles classificaram tudo como “altamente secreto” e as trouxeram até suas bases militares para poderem analisar a mesma. O empenho secreto da tecnologia alienígena era para usar contra inimigos daquele grande país. Isso é tão primitivo quanto ridículo. Eu acredito que eu lembre – não quero especificar exatamente essa data – que era provavelmente entre 1949 e 1952 e houve um acidente muito grave durante uma pesquisa feita em um dos destroços. De acordo com o que eu ouvi – o que o governo disse aos membros da minha espécie – foi que resultou em uma ativação involuntária de um dos componentes em uma condição desprotegida. Como resultado, por um curtíssimo período de tempo houve uma mudança cancelando o ambiente e tornando-o em uma condição parecida com a plasmática que, em contramão, através de um desastroso acidente, causou uma anulação  do campo de força geral em um pulso magnético de imenso poder. Você tem alguma idéia do que um efeito que uma descarga plasma-magnética tem, quando ela entra em contato com um organismo? Não, como vocês poderiam saber disso? Com certeza vocês não sabem. Um distúrbio na estrutura do campo e um retorno bioelétrico. Imagina, se desejar, um corpo humano envolto em chamas luminosas por três ou quatro dos seus dias. Essa chamas aparentemente não saem e queimam o corpo até suas últimas partes. Bem, então você tem uma impressão aproximada do que aconteceu. Eu acho que 20 ou 30 de seus cientistas foram mortos naquele laboratório.

Duas outras colisões aconteceram depois, uma em 1950 e outra em 1950 em uma área de represa do continente americano. Estas naves foram capazes de se recuperarem dos impactos relativamente intactos (a de 1953, até onde eu me lembro, teve seu núcleo intacto. Isto foi por causa daquele aparelho que você viu pela primeira vez que você entendeu o conceito completamente errado e reconstruiu completamente equivocado. Até mesmo hoje vocês não o entenderam direito) Aquela espécie que tinha construído as naves, em primeiro lugar, uma espécie que eu, mudando de assunto, conta entre aquelas que não são amigáveis a vocês – ficou naturalmente preocupada sobre a investigação de sua própria tecnologia pela sua espécie. Eles não queriam, entretanto, naquele começo, começar um conflito direto com vocês então eles escolheram o caminho diplomático e entraram em contato com aquele governo durante seus anos 1960. Com certeza, eles não queriam divulgar a verdadeira razão de estarem aqui – cobre, hidrogênio e ar – mas eles depois fingiram ser pesquisadores curiosos e se ofereceram para mostrar às pessoas o princípio do funcionamento destas naves onde eles esperariam em troca alguns “favores”. Com a mente simples que vocês têm, com certeza vocês concordaram e foram enganado. Vocês deram a eles materiais puros, deram a eles lugares seguros para suas bases, vocês deram a eles seus arquivos mais secretos de defesa, vocês os deram seu DJA e muito mais – e tudo isso para saciar sua ganância por poder e informação. Esta espécie com certeza rapidamente notou que eles estavam lidando com criatura de mente simples e eles lhe deram informações falsas e inferiores sobre sua tecnologia então eles receberam muito mais de sua colaboração e informação. Por exemplo, eles lhe deram a informação que a nave só poderia ser construída com elementos instáveis de um ranking numérico mais alto mas eles reteram a informação de que a direção de campo pode ser construída com várias modificações para funcionar tão bem com elementos estáveis de um número periódico inferior e, geralmente, esta é a forma como que é feita. Através dessas meio-verdades eles lhes tornaram dependente na síntese de altos elementos  e renovaram sua própria tecnologia. As pistas para a construção de seus novos óvnis foram deixadas de forma com que a solução dos velhos problemas fizesse com que novos problemas aparecessem simultaneamente. Eles nunca lhes disseram a verdade completa mas sempre construíram de novo e de novo mentiras inteligentes, que no qual, depois, levou a problemas técnicos e sua dependência neles.

