, , , ,

Don’t Hug me I’m Scared

Não me abrace, estou com medo.

Considerado um dos virais da internet dos últimos anos, os curtas “Don’t Hug Me, I’M Scared” trazem um coletivo de de artistas ingleses que misturam fantoches, animações 3D e artistas fantasiados de animais, num assustador mix de Vila Sésamo e Backyardigans, para nos mostrar que o mundo é um inferno de boas intenções.

Os temas são abstratos e existenciais, tais como o Tempo, o Amor, e a Criatividade! Além de  práticos, como comida saudável e tecnologias (Como computadores). Mas as boas intenções se convertem em momentos sangrentos e de surreal humor negro.

Para quem viu o vídeo até o fim, deve ter percebido que de infantil e bobo não tem nada, certo? E é por essas e outras que estarei postando uma matéria para cada curta deles.

VÍDEO 1: CRIATIVIDADE.


O vídeo começa com três bonecos em silêncio até o momento em que surge o  bloco de notas, e ele  começa a cantarolar sobre criatividade, com o típico encanto e animação de programas infantis, ele transforma a laranja em um personagem animado, e continua falando sobre criatividade. Notem que o modo de falar do bloco de notas é como um “professor”, mas ele na verdade esta ditando não ensinando.

Então ele mostra uma nuvem na janela, e dispara perguntando o que os bonecos veem, eles retrucam que nada, então ele puxa uma lupa e os manda olhar de novo, nesse momento os bonecos conseguem ver o que o bloco de notas quer.

Como se vissem através de sua visão. A lupa então é uma alusão ao poder da mídia em dizer o que está na nossa frente, como se víssemos os fatos pelos olhos dela.

Quando o boneco amarelo realmente faz algo original e criativo como pintar um palhaço, o bloco o censura sujando seu quadro com tinta preta, dizendo que ele deve ir mais devagar.

Provavelmente ele estava sendo criativo demais.

O bloco mostra uma palheta com algumas cores, amarelo, vermelho, azul, marrom e rosa, pedindo aos  bonecos para pegarem alguns gravetos e escreverem sua cor preferida com eles.

O boneco vermelho escreve azul, e o pássaro verde escreve vermelho, mas eis o que acontece quando o boneco amarelo tenta escrever verde:

O bloco de notas o censura, dizendo que verde não é uma cor criativa, então ele é limitando com sua  criatividade.

O boneco então mostra um desenho de coração, e de chuva, e manda você obedecer as vozes no seu cérebro, frase típica de pessoas com transtornos mentais:

– As vozes me mandaram fazer isso!

O vídeo toma um ar caótico e BIZARRO. A música acelera. A câmera gira mostrando que tudo aquilo é inventado e está acontecendo dentro de um estúdio.

Após essa transição os bonecos ficam maiores, como se estivessem mais velhos, a musica fica perturbadora, e tudo perde o sentido.
Os bonecos começam a mexer com órgãos, começando com um coração , começa um tipo de tempestade (o boneco também falou de chuva), a música continua bizarra as imagens correndo sem sentindo envolvendo órgãos e os bonecos parecem gritar.

E o vídeo segue assim por algum tempo até que tudo para de uma vez, os bonecos estão jovens de novo sentados em silêncio ao redor da mesa e o bloco de notas diz:

“Let’s all agree, to never be creative again!”
(Vamos todos concordar, em nunca sermos criativos de novo!)

É essa a mensagem que o vídeo tenta passar, de que somos continuamente condicionados, e que muitas vezes sofremos uma espécie de lavagem cerebral através das mídias.

Written by Isis Müller

Historiadora em progresso, leonina, amante da leitura, da fotografia e um tanto quanto apaixonada por tudo aquilo que não posso ver, ou tocar. Prazer.

Comentários