,

A macabra face de Edward Mordake

Salve salve parceiros bizarreiros e lindas bizarreiras, hoje trago a vocês esse post com uma terrível história que ocorreu no século XIX, trata-se de um homem que tinha tudo para viver bem, já que era um nobre herdeiro de um importante cargo na Inglaterra, além de herdar um pariato era considerado pela população um músico muito talentoso e brilhante. Visto de frente diziam que era um homem bonito e encantador, porém por trás de toda beleza e talento, tinha consigo uma segunda face detrás da cabeça que ocupava uma parte menor do crânio e demonstrava sinais de inteligência, Edward sofria de uma anomalia chamada Craniopagus Parasiticus, que ocorre quando o crânio de gêmeos não se separam , a face não comia e nem falava, mas tinha capacidade de rir e chorar, no entanto diziam que ela tinha intenções bem malignas, não só quem observava mas o próprio Mordake afirmava que a mesma ocultava um lado obscuro, e que mais tarde se tornaria a sua maldição.

edward_mordake2

Há relatos de que olhar a face diretamente era algo extremamente desconfortável e atordoador, diziam que os olhos da face acompanhava lentamente a quem a encarasse, era como se estivesse estudando os movimentos de quem a observava, a face desfigurada e flácida sorria lentamente de maneira sarcástica como se quisesse demonstrar rancor e ódio, ninguém passava muito tempo observando, pois era como se estivesse olhando para um psicopata.

O Edward relatava que as emoções da face demoníaca contrastavam com as suas, quando ele estava triste a face sorria e às vezes gargalhava, bem como se estivesse zombando de seus sentimentos. Ele afirmava que a sua face era o próprio demônio, durante a noite era acordado pelos sussurros de ódio e os macabros murmúrios que era como se estivesse conspirando contra algo ou alguém, seguido de palavrões e um choro perturbador que a face emitia, dos quais as intenções eram apenas de prejudica-lo, ele viveu em completo isolamento recusando-se até as visitas de familiares.

Edward chegou a implorar aos médicos que retirassem a face demoníaca devido as perturbações e sussurros rotineiramente noturnos, mas nenhum médico se predispôs a fazê-lo devido a complicações que poderiam ocorrer e que certamente causariam a sua morte. Há relatos de que Mordake tentou suicídio diversas vezes, por não poder fazer a cirurgia pois seria fatal, desesperado, suicidou-se aos 23 anos, uns relatam que fora por envenenamento, outros afirmam que ele deu um tiro no meio de sua face demoníaca, em ambos os relatos, Edward deixou uma carta pedindo que a face demoníaca fosse destruída antes de seu sepultamento, com receio de que continuasse a ouvir os sussurros no túmulo.

Na carta dizia:

“Peço que retirem esse demônio de meu corpo antes que me eternizem em terra, pois pretendo e solicito dormir a eternidade sem os lamentos do inferno”.

Os médicos Manvers e Treadwell que cuidavam do caso trataram de atender ao seu pedido. Edward foi enterrado em uma cova que assim como desejara não havia lápide e nem escultura.

Um boneco de cera foi feito em sua homenagem

4063618213_77e492347b

é difícil imaginar viver de uma maneira tão deprimente como essa, uma coisa é viver com o mal dentro de si do qual possua controle, outra é tê-lo personificado em si mesmo e não poder se livrar.

Written by Luckey

Tranquilo e apreciador de rock, pop, MPB, e o que mais tiver qualidade, gosto de desenhar, esculpir e criar o que vier a mente, sempre busco saber o por que de tudo, mas compreendo que nem para tudo precisa de explicação, apenas Fé.

Comentários