Nos seus últimos anos 1970 e início do seus anos 1980, finalmente apareceram vários eventos entre espécies alienígenas e aquele governo humano – eu não quero entrar em detalhes aqui pois há muita coisa que eu não tenho total certeza. A coisa toda tem a ver no que tange novos, ou melhor dizendo, velhos problemas técnicos com suas próprias naves auto construídas que no qual a camuflagem e direção parcialmente falharam em funcionar nos testes de voo em campo aberto. Por causa disso, a função de segredo foi ameaçada. Seus militares e seus políticos lentamente – muito lentamente – chegaram a conclusão que depois de mais de vinte anos foram enganados pela espécie alienígena. Múltiplas incongruências e a transgreção de limites de ameaça por ambos os lados finalmente levou a uma alteração entre vocês e os extraterrestres que culminou num arranque de três objetos alienígenas através especialmente de uma – como vocês dizem? – arma de pulso eletromagnético e uma luta militar em uma de suas instalações militares. Como uma consequência destes ataques, a espécie alienígena desdenhou  de todo o contato com vocês e ficou entendivelmente muito mais do que furiosos sobre sua espécie. Além do mais, eu conto estes extraterrestres entre três grupos que são hostis a vocês e enquanto os outros dois estão mais ocupados com seus próprios negócios dentre eles travando uma guerra fria pelo domínio de seu planeta, seus antigos “amigos” e companheiros estão se suprindo com a única e absoluta dominância sobre materiais puros e o DNA humano. Por agora é provavelmente verídico que eles não possuem algumas possibilidades técnicas e um grande número de forças que eles precisam para atingir seus objetivos diretamente. Apesar disso, nós estamos contando em ações negativas – possivelmente de uma espécie mais sutil – contra vocês nos próximos anos ou décadas.

Pergunta: nenhuma das outras espécies extraterrestres irá intervir contra essas semelhantes ações de guerra? Especificamente, alguma coisa deve haver na terra para as espécies mais desenvolvidas.

Resposta: você está errado aí. Especialmente para as espécies mais desenvolvidas isto é simplesmente o seu destino. Vocês são animais para eles. Animais em um laboratório enorme. A título de entendimento, uma intervenção alienígena no seu planeta prejudicaria seus projetos mas eu não acho que eles aceitem uma confrontação com outras espécies por isso. Muitos deles podem procurar outro planeta de pesquisa por eles mesmos ou eles podem estudar a longe distância seu comportamento e sua consciência desde que uma situação crítica possa ter uma atração aos seus estudos. Sempre que seu povo olha um formigueiro e outra pessoa vem e pisa no formigueiro, o que você faz? Você segue em frente ou procura por outro formigueiro para observar as formigas em suas situações de crise. Mas algum de vocês – mesmo que ele seja maior e mais poderoso do que o que pisou no formigueiro em primeiro lugar – defenderia as formigas sem sentido? Não. Vocês precisam imaginar por vocês mesmos o ponto de vista de criaturas mais avançadas. Vocês são as formigas, não esperem nada deles.

Com certeza nós pediríamos ajuda se se tornasse claro que seus antigos companheiros estivessem formando um grupo contra você. Alguns membros do seu governo humano estão completamente cientes de nossa existência – e também devido a uma base religiosa. Por exemplo, há uma instalação subterrânea gigante na capital que é totalmente dedicada à minha espécie e isso também tem um elevador direto para um sistema subterrâneo. Nesta construção encontros parciais ocorreram e ocorrem entre nós e humanos. Nós passamos informações para vocês nos últimos anos; de acordo com o que eu sei, nós ficaremos o mais afastado possível do conflito o quanto pudermos. Vocês devem aprender a resolver seus próprios problemas por si mesmos ou se tornarem inteligentes suficientes para nunca mais criar estes tipos de situações. O que virá e quem possivelmente ficará do seu lado, só o tempo irá dizer. Eu realmente não quero mais fazer comentários sobre isso.

Pergunta: Eu tenho 5 fotos de diferentes óvnis. Você poderia dar uma olhada nestas fotos e me dizer quais deles as naves extraterrestres podem ser vistas?

Resposta: Eu posso tentar. Você está me fazendo diversas perguntas hoje mas quais eu não posso nem responder inequivocadamente. Não superestime meu conhecimento, eu não sou nenhuma expert em tecnologia alienígena e em construção de naves. Para falar a verdade, há alguns detalhes técnicos e peculiaridades sobre óvnis genuínos que ajudaria a alguém facilmente diferenciá-los de um fenômeno natural ou falsificações humanas. Vocês falsificam algumas vezes os padrões genuínos da nave; além disso, não é tão simples de identificar com certeza absoluta um objeto. Eu tentarei. Me mostre as fotos.

[Comentário por Ole K.: ela considerou as respectivas imagens por alguns segundos e então sacou as fotos 1, 3 e 5.]

Essas três fotos obviamente são falsificações ou identificações erradas. Na imagem um, me parece um veículo alienígena real de uma espécie alienígena foi adaptada para um pequeno modelo aqui. Mas faltam algumas características que nos estão amarradas com a os campos técnico e físicos. Geralmente falando, esta foto é mais do que falsa. O contorno e as cores, devido à levitação são geralmente escondidos em uma condição de um campo-oposto que distorce as cores ou as formas de acordo com o alinhamento. Isso pode parecer estranho mas fotos enevoadas e espectralmente mudadas algumas vezes pode ser interpretada com uma indicação de uma possível autenticidade. Mudando de assunto, este objeto está flutuando sobre a água. Se a foto fosse genuína nós deveríamos ver em quaisquer casos um inchaço na superfície, desde que a superfície é plana, é óbvio que não é uma nave genuína. Em minha opinião, nenhuma destas três imagens mostram objetos genuínos em vôo ou óvnis. Aqui, nesta foto, eu não vejo acima nenhum objeto artificial em vôo, isso parece ter mais a ver com um leve reflexo de suas lentes ópticas. Vocês devem ser realmente inteligentes para não cair em uma mistura como essa. Quando seu público em geral caça falsificações e fraudes por um grande tempo, eles presumivelmente descobrem tarde demais o que está acontecendo em sua frente e em sua atmosfera.

Foto 2: Albiosc, França – 1974

Este parece ser genuíno, pelo menos mostra as características necessárias. Eu o atribuiria à espécie alienígena que está visitando seu planeta pelos últimos 50 anos ou por volta. O objeto é si é metálico em forma de disco; com certeza está distorcido em forma e cor por causa de um campo de efeito. Essas quatro brancas e longas luzes processadas na parte de baixo da nave retratam um tipo de luz de manipulação gravitacional, por exemplo, o campo de força universal está sendo mudado na direção de uma gravidade simulada. Em verdade, não é uma luz genuína (na maioria das vezes não é uma luz genuína quando se vê óvnis iluminados) mas um campo especial e fortemente carregado que se manifesta no espaço que a matéria existe em uma quase-luz. A razão para a ativação deste sistema de alta energia em uma atmosfera não é completamente claro para mim; é possível que seja um tipo de investigação ou influência na natureza. De qualquer forma, é terrivelmente descuidoso que uma espécie seja fotografada por humanos. Bem, eu acho que a maioria de vocês não entendem amplamente isso e aqueles que sabem com certeza não dirão exatamente nada sobre isso ao público.

Foto 4: Petit Rechain, Bélgica – 1990

Este é com certeza um objeto aéreo genuíno; não é de forma alguma extraterrestre. Objetos triangulares em vôo simplesmente não são usados por espécies alienígenas, ou não nesta forma pelo menos. Este é um dos seus próprios projetos militares secretos que vocês conseguiram construir com a ajuda de uma tecnologia alienígena imatura – tecnologia que foi dada a vocês por extraterrestres durante os anos de 1960 e 1970. Geralmente a forma da lataria para uma nave extraterrestre genuína não é consequência, para o campo interior em si não há nenhum efeito, entretanto, as naves tem uma forma arredondada e são construídas sem bordas bruscas – como um disco ou um cilindro – para que o campo possa fluir mais facilmente. A edição dos seus projetos que juntamente com o campo de direção alienígena fazem uso de um sistema de propulsão convencional; além do mais eles são sempre triangulares e construído com este contorno para ser manobrável dinamizados para serem navegáveis com este princípio de propulsão ativa.

Neste exemplo aqui a nave plana sobre todos os campos de direção genuínos. Você vê a distorção os cilindros rodopiantes da quase-luz? Esta é uma indicação incontestável para a autenticidade da foto. Mas porque, você me perguntaria, existem quatro cilindros? Isso é incomum – mesmo os intervalos parecem estar incorretos. A coloração é muito escura e a distorção óptica é muito evidenciada. Presumivelmente uma reconstrução do sistema original pelos seus cientistas. Desde que a espécie alienígena não lhes deu mais informações desde seu desacordo, eles estão reconstruindo sistemas sem realmente serem capazes de entender o perigo que eles estão fazendo ali. Esta construção não faz o sistema melhor, só mais instável. Ambos os cilindros da frente estão muito pertos do outro; eles com certeza irão fluir até o outro. A cor me mostra uma radiação residual; é provavelmente o caso que os altos elementos estejam sendo usados novamente de forma costumeira para a mudança. Isto é, em qualquer caso, muito perigoso de ser desprotegido na vizinhança do campo. A pessoa que tirou a foto apresentou algum caso de radiação ou queima?

Pergunta: Eu não sei. De onde estes óvnis militares veem? Dos Estados Unidos?

Resposta: Sim, eu creio que este seja o nome. É do continente oeste.

Pergunta: Então porque eles voam sobre áreas maciçamente populosas da Europa? Esta foto veio da Bélgica e isso não faz o menor sentido. Você pode explicar?

Resposta: Porque somente eu sou capaz de explicar ações humanas estranhas? É possível que estes sejam testes de longa distância ou testes com o sistema de camuflagem eletromagnética. O antigo inimigo da nação americana está deste lado do mundo então porque eles não testariam aqui? Em casa eles tiveram tempo o suficiente de ter suas naves indo e vindo. Talvez eles tenham levantado muitas observações ali. Com um destes tipos de campo de estrutura instável – como sua foto indica – eu considero algo improvável que aquela nave seja capaz de fazer um vôo desta extensão sobre o oceano. É possível que haja uma estação de teste aqui no seu continente. Infelizmente eu não sei nada sobre isso.

Pergunta: muitos leitores da primeira transcrição colocaram questões sobre como o seu contato com E.F. ocorreu. Eu já sei a história mas você poderia repeti-la mais uma vez para este volume e para a nova transcrição?

Resposta: Com certeza. A história começou por volta de dois anos atrás aqui na Suécia. Eu estive fortemente interessada em sua espécie e seu comportamento desde nova; eu já tinha estudado sua literatura a aquela altura tão bem possível. (Naturalmente não é tão fácil onde eu vivo ter posse de livros humanos mas desde que meu grupo ou família abarca uma ordem superior no ranking, eu fui capaz de coletar algum material e algumas vezes falar com outros da minha espécie que tiveram contato com vocês) Eu realmente estava muito curiosa sobre a sua espécie e o logo assim que eu pude sair à superfície, eu tentei conseguir mais informações imediatamente; apesar de tudo, ser expressamente proibido começar contato direto com humanos devido à minha posição naquela hora. Não havia necessidade de fazer isso.

Era o seu ano de 1998 quando eu estava seguindo meu caminho ao norte daqui em florestas remotas acerca da entrada do meu mundo e estava procurando por espécimes biológicas que nós usamos com o objetivo de observar sobre a poluição da natureza e a destruição da sua fauna e flora estatisticamente pelo seu próprio povo. Naquela hora, eu já estava quase voltando ao caminho da entrada – nós podemos nos orientar mais facilmente, mudando de assunto, através dos nossos sentido perante ao campo magnético da Terra – e então já na vizinhança de um grande lago, quando para muito de minha surpresa eu me deparo com uma cabine na floresta. Nessa cabine eu senti uma consciência humana. Era E.F.. Em verdade eu não tinha permissão para entrar em contato com outra espécie mas de qualquer forma eu já tinha posto em prática a minha capacidade de mímica com êxito previamente – mesmo com grandes grupos de vocês (Eu nunca me deparei com um ser humano quando estive sozinha). Agora, vamos chamar isso de curiosidade primitiva, eu queria conversar com a pessoa nessa cabine então eu bati na porta. E. a abriu e então nós adentramos em uma conversa interessante. Sua linguagem não era muito comum naquela época para mim mas não é tão difícil aprender uma linguagem nova quando alguém pode ser a informação na consciência individual oposta. Eu simplesmente o disse que eu vi de um país no oeste. É claro que naquela hora ele não reconheceu quem eu era; ele estava totalmente convencido que ele estava conversando com uma criatura de sua própria embora fosse apenas uma imitação de imagem.

Minha tarefa tinha como objetivo uma investigação daquele terreno que era para demorar alguns dias, eu o visitei nesta ocasião três vezes como uma pessoa humana. Na primeira vez nós conversamos principalmente sobre coisas realmente normais; depois nós adentramos em tópicos religiosos e físicos. Ele pareceu estar impressionado com o meu conhecimento e igualmente impressionada estava com seus pensamentos claros – para um ser humano – sua personalidade forte e suas próprias opiniões. Vocês realmente gostam de se entregar completamente a um condicionamento ou opinião pública, como por exemplo, “espécies reptilianas são maléficas” e coisas do tipo. Eu manobrei a conversa nesta direção e E.F. disse algo sobre acreditar em espécies alienígenas e que elas não necessariamente deveriam ser más, mas talvez apenas diferente do seu povo. Aquilo me agradou. Naquela conjuntura eu não podia, claramente, falá-lo concretamente sobre o meu conhecimento pois ele não acreditaria em mim – ele me tiraria como uma piadista. Eu cultivei a idéia, muito, mas muito incomum (para minha espécie) de mostrá-lo o meu verdadeiro exterior, algo que eu fiz durante nossa conversa no quarto encontro na cabine. Na verdade  ele estava predestinado para o contato: ele era mente aberta, honesto, inteligente, não tinha um condicionamento ou inclinação religiosa; ele vivia sozinho e isolado e ninguém acreditaria nele caso ele fosse em público com a história. Eu me atrevi a dar o passo mas então quando eu tive uma dúvida séria sobre a decência do meu ato, especialmente quando ele reagiu de forma extremamente violenta. Ele obteve o controle de si mesmo depois de um tempo e então nós finalmente pudemos conversar seriamente sobre matérias definidas. Agora ele não tinha mais escolhas a não ser acreditar em mim. Esse foi o início de uma porção de encontros que inicialmente ocorreram na floresta mas depois aconteceram em uma residência remota. Finalmente ele lhe colocou em contato comigo e por esta razão nós estamos aqui mais uma vez sentados falando sobre coisas que provavelmente não serão críveis na sociedade humana.

Pergunta: Você disse que à época não tinha permissão para os contatos com seres humanos. Então isso quer dizer que agora você tem permissão para conversar com E.F. e eu sobre todas essas coisas e além disso torná-lo este fato cientificamente público?

Resposta: Sim. Isso é difícil de explicar e de você entender. Vamos dizer que eu me encontro em uma posição agora de providenciar essa permissão sem ter nenhuma consequência contra mim. Nesta posição eu sou uma quase-imune contra alguns tipos de restrições. Pense dessa forma. Sim!

Pergunta: Se outras pessoas quiserem entrar em contato com sua espécie, eles terão alguma chance de conseguir?

Resposta: Geralmente não. Nós evitamos contatos com vocês e nós operamos na superfície somente em áreas remotas e lá fazemos o uso de técnicas mimetistas em caso de encontrarmos algumas pessoas. O que eu estou te dizendo agora não quer dizer que outros irão seguir meu exemplo. É óbvio que eu não preciso dizer que você pode tentar encontrar uma entrada para o meu mundo e adentrá-lo de sua forma lá. Entretanto, isso pode, mais cedo ou mais tarde, levar a uma situação desagradável ao infiltrador. Você tem aproximadamente 0% de chances de nos reconhecer na superfície. Vocês nem podem mesmo nos contatar diretamente, nós é quem temos que contatá-los da mesma forma como eu fiz com E.F.. Esses tipos de contatos não são a regra mas são ocorrências muito raras.

Pergunta: Você pode descrever a localidade da sua terra natal subterrânea?

Resposta: Eu posso tentar mas eu certamente não lhe direi onde está localizada. Minha terra natal encontra-se em um de nossos menores assentamentos subterrâneos a leste daqui. Eu lhe darei alguns números para que você possa ter uma impressão melhor por si mesmo. Um minuto… eu preciso tentar converter essas medidas aproximadamente em suas unidades. É uma caverna em formato de domo a uma distância de aproximadamente 4.300 metros da superfície Terrestre. A caverna foi organizada como uma colônia por volta de 3 mil anos atrás; uma porção majoritária da estrutura do teto é artificialmente integrada à rocha e a forma foi remodelada em uma parcela elegante e um muito plana de dono com um planejamento oval no chão. O diâmetro do domo de acordo com suas medidas é de aproximadamente 2,5 quilômetros. A altura do domo no ponto mais alto é de 220 metros. Debaixo de todo ponto alto em todas as colônias existe uma construção cilíndrica especial cinza-esbranquiçado – um tipo de coluna de suporte que sustenta a estrutura de transporte da colmeia no domo. Essa construção é a mais alta, maior e mais antiga em todo o domo e é sempre situada como a primeira construção junto com a segurança no teto (Nesse meio tempo com certeza houveram vezes em estas construções foram restauradas e completadas). Aquela construção tem um nome muito especial e uma significância religiosa. Nós temos apenas uma destas colunas; colônias maiores tem mais colunas de acordo com a construção do teto.

Em uma das principais colônias na Ásia Menor tem como, por exemplo, 9 destes tipos de suportes, mas aquela colônia também tem mais de 25 de suas unidades de quilômetro em tamanho. A construção central é geralmente um centro de religião mas também o centro de controle climático e o centro de comportamento e regulação da luz solar. Nós temos em nossa localização, todas juntas, 5  fontes de luzes artificiais que geral sua luz UV e seu calor através de fontes gravitacionais. Os canais de ventilação e o sistema de luzes da superfície funcionam do mesmo modo, através dessas colunas e naturalmente, eles são controlados intensivamente.

Mudando de assunto, nós temos 3 canais de ventilação e 2 sistemas de elevadores lá e até mesmo uma conexão por túnel para a colônia principal que fica a aproximadamente 500 quilômetros para o sudeste. Um canal do elevador leva até uma caverna próxima à entrada, a outra leva até à estação de naves – você lembra, as naves cilíndricas – que naturalmente estão escondidas perto da superfície atrás de uma montanha rochosa. Normalmente há somente três naves lá – é um depósito pequeno. As outras construções da colônia são, para a maior parte, concentricamente ordenadas em círculos ovais em volta de uma coluna de suporte e elas são, sem exceção, muito achatadas, geralmente apenas somente entre 3 e 20 metros de altura. A forma das construções são redondas em forma de domo. Até mesmo a cor é diferenciada de acordo círculo e distância da coluna principal. Para a coluna do norte, existe uma construção adicional muito larga mas muito achatada e arredondada. Essa construção interrompe o sistema concêntrico da colônia com o seu diâmetro de, por volta, 250 metros. Esta é a zona de sol artificial que no qual iluminava, especialmente, corredores e salas, Nestas localizações uma poderosa luz UV predomina e elas são usadas com o objetivo de aquecer o nosso sangue. Há ainda um consultório médico e uma sala de encontro lá localizadas. Através do anel externo da colônia estão as zonas onde os animais são mantidos – você sabe que nós devemos consumir carne como nutrição – e os jardins nos quais as plantas crescem e as culturas de cogumelo são cultivadas; ainda há água quente e gelada correndo lá de fontes subterrâneas. A estação de poder está localizada ao fim da colônia. A estação é guiada e, tem sua base na fusão e supre a colônia e os “sóis” com energia. Meu grupo de família vive, mudando de assunto, no quarto anel de construções da coluna de suporte central. Tanto em um período de tempo pequeno. Para descrever a vocês todas as construções e suas funções seria ir muito longe. É difícil de descrever algo dessa magnitude para você pois há padrões completamente diferentes de circunstâncias e cultura do que você está acostumado em sua vida na superfície. Você realmente precisa ver por si mesmo para acreditar.

Pergunta: Eu verei com meus próprios olhos algum dia?

Resposta: Quem sabe, talvez. Tempo traz novas oportunidades.

Pergunta: Quantas criaturas do seu tipo vivem nesta colônia?

Resposta: Aproximadamente 900.

Pergunta: Este é o final da entrevista. Você tem alguma consideração ou mensagem final para os leitores da transcrição?

Resposta: Sim. Eu estou profundamente surpresa com os diversos comentários sobre minhas palavras. Com certeza, eu também estou naturalmente desapontada no que tange sobre os pontos de vistas religiosos meus como o inimigo no qual foi anunciado e enterrado em suas mentes. Vocês deveriam se adaptar além do antigo condicionamento e não ficar quase sob o controle de algo ou alguém que já foi embora por volta de 5 mil anos atrás. Vocês, apesar de tudo, são espíritos livres. Estas são minhas palavras finais.

Written by DraftL

O que está em cima é igual ao que está embaixo e, o que está embaixo, é igual ao que está em cima, para realizar os milagres de uma coisa única.

Comentários